O roteirista Max Borenstein vem trabalhando no Monsterverse da Warner Bros desde 2014, passando por Godzillaaté chegar em Godzilla vs Kong‘.

Deixadas de lados por anos devido aos repetitivos remakes e reboots, ambas as criaturas voltaram a cair no gosto do público graças à genialidade de Borenstein.

Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, ele comentou sobre as inovações nas tramas e como pensou em inserir dois dos mais famosos monstros de volta à cultura pop.



Godzilla já apareceu em 32 filmes desde 1954 no Japão. Quando Thomas Tull [CEO da Legendary Pictures] me procurou em 2011, ele disse que era fã do monstro e gostaria de uma versão definitiva com uma pegada mais americanizada, daí surgiu essa ideia de fazer uma nova franquia. Eu assisti ao primeiro filme [de 1954] e percebi o que fazia sucesso e o que não agradava o público.”

Ele continuou:

“O que eu precisava, era fazer um filme que se conectasse com o público, utilizando elementos históricos e culturais para inserir o Godzilla de volta ao mundo. Fizemos isso nos dois primeiros filmes, depois em ‘Kong: Ilha da Caveira‘. Eu precisava mostrar que esses filmes têm muitos mais do que brigas entre criaturas colossais. Os elementos humanos são o ponto de ligação da trama que nos fazem criar conexões com esses monstros.”

Borenstein detalhou que cada monstro representa momentos históricos com grande impacto na humanidade.

Aproveite para assistir:



“O Godzilla é nada mais do que um simbolismo para as bombas atômicas, como se elas ganhassem vida. Ele é um agente de destruição ambiental e tragédias globais do mundo moderno. O Kong já é uma força da natureza – nem bom nem ruim. Quando os humanos invadem seu habitat, tudo fica desequilibrado, então ele assume um pape contrário ao de Godzilla, ele vive para preservar a natureza… No fim das contas, você acaba torcendo por ele, porque você sente empatia.”

Depois de estabelecer as conexões entre os dois personagens, Borenstein explicou que estava na hora de investir no duelo entre eles.

Na sequência, as lendas finalmente se enfrentam ao mesmo tempo em que o público se depara com uma ameaça causada por uma conspiração humana.



Por isso, Borenstein acha que o novo filme apresenta a mais impiedosa trama do MonsterVerse porque ambos os monstros conquistaram a empatia e compreensão do público e suas batalhas são mais do que espetáculos gigantescos.

“Essas lutas são cheias de emoção. As pessoas estão torcendo por Godzilla ou Kong porque compreenderam que Godzilla é um animal que está tentando preservar o ecossistema deste mundo. Kong é esse anti-herói deslocado que não tem casa, nem família. No momento em que eles se chocam com a ameaça humana do mundo lá fora, você quer eles reconheçam e respeitem um ao outro como nós passamos a respeitá-los. Isso para mim tem sido o objetivo e a ambição de toda a franquia. “

Lembrando que o longa já estreou em alguns países e arrecadou US$ 139, 4 milhões até o momento, além de conquistar 76% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes.

No Brasil,  a estreia está marcada para 29 de abril.

Confira as principais críticas:



Godzilla vs. Kong oferece exatamente o que promete. É uma energia transbordante e entusiasmo e traz um espetáculo visual satisfatório.”, Impulse Gamer

“Missão cumprida: Independente de quem ganha, os fãs do outro também ganham”, Anthony Morris

“‘Godzilla vs. Kong’ revela sua própria premissa bizarra e oferece tudo o que você pagou.” -Doug Jamieson, The Jam Report

Godzilla vs. Kong basicamente cumpre sua promessa de um grande monstro lutando contra outro grande monstro. Depende apenas se você está disposto a enfrentar a má configuração que o rodeia.” – John Nugent, Empire Magazine

“Quando nosso próprio mundo parece estar à beira da ruína, esses monstros parecem nossos medos primitivos encarnados … (mas o filme) sofre da mesma doença de tantos sucessos de bilheteria modernos: é imensamente assistível, mas instantaneamente esquecível.” – Prahlad Srihari, First post


“Assistir a esses monstros famosos compartilharem a tela pela primeira vez desde King Kong vs. Godzilla de 1963, em uma série de batalhas coreografadas habilmente, consegue golpes reais…”, Jamie Graham – Total Filme

“O MonsterVerse finalmente aprendeu com seus erros. Esse filme é realmente divertido, com ótimos visuais e feito para vê-lo no cinema.”, eCartelera

Godzilla vs Kong merece ser calorosamente abraçado como um vendedor de pipoca antiquado e cafona, com espetáculo de punch’n’crunch suficiente para compensar seu início lento, personagens magros e narrativa desleixada.”, Jim Schembri

“Este filme de monstro provavelmente pareceria espetacular onde quer que você o assistisse, mas é absolutamente deslumbrante na tela grande com ação épica de monstro sobre monstro e efeitos sonoros estrondosos, quase ensurdecedores.”, The Indian Express

Na trama de ‘Godzilla vs. Kong‘, os adversários míticos se encontram em uma espetacular batalha, na qual o destino do mundo entrará em jogo. Kong e seus protetores embarcam em uma jornada perigosa para encontrar seu verdadeiro lar. Com eles está Jia, uma jovem órfã que tem uma ligação única e forte com Kong. Mas eles não sabiam que estavam no caminho de um Godzilla enfurecido, que está deixando um rastro de destruição pelo planeta. Esse combate épico entre os dois titãs, instigado por forças ocultas, é apenas o começo do mistério que jaz no núcleo da Terra.  

Dirigido por Adam Wingard (‘Você é o Próximo‘), o longa dará continuidade aos eventos de ‘Godzilla II: Rei dos Monstros‘ e ‘Kong: A Ilha da Caveira‘.

Revelado como ‘Kong – A Ilha da Caveira’ se conecta a ‘Godzilla’ [SPOILER]  

O elenco conta com Millie Bobby Brown, Julian DennisonRebecca HallEiza GonzalezBrian Tyree HenryAlexander Skarsgård, Jessica Henwick Demian Bichir.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva