Entre os personagens que serão introduzidos na nova temporada de ‘Dexter‘, está Molly Park, uma podcaster de criminal que será vivida por Jamie Chung (‘Lovecraft Country’, ‘Era Uma Vez’).

Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, Chung falou sobre como foi se juntar ao elenco e adiantou que sua personagem será uma ameaça para Dexter Morgan (Michael C. Hall).

“A experiência tem sido ótima. Estamos trabalhando com o showrunner original, Clyde Phillips, que trabalhou nas 4 primeiras temporadas. Em essência, o revival é exatamente o que os fãs de ‘Dexter‘ querem.”

Ela continuou, explicando sobre sua personagem:



“Molly Park é tão divertida e vibrante. E o podcast criminal é um meio relativamente novo em termos de crimes reais, e introduzir isso no mundo de ‘Dexter’ é como uma ameaça à identidade do assassino em série. Então, tem sido muito , muito divertido brincar com isso.”

Há algumas semanas, a estrela disse ao Collider que o público vai se surpreender com a forma que a trama vai assumir uma pegada mais sombria e realista do que as temporadas anteriores.

Aproveite para assistir:

“Os fãs podem esperar que as coisas sejam mais sombrias do que a série original. Isso foi há mais de anos. Portanto, certamente há uma vibração diferente na forma como a série evoluiu em termos de estética e realismo. Sem dúvidas, [o revival] será mais obscuro. Os novos episódios serão ambientados no interior do estado de Nova York e Dexter continua se escondendo. Acho que o público vai ficar satisfeito em rever alguns rostos familiares.”

Recentemente, o Deadline anunciou que John Lithgow retornará como o Trinity Killer no revival de ‘Dexter‘.



Detalhes sobre o seu retorno não foram revelados, mas especula-se que seja apenas uma participação especial – possivelmente em uma alucinação ou flashback, considerando que o personagem foi brutalmente assassinado pelo Dexter no final da quarta temporada.

Confira o novo teaser do revival:

Há alguns meses, Hall concedeu uma entrevista ao The Daily Beast e afirmou que o revival irá reparar o “desfecho decepcionante” da série original, que permanece como um dos finais mais criticados das telinhas.

“Vamos falar a verdade: os espectadores acharam que a conclusão da série foi muito decepcionante e sempre houve esperanças de que surgisse uma história que valesse a pena ser contada. Eu me incluo nesse grupo que se pergunta: ‘O que aconteceu com aquele cara?’. Então, estou empolgado em retornar. Nunca tive essa oportunidade de interpretar um personagem vários anos depois.”

Ele completa, fazendo menção ao desfecho da série clássica ‘A Sete Palmos‘, como um exemplo de final satisfatório:

“Eu definitivamente pensei que foi justificável o Dexter fazer o que fez. Acho que algumas críticas são em relação a isso, e também há as críticas sobre como tudo se encerrou, e elas são válidas. Nós vivemos em uma era que as expectativas são muito altas e tão simultâneas quanto as reações do público. Eu já participei dos dois extremos; finais ‘extremamente satisfatórios’ e ‘extremamente decepcionantes’.”



O elenco ainda conta com Jamie Chung (‘Lovecraft Country’) Clancy Brown (‘Tropas Estelares’), Julia Jones (‘O Mandaloriano’), Alano Miller (‘Sylvie’s Love’), Johnny Sequoyah (‘Believe’), Michael Cyril Creighton e Jack Alcott.

A trama do revival se passará dez anos após os eventos da 8ª temporada e não será ambientada em Miami, onde aconteceu a maior parte da série.

“Dez anos após o desaparecimento de Dexter Morgan durante o furacão Laura, os novos episódios vão acompanhar o personagem vivendo sob uma nova identidade… Longe de Miami.”

Marcos Siega retornará para dirigir seis dos dez episódios. Para quem não sabe, ele já havia dirigido nove episódios ao longo das temporadas anteriores.


O revival de ‘Dexter‘ está previsto para estrear ainda em 2021.

Clyde Phillips, produtor executivo da série original, será o showrunner do revival.

Comentários

Não deixe de assistir: