Quando se fala em “2001” e “cinema”, é muito provável que as pessoas pensem logo no clássico imortal de Stanley Kubrick, 2001: Uma Odisseia no Espaço. Porém, o tema da matéria de hoje não é sobre ele. Isso porque o ano de 2001 ficou marcado pelo início de várias sagas que deram o que falar nos últimos anos, sendo que algumas delas definitivamente deixaram sua marca na história e acabaram se tornando clássicos geracionais. Pensando nisso, o CinePOP separou filmes que completam 20 anos em 2021 e que iniciaram algumas de nossas franquias favoritas para você assistir no conforto de seu lar. Confira!

 

Onze Homens e Um Segredo

No início dos anos 2000, o mundo via a consolidação de dois galãs que conquistavam corações onde quer que fossem: Brad Pitt e George Clooney. Então, quando anunciaram o remake de Onze Homens e Um Segredo, filme de assalto dos anos 1960, seria estrelado pela dupla, o mínimo que se esperava era um longa-metragem de muita classe e ação. Completando o elenco, ainda tinham nomes como Julia Roberts, Andy Garcia e Matt Damon. Em resumo: puro suco de anos 2000. Na trama, dois criminosos de alto nível se juntam para planejar o maior assalto que Las Vegas já viu. Eles pretendem roubar os cofres dos três maiores cassinos da Cidade do Pecado na mesma noite. Para isso, a dupla vai atrás de um time de especialistas para conseguirem pôr o plano em ação. Além de ter virado referência para os filmes de assalto, o longa rendeu duas sequências e acabou indiretamente influenciando na moda masculina do início do século XXI.

Harry Potter e a Pedra Filosofal



Se você perguntar para uma criança dos anos 1990/2000 qual o filme que mais marcou a infância dela, é bem provável que ela cite uma das aventuras de Harry Potter e seus amigos na luta contra os bruxos do mal. Isso porque a franquia de oito filmes teve vários elementos a seu favor. O primeiro deles foi se basear em uma das obra infanto-juvenis de maior sucesso da história. Lançado em 1997, o primeiro livro da saga foi um fenômeno que ajudou a trazer a leitura para a realidade das crianças do final do século XX. Além disso, a produção escalou atores mirins até então desconhecidos, que foram crescendo junto do público-alvo, o que aumentava a identificação com o filme. Por fim, a direção de Chris Columbus, que já tinha trabalhado com esse universo infantil em Esqueceram de Mim e Uma Babá Quase Perfeita, deu o tom certo para introduzir o universo mágico nos cinemas. Bem, a história, que você já deve conhecer, mostra Harry Potter (Daniel Radcliffe), um menino de 10 anos, que descobre que é o bruxo mais famoso de um mundo mágico que ele sequer sabia que existia. Levado para estudar em Hogwarts, ele faz amigos e percebe que faz parte de uma história muito maior, cheia de mistérios e polêmicas. O primeiro filme foi um grande sucesso e garantiu que toda a saga dos livros fosse adaptada para os cinemas em oito filmes que foram fenômenos de bilheteria. A história do bruxinho marcou a primeira década do século XXI – já que o último capítulo, lançado em 2011, completa 10 anos em 2021 – e ainda rendeu uma franquia prequel chamada Animais Fantásticos e Onde Habitam. Com isso, o “Mundo Bruxo” acumula mais de US$ 9 bilhões em bilheteria, fazendo dele a terceira maior bilheteria de “universos cinematográficos”, perdendo apenas para o Universo Cinematográfico Marvel e Star Wars.


O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel

Aproveite para assistir:



Se Harry Potter colecionou dinheiro, O Senhor dos Anéis colecionou prêmios. O papa-títulos do mundo da fantasia medieval encerrou a trilogia principal com nada menos que 30 indicações ao Oscar – sem contar as 7 indicações obtidas pela trilogia O Hobbit -, das quais venceu nada menos que 17 estatuetas, incluindo o tão sonhado “Melhor Filme“. E a trilogia também não fez feio, se encerrando com quase US$ 3 bilhões ao redor do mundo. Pois bem, isso tudo começou em 2001 com O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. Dirigido por Peter Jackson, que até então era conhecido por filmes trash, o longa adapta a obra máxima de J. R. R. Tolkien para as telonas. Como os livros eram riquíssimos em detalhes, houve um receio dos fãs que temiam que os cortes destruíssem a visão deles sobre a obra. No entanto, Jackson realizou um trabalho magnífico, prezando por grandes planos abertos e cenas importantíssimas saídas diretamente dos livros. Estrelado pelo pouco badalado Elijah Wood e contando ainda com lendas do cinema como Ian Mckellen, Cate Blanchett e o monstruoso Christopher Lee, que chegou a conhecer o próprio Tolkien ainda em vida, A Sociedade do Anel ajudou a consolidar nomes como Hugo Weaving, Liv Tyler, Viggo Mortensen, Orlando Bloom e Sean Austin no mundo do cinema. O primeiro capítulo da trilogia mostra o início da jornada de Frodo Bolseiro (Elijah) para levar o Um Anel até Mordor para destruí-lo e impedir que Sauron, o senhor das sombras, tome conta da Terra Média. O filme ficou bem grande, mas ainda assim conquistou o público que ficou ansioso pelo desenrolar da trilogia. O sucesso foi enorme e rendeu uma trilogia prequel, chamada O Hobbit, que contou a história de Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) em sua aventura para ajudar os anões a retomarem seu reino e enfrentar o terrível dragão Smaug (Benedict Cumberbatch). Apesar de não ter sido tão importante para a história do cinema quanto O Senhor dos Anéis, a trilogia prequel conseguiu seus fãs e fez muito dinheiro nas bilheterias.



Velozes & Furiosos

Amada e odiada por muitos, a franquia Velozes & Furiosos começou como um filme de rachas de carros e se expandiu para um retrato das tendências do cinema de entretenimento dos últimos 20 anos. É interessante ver como praticamente todos os filmes da saga da “família” Toretto fazem uso de artifícios e estilos que estavam em alta na época de seu lançamento. Por isso, talvez, o primeiro Velozes & Furiosos tenha esse jeitão de filme de assalto, enquanto os últimos são praticamente filmes de super-heróis com carros tunados. Goste ou não, os filmes encabeçados pelo careca bombado Vin Diesel, se tornaram um verdadeiro fenômeno e mostraram que nem sempre ser um “parque de diversões” é algo ruim para o cinema. Então, antes de saltarem de prédios com carros e desviarem mísseis com as mãos, a gangue de Dominic Toretto (Vin Diesel) realizava rachas pelas estradas dos EUA e assaltos a caminhões de aparelhos eletrônicos, como DVD players. Suspeitando do grupo, a polícia manda Brian O’Conner (Paul Walker) se infiltrar no grupo para tentar solucionar o caso. Em meio a tiros, mistérios e muita corrida irresponsável pelas ruas de Los Angeles, a dupla acaba trocando farpas e passando por situações tensas. Com o tempo, nomes consagrados do cinema de ação, como The Rock e Jason Statham entraram para a franquia, que é uma das mais lucrativas na atualidade, que tem seu nono capítulo marcado para estrear em 2021.

 

Qual desses filmes é o seu favorito? Diga nos comentários!



Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE