Criado oficialmente em 27 de julho de 1940, o coelho mais famoso do cinema e da televisão completou nada menos que 80 anos nesta semana. Tendo passado por diferentes versões ao longo dos anos, uma coisa nunca mudou: sua personalidade. Sarcástico, brincalhão, implicante e muito seguro de si, o Pernalonga conquistou diversas gerações com seu carisma e sua criatividade. Por conta do aniversário do “Toelho”, o CinePOP separou algumas curiosidades sobre ele que você talvez não saiba. Confira!

 

Ele era originalmente branco

Apesar de ter nascido em 1940, o Pernalonga teve um “protótipo” lançado em 1938. Nessa versão, ele era um coelho branquinho com personalidade muito parecida com a do Pica-Pau. Com um sotaque caipira carregado, o coelho, apelidado de Happy Rabbit, estrelou dois curtas até  sofrer uma importante mudança no terceiro: ele passaria a ser representado como um coelho cinza. No comecinho de 1940, sob produção do lendário Chuck Jones, o Happy Rabbit daria seu ar da graça pela última vez. No curta Elmer’s Candid Camera, o coelho encontraria seu arqui-inimigo, Hortelino Troca-Letras, pela primeira vez.

 

Aproveite para assistir:

Seu nome é em homenagem a um dos criadores

Hardaway faleceu em 2017

Em julho de 1940, o Happy Rabbit evoluiu para o Coelho, a Lenda, o primeiro e único Bugs Bunny, ou Pernalonga aqui pra gente. A ideia era manter o nome antigo, mas Charlie Thorson viu as folhas com modelos de animação do personagem desenhadas por Ben “Bugs” Hardaway e resolveu escrever “Bug’s Bunny” (o coelho do Bugs) na parte de trás da folha para indicar que aquelas eram as folhas de Ben. Só que, quando os desenhos foram para a gráfica para fazer os pôsteres de divulgação do novo curta, eles resolveram adotar esse nome como uma forma e homenagear o artista. Sem contar que acaba funcionando como um trocadilho em inglês para “coelho irritante”. Pois bem, logo em sua primeira aparição, ele já profere seu primeiro “O que é que há, velhinho?” para Hortelino. O sotaque caipira ainda está presente, mas menos forte que antes. Mais tarde, Mel Blanc adotaria um sotaque do Brooklyn, que ficaria marcado como o “oficial”. O curta “A Lebre Selvagem” fez tanto sucesso que recebeu uma indicação ao Oscar, mas não venceu.

 

Ele influenciou o Pica-Pau


Enquanto Happy Rabbit, o coelho, que era interpretado por Mel Blanc, ostentava uma risada muito característica de outro personagem. Ele seguiu com ela até o curta Elmer’s Candid Camera, lançado no comecinho de 1940. Meses mais tarde, Mel Blanc começaria a fazer a voz de um passarinho biruta criado por Walter Lantz. Aproveitando a personalidade sacana do Pica-Pau, Blanc – que seguia como a voz do Pernalonga – resolveu reaproveitar a risada descartada do coelho no Pica-Pau. O público amou e a herança do Happy Rabbit acabou sendo a marca registrada do pássaro mais amado das crianças brasileiras.

 

O Pernalonga já foi Sargento da Marinha

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Pernalonga já era o personagem chefe das Merrie Melodies e a Warner era o estúdio de animação mais rentável dos EUA. Seu embate com o Mickey já vem dessa época e só se intensifica com o passar dos anos. Nesse período, o Coelho passou a azucrinar os representantes do Eixo, como Hitler, Mussolini e as esquadrias japonesas. Essa atitude irritante fez com que ele se tornasse o mascote oficial do campo de treinamento de bombardeios no Arizona. Ele também recebeu o título honorário de Sargento-Mor da Marinha Americana.

 

Ele foi meio “estrelinha” em Uma Cilada Para Roger Rabbit

A condição para sua participação no clássico Uma Cilada Para Roger Rabbit era que ele tivesse o mesmo tempo de tela que seu rival, Mickey Mouse. Por isso, Robert Zemeckis optou por utilizá-lo em conjunto com Mickey. Um detalhe interessante é que o Mickey o chama pelo nome (Bugs), mas o Pernalonga em si jamais diz o nome do rival, chamando-o apenas de “Velhinho”. A cena ficou eternizada como a única vez que os dois maiores ícones das animações interagiram oficialmente na história do audiovisual.

 


Já foi selo

Em 1997, o Pernalonga se tornou o primeiro personagem animado da história a estampar um selo postal americano. Na época, a medida sofreu muitas críticas do correio americano, mas acabou sendo aprovada para movimentar o mercado de selos. O resultado foi bastante positivo, se tornando o sétimo selo mais popular da história do país.

 


O Mais Popular

Em 2002, a revista TV Guide elegeu os 50 personagens de desenhos animados mais famosos da história. O Pernalonga ficou em primeiro lugar.

 

Implicante

Apesar de ser o grande herói dos Looney Tunes, o Pernalonga já infernizou a vida de diversos personagens principais, como o Patolino, Gaguinho, Frajola, Taz, Coiote, Hortelino, Marvin e Eufrazino.


 

Recordista de bilheteria

Dividindo tela com o astro do Chicago Bulls, Michael Jordan, Pernalonga estrela o divertido Space Jam: O Jogo do Século. Apesar das críticas terem sido mistas, a bilheteria foi muito boa, arrecadando mais de 230 milhões de dólares. Com essa arrecadação, Space Jam se tornou o filme sobre basquete mais lucrativo de todos os tempo.

 

Oscarizado

O Pernalonga acumula três indicações ao Oscar, tendo saído vencedor em 1958, quando venceu o prêmio de melhor curta animado por Knighty Knight Bugs.

 

Parabéns, Pernalonga! Que venham mais 80 anos!

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE