O cineasta canadense Denis Villeneuve disse que as visões do personagem Paul Atreides (Timothée Chalamet) em ‘Duna‘ (2022) foram inspiradas em suas próprias experiências com as drogas. O realizador falou a respeito do caso no evento Directors Guild of America, o Sindicato dos Diretores.

O diretor admitiu que, para exemplificar bem o que Chalamet precisava enxergar nas visões e como gostaria de filmar as cenas em questão, usou a sua própria vivência como exemplo, confira os detalhes:

“A verdade é que uma coisa que me ajudou tremendamente a dirigir Timothée foi relembrar algo que vivi com o meu filho. Meu menino fez um bolo de banana alguns meses antes de filmarmos a produção. O bolo era muito “temperado” e eu tive a pior viagem da minha vida. Mas me ajudou tremendamente, pode parecer estúpido, mas é bom experimentar essas coisas às vezes”, confessou Villeneuve.

Dennis Villeneuve disse que, apesar da experiência ter sido bem ruim, o momento o ajudou muito com a concepção da cena de ‘Duna‘: “Aquela viagem horrível com maconha me ajudou profundamente a direcionar Chalamet para essas visões, a mostrar para ele o que eu estava procurando.”


O cineasta disse que, ao contar para Chalamet como queria a cena, o jovem ator entendeu rapidamente: “Estranhamente, quando mencionei a experiência do bolo de banana para Timothée, ele entendeu! Essa é a verdade. Mas não tentem isso! [risos]”

Aproveite para assistir:



Duna‘ foi indicado em 10 categorias do Oscar, incluindo Melhor Filme, Melhor Roteiro AdaptadoMelhor Trilha Sonora OriginalMelhor FotografiaMelhor EdiçãoMelhor Design de ProduçãoMelhor FigurinoMelhor Maquiagem & Cabelo, Melhor Som e Melhores Efeitos Visuais.

Os vencedores serão anunciados no dia 27 de março.

O filme já está disponível no catálogo da HBO Max!


Segundo o jornalista Josh Encinias em atendimento a uma das sessões de Duna, o aclamado diretor Denis Villeneuve já deu início à produção da 2ª parte da adaptação – e que as filmagens devem começar em meados de 2022 (mais precisamente no dia 18 de julho do ano que vem).

Villeneuve já deu início à escrita do roteiro e começou a trabalhar no projeto antes mesmo de ganhar sinal verde na Warner Bros.. Segundo ele:

“Estou escrevendo a parte dois, agora, e me sinto com oito anos de idade de novo. Isso é muito incomum para mim. É a primeira vez que experimento ver um dos meus filmes e tenho um momento de pura gratidão, alegria e eu digo: ‘obrigado, vida, por me dar a oportunidade de trazer isso para as telas'”.

O diretor pretende fazer uma trilogia.


Crítica | Duna – Denis Villeneuve corresponde às expectativas?


Não deixe de assistir: