Após o surto de Coronavírus, diversos internautas começaram a espalhar fake news e informações sem fundamento através das redes sociais, o que só prejudica a situação.

Durante uma entrevista à Uproxx, Will Smith disse que se também se sente responsável pela desinformação em torno da doença por causa de seu papel em ‘Eu Sou a Lenda‘.

Para quem não se lembra, o longa é ambientando em futuro pós-apocalíptico causado pela propagação de um vírus que transforma as vítimas numa espécie de zumbi.



Para acalmar os fãs, Smith aconselhou que estudem sobre o caso antes de espalharem falsas notícias.

“Eu queria esclarecer tudo isso porque fiz Eu Sou a Lenda‘, e algumas pessoas que assistiram acham que o mundo vai ficar assim. Então me sinto responsável por grande parte de toda essa desinformação. Enquanto eu estava me preparando para o filme, tive a oportunidade de estudar com alguns virologistas. Isso realmente mudou minha vida, porque agora tenho uma compreensão básica sobre vírus e patógenos, então aconselho que as pessoas estudem antes de espalharem notícias falsas.”

Apesar do sucesso de ‘Eu Sou a Lenda‘, a ficção dirigida por Francis Lawrence nunca ganhou sequência.

Em entrevista ao Happy Sad Confused, o diretor explicou o motivo.



“A Warner realmente queria uma sequência, e eu simplesmente não sabia como fazê-la. As pessoas vieram ver o último homem na Terra. Nós fizemos o último homem na terra, ele morreu no final do filme, não podemos fazê-lo novamente. E as pessoas não estavam apaixonadas por ele como personagem. Não é tipo o Indiana Jones, ou um personagem icônico que você quer ver novamente e novamente e novamente”, ele disse.

Segundo o Lawrence, faltou uma boa ideia que justificasse a sequência.

Aproveite para assistir:



“Eles mandaram eu fazer uma pré-sequência para trazer de volta o Will Smith. Mas achei isso realmente burro, então não aceitei”, concluiu.

Na trama do original, um terrível vírus incurável, criado pelo homem, dizimou a população de Nova York. Robert Neville (Smith) é um cientista brilhante que, sem saber como, tornou-se imune ao vírus. Há 3 anos ele percorre a cidade enviando mensagens de rádio, na esperança de encontrar algum sobrevivente. Robert é sempre acompanhado por vítimas mutantes do vírus, que aguardam o momento certo para atacá-lo. Paralelamente ele realiza testes com seu próprio sangue, buscando encontrar um meio de reverter os efeitos do vírus.

Lançado em 2007, ‘Eu Sou a Lenda‘ arrecadou US$ 586 milhões pelo mundo, a partir de uma orçamento de US$ 160 milhões.



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva