Recentemente, fomos inundados por novos trailers de superproduções que tem algo em comum: todas são ficções científicas com toques de ação e suspense, de grandes estúdios, protagonizadas por astros do momento e dirigidas por nomes de peso na indústria. Ah sim, também possuem tramas passadas no futuro e questionam algum elemento de nossa sociedade realizando um pertinente argumento. Afinal, todas as melhores ficções científicas debatem nosso presente, espelhando para onde iremos. Os artefatos tecnológicos são apenas a cereja no bolo, a verdade é esta.

Em 2021, teremos produções que ponderam sobre a guerra, vidas passadas, memórias, simulações e evolução. Pensando nisso, com as estreias dos trailers de Infinite, A Guerra do Amanhã e Reiminscence, respectivamente da Paramount, Amazon e HBO Max/Warner, resolvemos confeccionar uma nova matéria, adicionando estas produções a outros grandes lançamentos da segunda metade de 2021, que possuem como tema o futuro de nossa humanidade, a ficção científica e a fantasia. Sejam elas adaptações de obras clássicas, continuações, adaptações de livros menos conhecidos ou até mesmo ideias originais (cada vez mais raras em Hollywood). Confira abaixo e se é fã do gênero não esqueça de anotar as datas pois elas começam a chegar muito em breve.

Infinite

Começamos a lista com esta aposta milionária da Paramount, que chega com os dois pés na porta para impulsionar o seu serviço de streaming, o Paramount Plus. Pedindo espaço para as gigantes do mercado como Netflix, Amazon e Disney, o estúdio investe pesado em sua produção original da plataforma. Mark Wahlberg pega o papel principal que seria de Chris Evans antes de ter que abandonar o projeto por motivos de agenda. A trama baseada num livro mostra conexões de vidas passadas de pessoas conhecidas como infinitas, que possuem o dom de lembrar de suas vivências e reencarnações. O filme, é claro, tem cenário no futuro e possui toques de Matrix. A direção é de Antoine Fuqua (Dia de Treinamento), e a estreia está programada para esta quinta-feira, dia 10 de junho.



A Guerra do Amanhã

A guerra é algo terrível. É inacreditável pensar que com séculos de civilização humana, atrocidades continuam a ser cometidas. Porém, existem diversos tipos de guerra. Uma delas é pela audiência. É onde se encaixa esta superprodução da Amazon, que traz Chris Pratt (Guardiões da Galáxia) como protagonista. Nas telas, a guerra aqui é outra, contra invasores alienígenas (o que no passado era utilizado com frequência para analogias). Na trama, cidadãos comuns são alistados para lutar uma guerra no futuro contra uma raça que almeja nos destruir, e para isso são transportados a uma nova realidade. Chris McKay (Lego Batman) faz sua estreia na direção de live actions, e o lançamento ocorre no dia 2 de julho.

Free Guy: Assumindo o Controle

Muitos podem achar que nossa vida hoje, através de uma rotina bastante virtual, está cada vez mais parecida com um grande vídeo game. E não estariam de todo errados. É exatamente isso, ou quase, que propõe esta ficção científica de ação e comédia. Mistura de Detona Ralph (2012), Jogador Número 1 (2018) e Matrix (1999), um bancário (Ryan Reynolds) descobre que toda a sua realidade é artificial, já que ele mesmo se trata de um programa de computador dentro de um game. Jodie Comer, da série de sucesso Killing Eve, coprotagoniza. Shawn Levy, produtor de sucessos como Stranger Things e A Chegada, dirige. A produção é da extinta Fox, agora parte da Disney, e a estreia está programada para o dia 13 de agosto.

Aproveite para assistir:





Reminiscence

E se alguns itens acima na lista utilizavam a influência de Matrix em suas tramas, aqui podemos dizer que esta história cem por cento original utiliza de referências a outra ficção que marcou época se tornando um fenômeno muito querido do público: A Origem (2010). No filme com Leonardo DiCaprio, uma tecnologia era capaz de nos fazer adentrar realmente os sonhos. Aqui em Reminiscence, um cientista descobre uma forma de reviver o passado e decide usar esta tecnologia para encontrar um amor perdido. Hugh Jackman, o eterno Wolverine, é quem puxa o bonde no elenco, seguido por Rebecca Ferguson e Thandie Newton. O filme é escrito e dirigido por Lisa Joy, cunhada de Christopher Nolan, e criadora da série Westworld. A estreia é na HBO Max no dia 3 de setembro.

Duna

Uma das estreias mais aguardadas do ano, a superprodução Duna é um filme que deixa os fãs ansiosos há bastante tempo. Para desespero de seu criador, o talentosíssimo Denis Villeneuve, a estreia ocorrerá de forma simultânea nos cinemas e na plataforma da HBO Max (cortesia do coronavírus). Duna, é claro, é uma obra atemporal, que nasceu das páginas do novo clássico escrito por Frank Herbert e já foi aos cinemas em 1984, numa produção de David Lynch. Agora, Duna terá a chance de se redimir com o público e se tornar uma tão almejada franquia. A trama é uma espécie de O Poderoso Chefão do espaço, mostrando famílias (ou clãs) se matando pelo poder e controle de uma iguaria rara. O elenco é um dos grandes atrativos aqui, se posicionando já como um dos melhores de anos recentes. Timothée Chalamet, Zendaya, Jason Momoa, Dave Bautista, Javier Bardem e Josh Brolin são apenas alguns dos “jogadores” aqui. A estreia está programada para 30 de setembro, passando antes pelo prestigiado Festival de Veneza.

Os Eternos

Sim, até a Marvel resolveu jogar no terreno da ficção científica em 2021. Não que o estúdio já não tenha molhado os pés no gênero anteriormente, afinal as bases dos quadrinhos da editora estão intimamente ligadas com a ciência e ela foi a fonte para a criação de personagens como o Homem-Aranha, o Hulk e o Homem de Ferro. Depois de conquistar o espaço em grande estilo com os filmes dos Guardiões da Galáxia, uma nova superprodução da casa vem dos céus para visitar o planeta Terra. Os Eternos são seres criados pelos Deuses alienígenas na semelhança dos humanos. Durante os séculos eles apenas observaram. Mas agora chegou a hora de interferirem e se revelarem para nós. E quando olhamos para Angelina Jolie e Salma Hayek nos certificamos de estarmos diante de Deuses de outro planeta. A estreia é para o dia 5 de novembro, resta saber se entrará de forma simultânea na plataforma da Disney+.

Matrix 4



Por enquanto sem subtítulo, o quarto Matrix é uma realidade. O filme original, de 1999, mudou para sempre o cinema e apresentou uma obra que era o melhor dos dois mundos: revolucionou a parte técnica com efeitos primorosos, coreografias de lutas tão influentes que são usadas até hoje, e em relação ao conteúdo, se tornou tão questionador que sua trama ainda ecoa. Afinal, estamos realmente vivos, acordados ou tudo não passa de uma grande simulação de máquinas (ou Deuses)? Matrix Reloaded e Matrix Revolutions foram lançados no mesmo ano, em 2003, com intervalo de meses, o que garantiu uma verdadeira Matrix Mania na época. Agora, num tempo de reinvestidas no passado e muita nostalgia, chega a hora de uma nova olhada neste universo. Muita coisa mudou desde então, os diretores, os irmãos Wachowski, se tornaram as irmãs Wachowski, ressignificando (ou quem sabe apenas exteriorizando) suas existências. Outras nem tanto, já que Keanu Reeves e Carrie-Anne Moss estão de volta aos papeis de Neo e Trinity. A estreia será no HBO Max no dia 22 de dezembro.

Bônus: Mate ou Morra

Também conhecido por seu título original Boss Level. Embora este já tenha estreado em março na plataforma Hulu (que segue inédita no Brasil), ainda não foi lançado em nosso país e tem estreia prometida para o dia 26 de agosto pela Imagem Filmes. Com traços de Free Guy, porém, mais voltando a uma ação crua e visceral, este filme “tiro, porrada e bomba” mistura a temática de Feitiço no Tempo (1993) com videogames. Os veteranos Mel Gibson, Naomi Watts e Michelle Yeoh são os chamarizes no elenco. Quem protagoniza é Frank Grillo na pele de um agente das forças especiais preso num looping temporal no dia de sua morte. Annabelle Wallis completa o elenco principal. A direção é de Joe Carnahan (Esquadrão Classe A).

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva