“Posso pedir uma coisa? Não! Posso pedir uma coisa? Já disse não! Hum, deixa eu pedir uma coisa? NÃO! Ei? O que é? Deixa eu pedir uma coisa?” Pessoas insistentes fazem coisas assim. Normalmente, achamos elas chatas.

Fizemos uma lista com pessoas que você pode achar um saco ou muito bacana, mas, sem dúvida, eles fariam várias vezes a mesma pergunta!


rodrigosantoro_1

10. Rodrigo Santoro

Aproveite para assistir:

O cara é legal, é brasileiro e não desiste nunca. Após ótimos papeis no cine nacional, ele vem buscando uma personagem em Hollywood que tenha mais de uma folha de diálogos. Temos esperança de vê-lo um dia como protagonista decente e com voz própria, e não a dublagem de 300 que mais lembrava o computador HALL de 2001 – Uma odisséia no espaço! Rodriguinho, torcemos por você!

 

blooddiamond_1

9. Leonardo DiCaprio

Para as fãs, apenas Leo! Ele começou como mais um galã. Mas, desde as parcerias com Martin Scorsese, vem buscando se firmar como grande ator. Ele parece ter gás: já concorreu a três estatuetas do Oscar, entre melhor ator e coadjuvante, e tem buscado trabalhos mais desafiadores. Em pelo menos dois trabalhos ele já demonstrou capacidade de virar ator com um A em caps lock: em “Prenda-me se for capaz”, de Spielberg, e em “Os Infiltrados”, de Scorsese. O menino parece ter talento. Que continue insistindo!

 

8. Xuxa

Xuxa é mais conhecida pelo seu trabalho na TV. Porém… quem não se lembra de “Lua de Cristal”? Foi o primeiro filme de Xuxa já como a “Rainha dos Baixinhos”. Antes, fez filmes para outro público. Não, ela não fez filme pornô: era “Amor Estranho Amor”, um drama dirigido por Walter Hugo Khouri. Depois de conseguir censurar o filme na justiça, Xuxa passou a fazer participações especiais em filmes dos Trapalhões e, sem seguida, a estrelar os seus próprios. Até hoje, ela continua a fazer filmes, mesmo com os índices da TV em baixa. Mais um brasileiro que canta “Tente outra vez” (música de Raul Seixas).


 

indianajones8

7. Harrison Ford

O caro é bom ator! E mesmo fazendo, no começo da carreira, um papel marcante como Han Solo, de “Guerra nas Estrelas”, conseguiu transcender os rótulos. Mas, poxa, resgatar “Indiana Jones”, o cara é insistente mesmo! Mas, tudo bem, Indiana é ícone!


 

matrix2_5

6. George Lucas


Se as ficções científicas não são tediosas como as belas cenas de “2001” e se escutamos explosões no vácuo espacial, devemos a ele. George Lucas revolucionou a indústria e, para o bem e para o mal, elevou o nível dos efeitos especiais. O cara teve a genialidade de criar um universo em ”Guerra nas Estrelas” e gerou uma horda de fanáticos.

Onde está sua insistência? Na última trilogia, ora bolas! Ele poderia ter deixado engavetado o projeto, mas levou adiante e fez os Episódios I, II e III. Para alguns fãs, apócrifos, para outros, geniais. George Lucas até tentou inovar no Episódio I, porém o resultado ficou a desejar.

Nos demais, principalmente no último, ele fez ótimo cinema, mas sem revoluções: entre a primeira e a segunda trilogia haveria de ter “Matrix” e “O Senhor dos Anéis”.

 

5. Woody Allen


É que nem especial de fim de ano do Roberto Carlos: todo ano, tem Woody Allen! Sem dúvida ele é teimoso. E um amante do cinema e de Nova York. Já saíram da mão dele preciosidades como “Noiva Nervosa, Noivo Neurótico”, “Crimes e Pecados”, “Poderosa Afrodite”, “Melinda e Melinda”, “Zelig” entre outros.

Mas, claro, um insistente patológico, volta e meia produz porcarias, como “O Escorpião de Jade”, “Celebridades” ou “Match Point” – que foi bem acolhido por crítica e público.

Porém, mesmo o pior de Allen é melhor que muita fita por aí! Que continue na sua insistência e paixão pelo cinema!

4. Martin Scorsese

Nem precisaria escrever mais de uma linha explicando a insistência desse cara: ele só faltou falar: “Poxa, me dá um Oscar!” Ele já fez grandes filmes: só entre unânimes, temos “Táxi Driver” e “Touro Indomável”. Sem falar de “Bons Companheiros”, “Gangues de Nova York”.

Mas nunca tinha recebido um Oscar. Nos últimos tempos, era visível que seguia uma fórmula para ser premiado. Quando recebeu o Oscar por “Os Infiltrados” fez cara de: “é, até que enfim!”

3. Mel Gibson

Ele até não insiste muito como ator. Mas como diretor… Persistente, tem premiado a sétima arte com abobrinhas do tipo “A Paixão” e “Apocalypto”. Sua primeira direção de destaque foi no insone “Coração Valente”. A tentativa de fazer um épico faz dormir até os mais agitados.

Pelo menos, está primeira exploração da cadeira de diretor não estava impregnado do discurso religioso: não há problema algum em fazer filmes religiosos, mas que se faça direito: os filmes são mal dirigidos, do enquadramento à luz.

Aceitável só a maquiagem: para criar uma experiência religiosa nos cinemas, ele jogou fora todo conteúdo da história de cristo e fez um Paixão “Mad Max”!

2. Sharon Stone

A mulher além de linda e ter QI alto demonstrou talento em trabalhos como “Flores Partidas”. Sharon parecida começar a direcionar a carreira para atuações mais maduras.

Porém… ah, aquele eterno porém: ressuscitou a psicopata de “Instinto Selvagem”. Ok, ela continua linda, mas uma coisa é cruzar as pernas quando nova, outra é com quase 50. Tudo bem, ela continua linda, mas o filme não convence: é tosco, péssimas atuações, narrativa fajuta. E pior: ela fará o terceiro, agora como diretora!

Mas, ok, ela continua insistentemente linda!

1. Sylvester Stallone

Quem poderia ser mais persistente do que o homem que ressuscitou o boxeador Rocky Balboa e o brucutu John Rambo? E tudo em apenas dois anos? O primeiro lugar só poderia ser de Sylvester Stallone.

A primeira reencarnação foi de Rocky Balboa: o filme homônimo começa mostrando a aposentadoria de Rocky, como dono de um restaurante. Claro, antes do final, assistimos à clássica luta de boxe e ao ainda mais clássico treinamento – com direito à mesma música do filme original e à mesma escadaria do filme original! Dejà vu!

Apesar de clichê, depois de assistir “Rocky Balboa” ainda se consegue sair com gosto bom na boca da sala! Mas, em “Rambo IV”, não! Ele aloprou: uma história com menos pé e cabeça do que a do filme anterior e com seqüências extremamente violentas!

Alguém que traz de volta tantos personagens famosos em tão pouco tampo, só poderia merecer o primeiro lugar.

Por: Georgenor de S. Franco Neto

 

 

 

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE