De acordo com a revista Vanity Fair, o programa da apresentadora Ellen DeGeneres está sendo investigado pela Warner Media depois que o BuzzFeed publicou um artigo expondo comportamentos racistas nos bastidores.

O texto alega que funcionários do programa denunciaram os executivos da atração por promoverem piadas de mal gosto e tratamentos extremamente tóxicos por trás das câmeras.

O nome da apresentadora não foi mencionado diretamente, mas as denúncias sugerem que ela ‘finge que não vê ou não escuta’ os maus-tratos.



Além disso, os empregados que passaram a trabalhar em home office por conta da pandemia do Coronavírus tiveram seus salários reduzidos, mesmo cumprindo a carga horária habitual.

Ao todo, 10 ex-funcionários e um atual reclamaram da forma como foram tratados, e um deles declarou que:

“Na frente das câmeras há todo essa conversa de ‘sejam gentis’, ‘promovam respeito’, mas é tudo besteira… Isso só acontece quando as câmeras estão ligadas.”



Procurados pelos assessores da revista, os produtores Ed Glavin, Mary Connelly e Andy Lassner não quiseram se manifestar sobre as acusações.

Aproveite para assistir:



Depois disso, a Warner Media emitiu um comunicado convocando todos os funcionários do programa enquanto uma empresa de auditoria fará uma investigação para avaliar a relação entre os envolvidos.

Até o momento, DeGeneres também não se pronunciou sobre a polêmica.

Para quem não conhece, o The Ellen DeGeneres é um talk-show diurno exibido há 17 anos, reunindo diversas entrevistas e curiosidades sobre as celebridades mais populares de Hollywood.



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE