Nunca se produziu tanta série na TV e no streaming como nos dias atuais. Assim, é difícil fazer uma matéria das piores séries do ano, afinal, ninguém consegue ou tem interesse em ver tudo. Diante disso, ao invés de procurar as piores e mais toscas séries de TV por aí, o CinePOP decidiu trazer as MAIORES DECEPÇÕES do ano.

Em alguns casos, a lista trará produções ruins, mas também temos exemplos de boas séries que seguiram caminhos bem errados. Confira a nossa seleção completa e não deixe de participar através dos comentários. Vem ver!

 

10) Big Little Lies (Segunda temporada)

Claro que Big Little Lies não estaria numa lista de piores séries do ano. A segunda temporada tem bons momentos, é muito bem feita e o elenco é fabuloso. Agora… foi uma decepção sim. Em primeiro lugar, nem havia razão para existir, uma vez que a história do livro já havia sido esgotada e o fechamento da temporada original tinha sido perfeito. Mas a partir do ponto em que decidiram continuar a história, deviam ter pensado em uma trama melhor. Muito pouco funciona na segunda temporada. Toda trama de Bonnie (Zoë Kravitz) com a mãe é desinteressante. Shailene Woodley está desperdiçada, enquanto que Reese Witherspoon e Nicole Kidman apresentam pouca coisa de novo em comparação com a temporada inicial. Os destaques são Laura Dern e, principalmente, Meryl Streep, mas nada que justificasse a renovação da série. Devia ter parado no primeiro ano.

 

9) Riverdale (Terceira/Quarta temporadas)

Aproveite para assistir:

É bem verdade que é difícil se decepcionar com o que pouco se espera. Riverdale sempre foi uma série com problemas, para um grupo específico de fãs. Agora, a série decidiu chutar de vez o balde nos últimos tempos. É verdade que sempre foi meio absurda, mas agora chegou ao ponto de personagem conversando com cadáver do irmão e acreditando em boneco assombrado. Riverdale nasceu querendo ser David Lynch, com claras referências à Twin Peaks, e agora parece que quer ser Annabelle. As idas e vindas amorosas dos personagens também já não interessam tanto o público. E até que ponto estamos dispostos a aceitar o quão sem noção e equivocado é o Archie vivido por KJ Apa? O carismático elenco jovem ainda salva a série, mas por quanto tempo?

 

8) NOS4A2 (Primeira temporada)

A novata série de terror da AMC tem como principal chamariz a presença de Zachary Quinto como protagonista. No entanto, isso é muito pouco. A começar pelo título quase impossível de pronunciar e passando por tramas absurdas e sem sentido. Mas o pior de tudo é que não assusta, o que é um crime para uma série de terror. O personagem de Quinto é bem desinteressante e nada assustador. Nem visualmente a produção é muito chamativa. Foi renovada para a segunda temporada, mas pouca gente entendeu o motivo para isso. Ashleigh Cummings, Ólafur Darri Ólafsson, Jahkara Smith, Ebon Moss-Bachrach e Virginia Kull completam o elenco principal da produção.

 

7) The Affair (Quinta temporada)

The Affair foi uma verdadeira sensação ao longo de seus primeiros anos, contando com uma trama envolvente e um elenco muito talentoso. Com o passar do tempo, a série foi perdendo protagonistas e foi caindo de qualidade. Isso está evidente na quinta e última temporada, prejudicada pelas saídas de Ruth Wilson e Joshua Jackson. Nem a presença da vencedora do Oscar Anna Paquin ajudou a salvar a temporada. A produção sempre foi um belo estudo de personagens, mas acabou de forma decepcionante e superficial, se aproveitando de saltos temporais e desenvolvimentos pouco interessantes. Uma pena para uma série com tantos pontos positivos.

 

6) Veronica Mars (Quarta temporada)

Veronica Mars é, sem dúvida, uma série que merecia melhor reconhecimento. A produção foi cancelada sem um final após a terceira temporada e precisou de um financiamento coletivo para voltar através de um filme. Apesar de servir para matar a saudade dos fãs, o longa decepcionou muita gente. Diante disso, a equipe se esforçou para viabilizar mais uma temporada, com a ajuda do Hulu. O resultado foi de altos e baixos. O clima de nostalgia é bom, Kristen Bell é sempre carismática e o elenco original está quase todo presente. Ainda sem uma quinta temporada garantida, a série optou por um final chocante, com um grande cliffhanger. Para uma série com experiência em cancelamentos, a produção deveria ter sido mais cuidadosa com seus fãs. 

 

5) 13 Reasons Why (Terceira temporada)

13 Reasons Why não precisava de uma segunda temporada, quanto mais de uma terceira. Tudo com relação ao novo ano é dispensável, começando por toda campanha de divulgação destacando o mistério “quem matou Bryce Walker?”. A pergunta deveria ter sido outra: “quem liga?” A verdade é que a série sempre foi problemática, mas ao menos trazia temas relevantes e um elenco jovem carismático, embora alguns bem caricatos. Na terceira temporada, a impressão é que o time nem se importa mais. Todo mundo no modo “o que que eu estou fazendo aqui?”. As expectativas para o quarto e último ano não poderiam ser mais baixas.

 

4) The I-Land (Primeira temporada)

The I-Land talvez seja a pior série do ano e só não está muito mais à frente na nossa lista pois não havia uma grande expectativa sobre ela. Ainda assim, havia certo interesse para ver como seria o “Lost da Netflix”. Escrita, dirigida e produzida pelo cultuado Neil LaBute (Na Companhia de Homens), a série é erro atrás de erro. É até difícil acreditar que foi realizada por alguém com anos de mercado. A série conta com apenas sete episódios, um pior que o outro. Uma experiência decepcionante que não instiga o espectador em momento algum. Tenta até criar um suspense ou fazer um mistério, mas tudo é tão óbvio… Não bastassem todos os problemas, ainda foi uma das produções mais caras feitas pela Netflix em 2019.

 

3) See (Primeira temporada)

A Apple TV+ chegou fazendo barulho em 2019 e, para isso, investiu em séries ambiciosas com elenco estelar. Este foi o caso de See, produção com orçamento de US$ 15 milhões por episódio (quase um Game of Thrones) e com a presença de um dos maiores astros da atualidade: Jason Momoa. Frontier, da Netflix, já trazia Momoa numa vibe meio GOT e Vikings. Agora, See segue o mesmo caminho. Quase que literalmente, afinal Frontier e See parecem a mesma série. Foi uma boa tentativa da Apple se apresentar no campo da aventura, mas não deu muito certo. Não vai ser essa série que fará as pessoas superarem GOT.

 

2) Arrested Development (Quinta temporada)

Quando a FOX cancelou Arrested Development sem um final após sua terceira temporada foi de partir o coração. Afinal, estamos diante de uma das melhores séries de comédia da história da TV americana. Tempos depois, após muita pressão por parte dos fãs e do elenco, a Netflix assumiu a produção e realizou uma boa – e diferente – quarta temporada. A companhia também garantiu o quinto ano, que foi quando as coisas começaram a dar errado. Tivemos as denúncias de assédio moral e sexual contra Jeffrey Tambor, em Transparent, e o time de Arrested optou por ficar ao lado do ator. E esse apoio gerou situações bem estranhas, como todo o elenco masculino cortando Jessica Walter em uma entrevista em que ela falava de um comportamento errado de Tambor. Pior mesmo foi que a própria série inseriu piadas envolvendo a acusação. Verdadeiras ou não, nos tempos atuais é bem equivocado fazer humor com uma acusação tão grave.

 

1) Game of Thrones (Oitava temporada)

A decepção do ano. A decepção que já estava sendo desenhada há algum tempo, desde que ficou claro que os realizadores seguiriam o caminho fácil de Jonerys. Mas foi ainda pior do que o esperado. Game of Thrones desperdiçou seu principais personagens na última temporada e ainda cometeu o erro de “enlouquecer” Daenerys, um caminho muito fácil, muito repentino e muito equivocado. Qualquer fã da série que se preze ficou chateado ao ver a personagem queimando Porto Real de forma brutal. Tivemos ainda a aguardada batalha de Winterfell, toda feita no escuro. Alguém aí viu alguma coisa? Ah, e a cereja no bolo: Bran Stark. Após passar a temporada inteira falando que ele não era mais um homem, que não era mais Bran, o sujeito volta atrás e assume o Trono de Westeros. Parece piada de mau gosto, mas foi isso mesmo. 

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE