quinta-feira, julho 18, 2024

10 filmes que nos fazem refletir sobre o TÉDIO

Desordens emocionais? Um sentimento de vazio? Definir esse estado de espírito chamado tédio não é algo simples mas é um momento na vida de muitos personagens de muitos cotidianos por aí. O mundo do cinema explora essa questão em diversos recortes geralmente com um protagonista em momento de incertezas. Para explorar o tema, resolvemos criar abaixo uma lista com 10 filmes que nos fazem refletir sobre o tédio:

 

Pronto pra Recomeçar

Na trama, um homem fica desempregado, ao mesmo tempo, é abandonado pela mulher por conta de seu alcoolismo sem fim. No fundo do poço, ele passa a viver alguns dias no jardim de onde morava, por conta de suas coisas estarem jogadas por lá e ele não poder entrar em sua residência. Nesse momento, resolve promover uma espécie de bazar, colocando à venda tudo o que tem.

 

Tudo o que Você tem

Sem ligações humanas a vida não tem sentido. O longa canadense Tudo o que Você Tem é um drama nada superficial sobre erros de um passado triste. O filme, que é dirigido por Bernard Emond, invoca a alma dramática e a questão existencialista. Durante os poucos mais de 90 minutos de fita vamos passeando pela tristeza do protagonista e entendendo aos poucos o porquê de tamanha solidão.

 

Não deixe de assistir:

O Dilema de Aziz

Na trama, conhecemos Aziz (Engin Günaydin), um homem de meia idade que trabalha em uma agência de publicidade na Turquia. Ao seu redor, seus amigos mostram que todos, na verdade, possuem conflitos existenciais fortes. Assim, Aziz durante um bom período se mete em inúmeras situações tentando melhorar seus pensamentos sobre o que gira ao seu redor.

 

Encontros

Os lamentos de dois corações amargurados pela natureza melancólica. História de amor? Drama existencial? Críticas ao melodramático viver? Classificar o filme do cineasta francês Cédric Klapisch (dos ótimos Albergue Espanhol e Bonecas Russas) é muito difícil, o que pode ser muito positivo para quem tem faro macro sobre a ótica da vida. Não é um filme bonito, é um filme que se aproxima de muitas almas na realidade, então, joga limpo, é despido de entrelinhas não decifráveis, o gesto fala mais que muitas palavras. Há bloqueios para amar, outras preocupações ocupam a mente desses jovens, sozinhos em uma cidade enorme como Paris.

 

Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum

Na trama, acompanhamos todos os passos de Llewyn Davis (Oscar Isaac) um músico, especialista em músicas do gênero Folk, que após perder seu grande parceiro musical, caí na realidade e nas dificuldades de voltar a fazer sucesso. O músico, que possui uma terrível habilidade de brigar com qualquer pessoa ao seu redor, vive em dificuldades constantes e dorme a cada dia na casa de um dos seus pacientes amigos. Em uma época onde pedir carona era uma coisa comum, anda com seu violão de um lado para outro em busca de seu objetivo.

 

A Vida Secreta de Walter Mitty

Na quimérica história, conhecemos Walter Mitty (Ben Stiller), um homem que trabalha há 16 anos em uma revista de grande circulação chamada Life sendo gerente da parte de processamento de imagens. Walter é tímido, tem poucos amigos e possui uma imaginação que ultrapassa qualquer limite da definição de absurdo. Em suas experiências memoráveis dentro de seus sonhos, o pacato cidadão possui inúmeras histórias fantásticas. Porém, na realidade, sofre por não conseguir se aproximar da mulher que ama e enfrentar de frente os grandes vilões de sua vida. Quando seu emprego é colocado em risco, Walter (um surpreendente e exímio skatista) parte em uma jornada muito mais fantástica que qualquer outro sonho já visto.

 

Vida Selvagem

Na trama conhecemos Jerry (Jake Gyllenhaal) e sua esposa Jeanette (Carey Mulligan), um casal de classe média baixa que mora em uma cidadezinha de Montana em meados dos anos 60. O Casal possui um único filho, Joe (Ed Oxenbould), e muito pela ótica desse personagem que vamos acompanhando o casamento dos pais ir do céu ao inferno, culminando em uma separação dolorosa onde mudanças acontecerão para marcar a vida de todos os envolvidos.

 

A Vida em Espera

Na trama, conhecemos um advogado de classe média alta chamado Howard Wakefield (Bryan Cranston), casado há 14 anos com a bela Diana (Jennifer Garner) e pai de duas gêmeas adolescentes. Um dia, após uma catastrófica volta pra casa em meio ao seu bairro completamente sem luz, ele praticamente sofre um colapso emocional/nervoso e resolve passar a noite em um lugar onde ninguém o procuraria: o porão de sua casa. Quando ele acorda, decide continuar o plano e assim passa semanas vivendo na escassez de comida e refletindo sobre sua vida, conforme vai vendo como sua família reage pela sua ausência.

 

O Abismo Prateado

Na trama, conhecemos a conflituosa Violeta, uma dentista mãe e mulher moradora de Copacabana. Certo dia, após receber uma mensagem, começa a sofrer de desespero inconsequente, sua vida desmorona e seu marido que viajara para Porto Alegre está envolvido nesse novo destino que lhe é traçado. Correndo contra suas tristezas, decepções e solidão, Violeta embarca em uma curta jornada para tentar entender a situação que lhe foi imposta.

 

Desajustados

Na trama, conhecemos o solitário Fúsi (Gunnar Jónsson), um ser humano que leva uma vida monótona em uma cidadezinha europeia. Fúsi trabalha no departamento de cargas e bagagens do aeroporto de sua cidade e quase diariamente sofre Bulliyng de alguns colegas de trabalho. O protagonista mora com sua mãe e seu padrasto, e certo dia, o segundo matricula Fúsi em uma aula de dança onde ele acaba conhecendo Sjöfn (Ilmur Kristjánsdóttir) e essa pode ser a grande chance dele descobrir uma nova vida.

 

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS