Na última sexta-feira estreou na Rede Globo a minissérie ‘Meu Nome é Liberdade‘, uma adaptação de ‘The Book of Negroes‘, romance do autor canadense Lawrence Hill publicado originalmente em 2007.

Com seis episódios no total, a minissérie é fruto de uma parceria entre Canadá e África do Sul, tendo sido exibida pela primeira vez em 2015 no país norte-americano. A trama conta a história de Aminata Diallo (Aunjanue Ellis), uma garota que é sequestrada por europeus em sua vila na África quando tinha apenas 11 anos e é levada para servir como escrava na Carolina do Sul, nos Estados Unidos do século 18. Por saber ler e escrever, ela se depara com um destino diferente do de seus conterrâneos.

Durante a Guerra de Independência Americana, Aminata é recrutada para registrar o nome dos negros que ajudaram a Inglaterra em um livro conhecido como O Livro dos Negros. O registro garantia a eles a alforria e a oportunidade de recomeçarem suas vidas na Nova Escócia, um território canadense. A partir daí a minissérie narra a trajetória de Aminata em busca da sua liberdade, passando por um revolução em Nova York, o isolamento na Nova Escócia e a selva de Serra Leoa.



Por se tratar de uma obra baseada em fatos históricos, ‘Meu Nome é Liberdade‘ emocionou o público, que não demorou muito para expressar suas reações no Twitter:



Aproveite para assistir:



Todos os episódios já estão disponível no GloboPlay, serviço de streaming da emissora.



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva