Camila Maria Concepción, roteirista e ativista trans, que trabalhou recentemente nas séries da NetflixDaybreak‘ e ‘Gentefied‘, morreu aos 28 anos.

A causa da morte, infelizmente, foi suicídio.

“Estamos de coração partido pela perda da Camila Concepción,” a equipe de ‘Gentefied’ disse em uma declaração. “Ela foi contratada como uma das nossas roteiristas assistentes, mas rapidamente ganhou nossos corações como uma irmã, escritora e amiga. Ela coescreveu o episódio ‘Protest Tacos’ e nós ficamos impressionados como seu talento incrível e sua voz única. Ela definitivamente era uma forma a ser reconhecida e estamos extremamente tristes pela perda de uma das nossas estrelas mais brilhantes.”

Concepción, que cresceu em Inland Empire, trabalhou ao lado do criador de ‘Transparent‘ em uma campanha de igualdade de gênero na indústria.

Antes de sua carreira no mundo do entretenimento, ela estudou na Universidade de Yale.

Em declaração, a Netflix a descreveu como “uma roteirista talentosa com paixão por histórias, com garra para lutar por representação em frente e por trás das câmeras.”

Aproveite para assistir:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE