Lena Headey havia participado de ‘Thor: Amor e Trovão‘, porém acabou ficando de fora da versão final do filme, no entanto isso não impediu a ex-agência da atriz de ‘Game of Thrones‘, a Troika/YMU, a processasse por supostas comissões que ela deixou de pagar pelo filme.

De acordo com a Variety, o processo que corre pela Justiça britânica alega que Headey deve pelo menos US$ 1,5 milhão à agência, incluindo US$ 500 mil pela participação em ‘Thor 4‘. Headey deixou o portfólio de clientes da Troika/YMU em maio de 2020.

A atriz alega que não deve nada à agência pelos projetos citados no processo, porque eles não foram negociados pelos representantes da Troika/YMU. No caso de ‘Thor: Amor e Trovão‘, o papel foi conseguido quando o diretor Taika Waititi a abordou pessoalmente.

Ela também apontou que nunca assinou nenhum contrato formal com a agência. Ela entrou para a lista de clientes da Troika/YMU quando o seu agente pessoal, Michael Duff, a fundou em 2017 – e, durante sua estadia por lá, operou através de um acordo verbal que fez com o profissional nos anos 90.


Vale lembrar que a Headey não foi a única que gravou cenas para ‘Thor: Amor e Trovão‘ e acabou tendo sua participação cortada. Segundo Christian Bale, um dos astros do filme, Peter Dinklage e Jeff Goldblum também foram excluídos da versão final.

O elenco também é formado por Jaime Alexander (Lady Sif), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Christian Bale (Gorr, o Carniceiro dos Deuses) e Russell Crowe (Zeus).

Aproveite para assistir:



Melissa McCarthy irá interpretar a “versão falsa” de Hela na trupe teatral de Asgard, ao lado de Matt Damon, Luke Hemsworth e Sam Neill.

Michael Giacchino (‘Batman’, ‘Ratatouille’) fica responsável pela trilha sonora.



 

Não deixe de assistir: