Tom Cruise realmente não tem medo do perigo e dispensou o dublê nas cenas de pilotagem do seu próximo filme, ‘Feito na América’ (American Made).

Segundo o diretor Doug Liman, ele não apenas pilotou os aviões, como chegou a abandonar o controle da aeronave para desempenhar outras funções em cenas de ação.

Durante uma entrevista ao site Yahoo! Movies UK, Liman pontuou o quão amedrontador era filmar algumas dessas tomadas:

“O contexto é caótico, voando em velocidade altíssima, próximo ao chão…naturalmente já estamos diante de um ambiente perigoso por si só. Aliado a isso, a trama conta com cenas de ação muito ágeis, onde ele joga fardos de cocaína do avião, atira…e em alguns destes momentos ele acaba deixando a cabine de controle e indo para a parte de trás da aeronave, para jogar mais uma dose de cocaína fora. Eu estava em um helicóptero filmando essa cena e aquilo me deixou impressionado. Não tinha ninguém na cabine! Ele estava absolutamente sozinho. Já é complicado ter o Tom Cruise pilotando uma avião sozinho. Agora tê-lo longe da cabine sem mais ninguém ali para dar suporte, isso é chocante. Um trabalho digno de um dublê sério”.

Feito na América é inspirado na real história de vida do piloto americano Barry Seal, que depois de passar a trabalhar ao lado da CIA, se torna um dos membros do tráfico de drogas em Medellín.

Feito na América‘ tem estreia marcada no Brasil para 31 de agosto.

Aproveite para assistir:

Assista ao trailer legendado:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE