De acordo com a ABC News, Kevin Spacey (‘House of Cards’) vai voltar atuar mesmo estando no centro de diversas investigações depois que ele foi acusado de abuso sexual por dezenas de vítimas.

Em seu novo filme, ele fará o papel de um detetive buscando pistas sobre o caso de um homem injustamente acusado de pedofilia.

Intitulado ‘L’uomo che Disegnò Dio‘ (O Homem que Desenhou Deus), o drama policial italiano será dirigido por Franco Nero, que também dará vida a um artista cego que tem a capacidade de fazer retratos de pessoas apenas suas vozes.

Enquanto sua fama cresce na TV, ele é injustamente acusado de abusar sexualmente de crianças.



“Estou muito feliz por Kevin ter concordado em participar do meu filme”, disse Nero ao portal. “Eu o considero um ótimo ator e mal posso esperar para começar a gravar.”

O filme também contará com a presença da esposa de Nero, Vanessa Redgrave, que vai interpretar a professora de piano do acusado.

Por enquanto, o projeto ainda está nos estágios iniciais, então não há previsão de estreia.

Mesmo assim, esta será uma reviravolta na carreira de Spacey, já que ele está afastado da dramaturgia desde 2017, quando mais de 20 homens o acusaram de assédio e abuso sexual, ocorridos entre 1995 e 2013.

Aproveite para assistir:





Apesar de Spacey ter negado todas as acusações, ele foi demitido da aclamada série ‘House of Cards‘, exibida pela Netflix.

Além disso, ele foi substituído por Christopher Plummer, em ‘Todo o Dinheiro do Mundo‘, suspense criminal de Ridley Scott que rendeu a Plummer uma indicação ao Oscar.

Em 2019, dois anos após a exposição de Spacey como abusador, promotores em Los Angeles rejeitaram um dos casos em que ele estava sendo julgado porque a vítima havia morrido de câncer… O que resultou na falta de maiores provas.

O acusador, um massoterapeuta sem identidade divulgada, alegou que Spacey tentou beijá-lo e o forçou a agarrar suas partes íntimas durante uma sessão de massagem em Malibu, em outubro de 2016.

Em setembro de 2020, o ator Anthony Rapp (‘Star Trek: Discovery’) e outro homem entraram com um processo acusando Spacey de violência sexual na década de 1980, quando eram adolescentes.

Em parte do documento apresentado ao tribunal de Nova York, Rapp disse que sofre por anos por conta das consequências psicológicas causadas após ser abusado por Spacey quando tinha apenas 14 anos, na época.

Além de se afastar das grandes produções em sua carreira de ator, Rapp disse que se sente constantemente humilhado e tenta lidar com o medo, a raiva, e a depressão que enfrenta desde o ocorrido.



O ator vinha tentando processar Spacey desde 2017 e também fez um pedido de indenização para cobrir gastos com medicamentos para tratar a ansiedade.

Lembrando que Spacey permanece sob investigação do Departamento de Polícia de Los Angeles e pelas autoridades do Reino Unido por conta de outras acusações semelhantes registradas por vítimas anônimas.

Atualmente, ele comanda um podcast no qual tenta tranquilizar pessoas que sofrem de ansiedade devido ao isolamento causado pelo Coronavírus.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva