Christopher Nolan começou sua parceria com a Warner Bros. ainda em 2002 com o suspense psicológico Insônia – mas não seria até a trilogia ‘Cavaleiro das Trevas’ que a colaboração se provaria um sucesso inigualável.

De qualquer forma, parece que o acordo entre as duas partes pode chegar ao fim em virtude de divergências logísticas. Nolan criticou a atitude da Warner em lançar todos os seus filmes simultaneamente na plataforma de streaming da HBO Max e nos cinemas – decisão tomada por causa do baixíssimo fluxo fílmico de 2020 com a pandemia do COVID-19.

Segundo informações do Wall Street Journal“depois de passar anos como um dos principais diretores da Warner Bros., Christopher Nolan, que escreveu e dirigiu TENET no ano passado, não deve retomar parceria com o estúdio para seu próximo projeto, em parte porque está decepcionado com a estratégia de distribuição híbrida para 2021″.



Vale lembrar que TENET tornou-se um fracasso de bilheteria ao ser lançado em meio à pandemia, arrecadando apenas US$362,9 milhões ao redor do mundo – nem mesmo chegando ao valor necessário de US$400 milhões para arcar com todos os custos. Esse foi um dos motivos ao levar os executivos da Warner a repensar a programação de lançamento de seus blockbusters.

Nolan comentou algumas semanas atrás que voltaria ao universo super-heroico de ‘Batman’ para sua próxima incursão cinematográfica, mas detalhes sobre o projeto não foram revelados.

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE