Antes de dirigir o polêmico ‘Midsommar’, Ari Aster fez sua estreia como diretor de longas-metragens com ‘Hereditário‘, estrelado por Alex Wolff em 2018.

Quem assistiu sabe que que o personagem de Wolff se tornou o alvo de intensas turbulências físicas e emocionais, e isso deixou marcas psicológicas em sua vida.

Durante uma entrevista para o The Hollywood Reporter, Wolff admitiu que ficou perturbado depois de participar das gravações do terror.

“Esse filme foi a coisa mais difícil que eu já fiz e acho que me deixou perturbado, sabe? Ainda sinto desconforto, como se a história estivesse presa na minha mente. Algumas cenas não me deixaram dormir por dias, como o acidente de Charlie (Milly Shapiro). Essa cena em particular me assombrou por um bom tempo.”

O ator também disse que o resto do elenco parecia estar lidando bem com as gravações, mas para ele foi muito difícil sair do personagem.

“Todos tentavam deixar o ambiente com um tom mais leve e despreocupado. O resto do elenco parecia estar lidando bem com as gravações, mas não foi o meu caso, foi muito perturbador. Depois de entrar no personagem, era muito difícil quando eu tentava sair e voltar a ser o Alex.”

Orçado em US$ 10 milhões, ‘Hereditário‘ conseguiu arrecadar US$ 80 milhões pelo mundo, além de registrar 89% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Aproveite para assistir:

Assista nossa crítica:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE