Franquia tem longa ligação com os video games

O sucesso da saga Star Wars nos cinemas é lendário e pavimentou o caminho para diversas obras da ficção cientifica no decorrer das décadas. Ainda assim, a influência da marca se estende para reinos muito além da sétima arte e envolvendo os mais diversos e inusitados produtos possíveis; dentre eles os video games.

O recente boato de que as guerras na galáxia tão tão distante pode ganhar um jogo feito pela desenvolvedora Quantic Dreams (Heavy Rain, Detroit: Become Human), que por sua vez é muito mais especializada em narrativas imersivas do que em gameplays refinadas, realçou a presença da saga em diversos jogos.

A criação de George Lucas mora no coração de muitas pessoas que jogam games com regularidade ou eventualmente, sendo não apenas uma diversão atual mas também a porta de entrada para muitos nesse hábito. A estreia da franquia na indústria de jogos foi em 1982; seguindo a esteira do sucesso alcançado com Império Contra-Ataca dois anos antes a Parker Brothers desenvolveu um jogo homônimo para Atari 2600.



O primeiro jogo de Star Wars

De mecânica simples o objetivo do jogador era controlar um caça rebelde enquanto visando derrubar os poderosos AT-AT imperiais na batalha de Hoth. Esse foi só o ponta pé inicial do que seriam as adaptações de Star Wars nos jogos; sendo assim, seguem mais cinco exemplos de grandes momentos do título nessa mídia.

5) Battlefront II

Aproveite para assistir:

Poucos jogos tiveram um lançamento tão problemático quanto Battlefront II, disparando não só o ultraje dos críticos de longa data da desenvolvedora EA Games como também toda uma discussão amplamente inédita sobre microtransações (todo tipo de vantagem que podem ser compradas em partidas online usando dinheiro real).

O competitivo de “Battlefront II” ainda é muito ativo

Ainda assim, com todos os problemas possíveis, o título eventualmente deu a volta por cima e se tornou um dos exemplares competitivos mais adorados da saga, com constantes atualizações baseadas nos filmes da nova trilogia sendo lançados constantemente fornecendo novos cenários de confronto e personagens especiais.



4) Lego Star Wars

A marca de brinquedos Lego já é bastante tradicional no ramo dos blocos de construção, com abordagens temáticas das mais diversas propriedades. Com Star Wars não foi diferente, porém essa combinação se deu principalmente pelo clássico jogo de Playstation 2.

A franquia Lego é bastante amada por diversos jogadores

Inicialmente lançando uma adaptação em lego da trilogia prequel porém eventualmente abordando também da trilogia clássica, a TT Games entregou um produto que transborda humor e satiriza todo o universo criado por George Lucas sem esquecer da essência do mesmo; entendendo o que torna Star Wars algo especial. É esperado que em algum momento no futuro próximo seja lançado a chamada Skywalker Saga que vai reunir todos os títulos de Star Wars Lego.

3) Star Wars: Battlefront II (Playstation 2)

Não está errado não; em 2005 a Pandemic Studios lançou a sequência do jogo de guerra ambientado no cenário de Star Wars, seguindo o modelo de sucesso na época proposto por Counter Strike e Medalha de Honra. Sem contar com um enredo, o título oferece a possibilidade do jogador reviver certos momentos das trilogias prequel e clássica.

O predecessor da franquia da EA Games também foi um shooter muito conhecido

Dessa forma é possível jogar tanto com as forças da República contra os Separatistas como com as forças rebeldes contra o Império (e vice-versa). Em certos momentos é possível também desbloquear cavaleiros Jedi, que possuem toda uma mecânica diferente dos soldados padrão, servindo assim como uma inspiração para o já mencionado anteriormente título da EA Games.

2) Force Unleashed



Outro clássico do Playstation 2, o título não esconde ser um herdeiro de KotOR ainda que se recusando a adotar as mesmas mecânicas de RPG. O jogador assume o controle de Galen que, ao ver o pai Jedi ser morto por Darth Vader, é recrutado pelo mesmo para ser seu aprendiz, adotando assim o nome de Starkiller e caçando outros Jedi sobreviventes pela galáxia.

Starkiller, aprendiz de Darth Vader, precisará escolher um lado

Ambientada após o episódio III, a trama dá continuidade direta ao expurgo dos Jedi e ascensão do Império. Ao mesmo tempo o protagonista presencia o início da rebelião e dessa forma caberá ao jogador qual caminho moral seguir, variando entre dois finais extremos.

1) Knights of the Old Republic

A prova cabal de que Star Wars não precisa ser necessariamente um jogo de guerra, o clássico KotOR foi desenvolvido nos períodos iniciais da Bioware e por tanto tem em sua essência elementos de RPG clássico muito fortes. A trama se passa muito antes dos filmes, durante um levante dos sith em que os Jedi quase foram dizimados.

O jogador então começa customizando seu personagem (como é tradicional de um RPG) que, sem memória, acorda em uma nave da República. A partir daí há todo o caminho liberado para que se possa fazer as escolhas devidas, com o protagonista podendo seguir para o lado luminoso ou sombrio da força. 


 

Comentários

Não deixe de assistir: