Fazer rir é muito difícil. Ao longo da história do cinema, inúmeros filmes vieram com propostas leves e irreverentes buscando como objetivo fazer o público se divertir! Mas nem todos conseguem! Fazer rir é complexo e realizar uma obra que seja lembrada tempos depois de vista é mais complexo ainda. Seguindo por esse caminho resolvemos fazer algumas indicações bem legais! Na lista abaixo, seguem algumas dicas de 10 filmes de comédia que nos fazem ficar rindo durante semanas:

 

O Closet


Considerada uma das mais divertidas comédias do cinema francês, O Closet conta a história de François Pignon (Daniel Auteuil), um homem desprezado pelos colegas de trabalho, divorciado e com um filho que não gosta dele. Tudo muda em sua vida quando, à beira do desemprego, resolve sair do armário de mentirinha transformando sua vida e a de todos os outros ao seu redor. O longa-metragem conta com a participação especial do ator Gérard Depardieu.

 

Aproveite para assistir:



Funcionário do Mês


Um dia sem rir é um dia desperdiçado. Com o selo de uma das maiores bilheterias da história do cinema italiano, o novo trabalho do diretor italiano Gennaro Nunziante, Funcionário do Mês, é o que podemos dizer de comédia simples mas que navega por temas polêmicos e possui na força de suas cenas um ponto de interação interessante com o público. Protagonizado pelo comediante Checco Zalone, um grande show de situações sem noção é criado e por mais que em alguns momentos o filme se perca totalmente consegue fazer rir com eficiência.

 

Que Mal Fiz a Deus?

O segredo da felicidade é escolher a comédia e largar o drama. Dirigido pelo francês Philippe de Chauveron, chegou aos cinemas brasileiros anos atrás uma das mais engraçadas comédias francesas dos últimos anos, Que Mal Fiz a Deus? . Contando com uma atuação para lá de inspirada do veterano ator Christian Clavier, o filme se sustenta nas irritações hilárias do personagem principal que entra em total desespero quando sabe dos pretendentes das suas quatro filhas.


 

Se Fazendo de Morto

Em uma região fria da França, um ator que ganhou o Cesar (uma espécie de Oscar do cinema francês) de revelação na década de 80, chamado Jean Renault (François Damiens) que todos não gostam de trabalhar e que está atualmente desempregado, consegue um trabalho inusitado: atuar como ator em reconstituições de crimes. Assim, logo em seu primeiro dia de trabalho enfrenta uma metódica juíza e uma cidade cheia de mistérios, ajudando a polícia a desvendar o assassinato.

 


Qual o nome do Bebê?

Na trama, conhecemos Vincent um homem simpático que está prestes a se tornar pai. Ele e sua mulher Anna são convidados para jantar na casa de sua irmã Elisabeth e de Pierre seu cunhado e chegando lá encontra Claude, um velho amigo de infância. Enquanto a mulher de Vincent não chega a reunião uma confusão é instaurada na sala de estar por conta de perguntas, piadas e opiniões fortes sobre sua futura paternidade, transformando um simples jantar em um verdadeiro caos.

 

Casal Improvável


Na trama, conhecemos a secretaria de estado dos Estados Unidos, Charlotte Field (Charlize Theron), uma mulher inteligente que luta por causas nobres e acaba tendo a oportunidade de concorrer ao lugar mais cobiçado da Casa Branca. Em certa noite, em uma festa reservada, acaba reencontrando Fred Flarsky um jornalista de que ela cuidava quando criança. Logo a empatia entre os dois aparece e Charlotte resolve chama-lo para ser seu redator de discursos, isso acaba abrindo margem para o surgimento de um sentimento intenso entre os dois ao longo de todos os preparativos de lançamento de candidatura à Presidência.

 

American Pie: O Reencontro


Na trama, o famoso grupo de amigos se reúne para uma festa de comemoração, um reencontro entre os formandos do “High School” de anos atrás. Um está com problemas sexuais no casamento (Jim), o outro virou celebridade de um programa esportivo (Oz), o arranjador de confusões Stifler virou um temporário em uma empresa, um viajou pelo mundo (Finch) e o outro é praticamente um ‘dono de casa’ (Kevin). Entre uma confusão e outra, muitas menções ao Facebook (provando que eles estão em um novo século), reflexões sobre a vida e reencontros que marcarão para sempre esses jovens que estavam sumidos da telona.

 


Guerra é Guerra

Na trama, dois agentes da CIA (que adoram se meter em confusão) são parceiros inseparáveis e melhores amigos até que ficam interessados pela mesma mulher. Assim, começa um jogo de gato e rato para saber quem conquista o coração da atraente jovem, que acaba afetando a amizade entre eles.

 

Coração de Leão – O Amor não tem tamanho

Um grande amor não se encontra em toda esquina. Partindo deste princípio básico do manual do homem romântico moderno, o diretor argentino Marcos volta as telas do cinema para falar sobre o amor. Coração de Leão – O Amor não tem Tamanho é um filme água com açúcar, divertido como os bons longas de humor argentino. Julieta Díaz e Guillermo Francella formam um simpático e atraente par romântico que deve tirar muitos risos da plateia.

 

Um Convidado bem Trapalhão


Lançado no final da década de 60 nos cinemas de todo o mundo, essa hilária comédia protagonizada por Peter Sellers nos mostra as hilárias situações que se mete um ator que é convidado sem querer para uma festa de um poderoso produtor de filmes em Hollywood.

Não deixe de assistir: