O Segredo de Brokeback Mountain é um dos filmes mais conhecidos do século XXI e também um dos mais aclamados.

Dirigido por Ang Lee, o drama romântico neo-western retrata o complexo relacionamento emocional e sexual entre dois caubóis estadunidenses, chamados Ennis Del Mar e Jack Twist, no Meio-Oeste dos anos 1960. Interpretados por Jake Gyllenhaal Heath Ledger em rendições que ficariam marcadas para a história, o longa-metragem acompanha os dois protagonistas trabalhando como pastores em uma fazenda em Wyoming e como eles esconderam quem realmente eram do mundo, mantendo um caso romântico por mais de vinte anos.

A produção foi extremamente aclamada pelos especialistas e conquistou oito indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme (cuja derrota recebeu críticas duras por diversos jornalistas e estudiosos). Lee conquistou o prêmio de Melhor Direção e o filme também ganhou as estatuetas de Melhor Roteiro AdaptadoMelhor Trilha Sonora Original. Além de ter feito um sucesso considerável de bilheteria, a produção foi incluída em diversas listas de melhores do ano e da década.

Apesar de ter estreado no Festival de Veneza em 2005, a obra chegou aos cinemas brasileiros em 2006. E, para celebrar seu iminente aniversário de dezesseis anos, o CinePOP preparou uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores para você conferir.



Veja:

Aproveite para assistir:

  • Quando questionado se tinha algum receio de interpretar um homem gay, Ledger respondeu que não tinha medo, e sim que não tinha maturidade o suficiente para fazer justiça ao papel.
  • Ledger e Michelle Williams se conheceram e se apaixonaram no set de filmagens do longa. Williams teve a filha do casal, Matilda, pouco depois da estreia da produção. Entretanto, eles se separaram em 2007.

  • A autora Annie Proulx mandou para Gyllenhaal e Ledger uma cópia autografada do romance original. Quando autografou a cópia de Jake, escreveu: “para Jake”. Porém, quando assinou a cópia de Heath, assinou: “para Ennis”. Depois de escrever a mensagem pessoal para cada um deles, percebeu o que tinha feito e decidiu não alterar.
  • O lendário ator Daniel Day-Lewis cita O Segredo de Brokeback Mountaincomo um de seus favoritos – particularmente, pela atuação de Ledger.
  • William pediu para que os dois atores principais se beijassem na frente dela para ajudá-la a construir a personalidade emocional de sua personagem, Alma.



  • Ledger rechaçou quaisquer piadas homofóbicas feitas ao filme e à história na cerimônia do Oscar, visto que acreditava que os comentários diminuíam a importância e a beleza dessa história de amor.
  • Contrariando a expectativa de várias pessoas, o filme não levou o Oscar de Melhor Filme, perdendo o prêmio para ‘Crash: No Limite’. Alegadamente, houve um suspiro de choque e de decepção por parte do público. Jack Nicholson, que apresentou a categoria naquela noite, também comentou que ficou surpreso, visto que tinha votado para o filme de Lee.

  • Ledger comentou que o roteiro de O Segredo de Brokeback Mountain foi um dos melhores que já havia lido na vida.
  • A obra foi selecionada para preservação no Registro Nacional de Filmes, pela Libraria do Congresso, em 2018, por ser “culturalmente, historicamente ou esteticamente significativo”. Até 2020, o título tinha se tornado o mais recente a ser condecorado com tal honraria.
  • Antes de Gyllenhaal e Ledger serem escalados como os protagonistas, atores como Josh HartnettColin FarrellMatt DamonBilly CrudupBen Affleck foram considerados para estrelar o filme.
COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: