Após o desastroso fim da série Dexter‘, os fãs serão recompensados com uma nova temporada com o retorno do elenco original e que promete corrigir os erros do desfecho.

Para quem não se lembra, Dexter (Michael C. Hall) acabou sendo descoberto como serial killer e toda sua vida é desestruturada, então ele foge e passa a viver isolado.

Além disso, a morte de Debra Morgan (Jennifer Carpenter) foi um choque repentino, e alguns fãs acreditam que ela só morreu para que a série voltasse a ganhar fôlego em meio a tantas críticas.

Durante uma entrevista para o Digital Spy, Hall tocou no assunto e disse que os novos episódios definitivamente vão consertar as coisas.



“Tem sido gratificante [reprisar meu papel] e acho que a série terminou de uma forma que foi bem traiçoeira na melhor das hipóteses. Tido bem, foi bem irritante e decepcionante para as pessoas, mas pelo menos preparou o cenário para que voltássemos e respondêssemos de forma mais definitiva o que diabos aconteceu com esse cara.”

Ele continuou, admitindo que o final não saiu como o esperado porque ele e os responsáveis pela série estavam um tanto saturados e correndo contra o tempo para encerrarem a atração.

Aproveite para assistir:

“Eu apoio totalmente o que aconteceu, a escolha que ele faz no final, sabe? Mas no que diz respeito à execução, estávamos todos funcionando à base de vapor naquele ponto, então eu entendo [que algumas coisas não saíram como esperávamos].”

Na mesma entrevista, o astro revelou a possibilidade da série retornar para mais de uma temporada.



Quando perguntado sobre o assunto, ele se limitou a responder: “Talvez”.

Confira o novo teaser do revival:

Há alguns meses, Michael C. Hall concedeu uma entrevista ao The Daily Beast e afirmou que o revival irá reparar o “desfecho decepcionante” da série original, que permanece como um dos finais mais criticados das telinhas.

“Vamos falar a verdade: os espectadores acharam que a conclusão da série foi muito decepcionante e sempre houve esperanças de que surgisse uma história que valesse a pena ser contada. Eu me incluo nesse grupo que se pergunta: ‘O que aconteceu com aquele cara?’. Então, estou empolgado em retornar. Nunca tive essa oportunidade de interpretar um personagem vários anos depois.”

Ele completa, fazendo menção ao desfecho da série clássica ‘A Sete Palmos‘, como um exemplo de final satisfatório:

“Eu definitivamente pensei que foi justificável o Dexter fazer o que fez. Acho que algumas críticas são em relação a isso, e também há as críticas sobre como tudo se encerrou, e elas são válidas. Nós vivemos em uma era que as expectativas são muito altas e tão simultâneas quanto as reações do público. Eu já participei dos dois extremos; finais ‘extremamente satisfatórios’ e ‘extremamente decepcionantes’.”



O elenco ainda conta com Jamie Chung (‘Lovecraft Country’) Clancy Brown (‘Tropas Estelares’), Julia Jones (‘O Mandaloriano’), Alano Miller (‘Sylvie’s Love’), Johnny Sequoyah (‘Believe’), Michael Cyril Creighton e Jack Alcott.

A trama do revival se passará dez anos após os eventos da 8ª temporada e não será ambientada em Miami, onde aconteceu a maior parte da série.

“Dez anos após o desaparecimento de Dexter Morgan durante o furacão Laura, os novos episódios vão acompanhar o personagem vivendo sob uma nova identidade… Longe de Miami.”

Marcos Siega retornará para dirigir seis dos dez episódios. Para quem não sabe, ele já havia dirigido nove episódios ao longo das temporadas anteriores.


O revival de ‘Dexter‘ está previsto para estrear ainda em 2021.

Clyde Phillips, produtor executivo da série original, será o showrunner do revival.

Comentários

Não deixe de assistir: