Pois bem, meus amigos, como se já não estivessem fortes o suficiente, o ano de 2020 serviu para percebermos o quanto precisamos dos inúmeros serviços de streamings disponíveis ao nosso alcance. Com a salas de cinema fechadas pelo mundo – em alguns lugares ensaiando um retorno cambaleante, ainda sem força -, o recurso foi mais utilizado do que nunca. É notório que os cinemas vinham perdendo espaço para estas opções cada vez mais presentes, de assistirmos a um filme no conforto de nosso lar. É a mesma coisa? Não. E ninguém em sã consciência dirá isso. Porém, também não pode ser negada a preferência de muitos por este tipo de programa mais cômodo, em especial no que diz respeito ao nosso tempo sempre escasso.

Com a entrada mais do que agressiva da Disney+ no Brasil – atrasada, diga-se – e o investimento cada vez maior em outras plataformas já presentes no mercado há algum tempo, além do surgimento de novas a todo momento, opções para quem curte filmes e séries é o que não falta. Com o equipamento devido, pode-se inclusive simular o mais próximo possível da experiência (telona, som) – e o melhor, com uma grande biblioteca a seu dispor, para assistir a clássicos e novidades.

No entanto, se você não dispõe de muito tempo e não quer gastar muito assinando todas elas, trazemos esta nova matéria para ajuda-los a decidir (ou quem sabe confundi-los mais) por um serviço de streaming que mais se adeque a seus gostos e possibilidades financeiras. Para a matéria, analisamos rapidamente algumas novidades dos principais serviços de streaming disponíveis no Brasil. Selecionamos a Netflix, Amazon (dupla que domina o mercado), a dita Disney+, Telecine Play, HBO GO, Globo Play e Dark Flix – afinal, terror é nosso lema. Veja abaixo.

Netflix



Valor: R$21,90 (plano básico e individual) / R$32,90 (plano intermediário) / R$45,90 (plano mais caro).

Precursora no conceito de streamings, a Netflix foi criada ainda em 1997, mesmo na época oferecendo um tipo de serviço de vídeo totalmente diferente. Dez anos depois, em 2007, o colosso do audiovisual dava seus primeiros passos no que viria a se tornar, e em 2013 já criava conteúdo próprio, como a série House of Cards – seu primeiro produto original. Tido inicialmente como o causador do fim das videolocadoras e um ferrenho adversário das salas de cinema, a Netflix parece ter chegado para ficar e em pouco mais de uma década domina o mercado, sempre o grande preferido quando o assunto é plataforma de streaming.

Com grandes sucessos de crítica e público, a Neflix investe cada vez mais em suas próprias produções e ano após ano ganha mais prestígio com seus filmes indicados em grandes premiações, como o Oscar, onde emplacou pesado neste ano com obras como O Irlandês, de Martin Scorsese, História de um Casamento e Dois Papas, por exemplo. Fora isso, tem focado em superproduções como Bright, Bird Box, Resgate e Old Guard, alistando uma constelação do nível de Will Smith, Sandra Bullock, Chris Hemsworth e Charlize Theron para suas produções originais.

Discorrer sobre os atrativos da plataforma é chover no molhado, por isso resolvemos frisar o que está chamando atenção dos espectadores atualmente. Um carro-chefe que não poderíamos deixar de mencionar, e que funciona quase como um símbolo da plataforma, é sem dúvida a sensação Stranger Things, que engata sua quarta temporada em 2021. Falando de séries, uma das grandes favoritas de crítica e público, The Crown, acaba de estrear sua quarta temporada. Outra que chegou recentemente foi a elogiadíssima A Maldição da Mansão Bly, segunda temporada da antologia iniciada com A Maldição da Residência Hill – indicada para os aficionados por terror. Ainda falando de favoritos da crítica, O Gambito da Rainha marca absurdos 100% de aprovação da imprensa. Já no lado dos queridinhos do público, Emily em Paris ganhou o coração de grande parte dos espectadores com seu charme cômico e romântico. Não podemos terminar sem falar da série nacional que gerou burburinho como nenhuma outra, o suspense de arrepiar até o último pelinho do pescoço Bom Dia, Verônica.



Em relação aos filmes, quentinhos do forno: Era uma Vez um Sonho mescla em cena a veterana Glenn Close e a multi talentosa Amy Adams, ambas grandes esnobadas do Oscar em busca de uma nova chance de indicações. Quem dirige é Ron Howard. Os 7 de Chicago traz um grande elenco numa incrível história real e tem direção do roteirista vencedor do Oscar, Aaron Sorkin. Destacamento Blood foi um dos últimos trabalhos do saudoso Chadwick Boseman, com direção de Spike Lee. Estou Pensando em Acabar com Tudo é a mais recente “piração” de Charlie Kaufman. Para quem curte aventura, Enola Holmes tenta capitalizar no carisma da jovem Millie Bobby Brown, apresentando-a como a irmã adolescente do grande Sherlock Holmes. Para os que gostam de obras mais cult, a veteraníssima italiana Sophia Loren no auge de seus 86 anos estrela Rosa e Momo, sobre a amizade entre uma idosa e um menino de rua negro. E em breve ainda este ano teremos Mank, de David Fincher, com Gary Oldman; A Festa de Formatura, com Nicole Kidman, Meryl Streep e Kerry Washington; e A Voz Suprema do Blues, com Viola Davis, marcando o último filme da carreira de Chadwick Boseman.

Amazon Prime Video

Valor: R$9,90.

Aproveite para assistir:



A maior concorrente direta da Netflix, a Amazon também produz seus próprios filmes e, é claro, suas séries. O streaming mais barato do mercado foi escalando no gosto popular até se tornar o favorito de uma boa parte dos espectadores e fazer frente para o todo poderoso acima. Um dos diferenciais recentes da Amazon é que a plataforma criou canais dentro dela para “subsidiárias”. Explico: acessando a Amazon você tem a possibilidade de assistir também streamings como o Starzplay, Paramount+, MGM, Looke e Noggin (o infantil da Nickelodeon Jr.) através da mesma plataforma. Tais canais são recomendados para os fãs dos filmes mais clássicos (especialmente o MGM), e o Starzplay e a Paramount contam também com boas séries próprias em seu acervo, vide The Act, Castle Rock, The Great e High Fidelity (Starzplay) e The Handmaid’s Tale, Yellowstone, Creepshow e o nacional A Culpa é da Carlota (Paramount).

Mas falando da própria, a Amazon acabou de lançar o controverso, porém hilário, segundo filme de Borat, capitaneado pelo criador do personagem Sacha Baron Cohen. A plataforma sofreu um pouco com a retirada de algumas superproduções como a franquia Star Wars e os filmes da Marvel que estavam esquentando lugar na Amazon enquanto a Disney+ não chegava por aqui. No acervo de filmes da casa estão produções que passaram chamando atenção por festivais de cinema pelo mundo e, inclusive indicados ao Oscar, como O Escândalo, Entre Facas e Segredos, 7500, O Vestido, Tropa Zero, Infiltrado na Klan e Hereditário. No terreno das produções nacionais, as novidades são as comédias Carlinhos & Carlão, No Gogó do Paulinho, Os Espetaculares e o documentário Mussum – Um Filme do Cacildis.

Mas como em todo canal de streaming, os fortes atrativos são as séries, e em matéria de produções originais a Amazon chega junto, dando uma canseira na rival. Entre as pratas da casa está The Boys, programa sobre heróis incorretos que é a nova coqueluche dos críticos e fãs. Outras duas grandes queridinhas são Fleabag e Maravilhosa Sra. Maisel. Isso sem esquecermos American Gods (que por um tempo foi o carro-chefe da plataforma), Jack Ryan, Hunters, Utopia e Homecoming. A Amazon também traz para o seu público sucessos de outros canais, como o novo Além da Imaginação, American Horror Story, Walking Dead e seu derivado Fear the Walking Dead, e o rolo compressor chamado Pequenos Incêndios por Toda Parte. Falando de séries clássicas, o serviço dispõe de algumas das mais invencíveis na opinião dos fãs, vide Arquivo X, Supernatural e Seinfeld.

Telecine Play



Valor: R$37,90.

Sem investir em séries, a graça do streaming do Telecine é ter em seu acervo os filmes mais recentes de estúdios como a Universal, a Paramount, a MGM, a FOX, além de algumas produções da Warner e Sony. Isso sem falar em distribuidoras nacionais e filmes brasileiros de sucesso, como Bacurau e Minha Mãe é uma Peça 3. Ah sim, o Telecine foi outro dos canais que perdeu os produtos Disney de seu acervo, obviamente com a entrada da própria plataforma do estúdio. Dentre os sucessos recentes que já estrearam no streaming estão: Sonic – O Filme, O Homem Invisível, Judy – Muito Além do Arco-Íris, Jojo Rabitt, Projeto Gemini, Uma Segunda Chance para Amar e O Farol. Uma das maiores vantagens do Telecine Play é apresentar ao público brasileiro obras inéditas em nossos cinemas, mas muito celebradas lá fora, dentre as quais se encaixam: Magnatas do Crime, O Favorito, High Life, Desculpe te Incomodar, Harriet, Os Irmãos Sister, As Ondas, Bons Meninos e A Despedida.

HBO GO

Valor: R$34,90.

Os brasileiros não sentem a menor falta da HBO Max, novo serviço da casa, já que por aqui somos muito bem atendidos pela HBO GO, obrigado. A plataforma que nos atende, oferece todo o acervo da HBO normal na TV a cabo. Ou seja, produções da Warner, Sony e seus filmes e séries originais – além de shows e especiais (como documentários e talk shows). Quando falamos em filmes as novidades são Aves de Rapina, Bloodshot, Homem-Aranha: Longe de Casa, Jumanji – Próxima Fase, As Panteras (2019), Doutor Sono, Luta por Justiça, Um Lindo Dia na Vizinhança, O Caso Richard Jewel, O Grito e o fenômeno Coringa. Além de inéditos como Cores da Justiça.


Em matéria de séries, as mais requisitadas da atualidade são Lovecraft Country, The Undoing e His Dark Materials. Isso sem esquecer sucessos recentes, vide Euphoria, Westworld, Big Little Lies, Watchmen, Chernobyl, Objetos Cortantes, True Detective e a inesquecível Game of Thrones.

Disney+

Valor: R$27,90.

O novo no pedaço não é peso leve. A Disney investiu pesado em seu streaming próprio, estreando em novembro de 2019 nos EUA e em alguns países pelo mundo, e chegando exato um ano depois em nossas terras tupiniquins. E quando digo que a entrada foi agressiva, me refiro no sentido literal, já que o estúdio retirou do mercado a venda de todas as mídias físicas de suas produções, ou seja, nada mais de ter em casa DVDs e Blurays do estúdio do Mickey. Se quisermos ver algum filme do estúdio, terá que ser através da plataforma.

Além disso, parcerias com a Globoplay, o banco Bradesco e o Mercado Livre foram só algumas das medidas adotadas pela mega corporação para enfrentar a concorrência monstruosa de gigantes da área como a Netflix e a Amazon, por exemplo – isso sem contar com o Telecine e HBO. Não que a Disney precisasse tanto, já que além das animações consagradas da Pixar, os live-action e grandes clássicos, o estúdio atualmente tem em seu acervo algumas das maiores franquias de Hollywood, vide Star Wars e Marvel. Ah sim, lembrando que a Disney comprou recentemente a FOX, então, tratemos de esperar em breve um catálogo bem amplo com toda a biblioteca do estúdio citado também.

E por falar em Star Wars e Marvel, estas são duas das pratas da casa atualmente. O carro-chefe da plataforma é a série The Mandalorian, derivado de Star Wars, que estreou recentemente sua segunda temporada. Com 92% de aprovação da imprensa, a série é um sucesso absoluto – e abre espaço para que novas produções do tipo sejam criadas (uma focada na juventude de Obi Wan Kenobi já está saindo do forno). The Mandalorian é uma série exclusiva da casa. Outros seriados do tipo que os fãs mais esperam são os que levam o selo da Marvel. Visando impulsionar a plataforma, a parceria com a Marvel renderá frutos exclusivos para os assinantes, que irão se costurar com o MCU no cinema. A primeira a chegar será WandaVision em janeiro de 2021 – que irá se interligar diretamente no próximo filme do Doutor Estranho. Depois será a vez de O Falcão e o Soldado Invernal, Loki, Gavião Arqueiro, Mulher-Hulk, Cavaleiro da Lua e Ms. Marvel. Ufa!

Em matéria de filmes, além dos acervos citados de todos os filmes da Marvel, Star Wars, e agora muitos da Fox, ainda podem ser encontrados os inéditos nos cinemas, vide A Dama e o Vagabundo e Mulan (que chega em breve).

Globo Play

Valor: R$21,90.

A plataforma de streaming da rede Globo de televisão é outra que investe com força neste mercado mais que competitivo e uma das medidas recentes foi a parceria com a Disney+. O chamariz aqui são as produções nacionais e exclusivas, vide séries como a elogiada Desalma (que investe no terror), A5 Five, Aruanas, Assédio, Arcanjo Renegado, A Divisão e Sessão de Terapia – protagonizada por Selton Mello. Fora isso, traz séries internacionais cultuadas, como Handmaid´s Tale, Homeland, Killing Eve, Grey´s Anatomy, The Good Doctor, Modern Family, Todo Mundo Odeia o Chris, American Horror Story, Dexter, House, Walking Dead e Kidding, inédita no Brasil, com Jim Carrey.

No terreno dos filmes, o destaque, como não podia deixar de ser, são os longas nacionais onde se aponta: Minha Fama de Mau, 10 Segundos para Vencer, Love Film Festival, Legalize Já, Que Horas Ela Volta?, O Nome da Morte, Antes que eu me Esqueça, O Roubo da Taça, Minha Vida em Marte e Os Farofeiros. Podemos dizer ainda que o verdadeiro destaque da Globo Play são suas novelas e séries, um acervo ilimitado com estes folhetins que fizeram parte de nossa formação como espectadores de histórias no audiovisual. Já imaginou poder ver ou rever verdadeiros clássicos da nossa dramaturgia, vide Top Model, Brega e Chique, Meu Bem Meu Mal, O Clone, Laços de Família, Vale Tudo, Fera Radical, Tieta, A Favorita, O Rei do Gado, Avenida Brasil e Senhora do Destino.

Darkflix

Valor: R$9,90.

Ao lado da Amazon como os streamings mais baratos do mercado, o Darkflix é um canal indicado apenas para os fãs e aficionados pelo gênero terror. Esta é a especialidade da plataforma. Portanto, espere encontrar de tudo no gênero, desde clássicos atemporais como O Bebê de Rosemary, O Exorcista e A Profecia; sucessos mais recentes, vide A Bruxa de Blair e O Chamado; até obras cult, como o iraniano Sob a Sombra. O streaming tem tudo de tudo quando o tópico são clássicos modernos, vide O Massacre da Serra Elétrica, A Hora do Pesadelo, O Mistério de Candyman, Christine – O Carro Assassino, Uma Noite Alucinante e Hellraiser – Renascido do Inferno. Filmes para ver e rever.

Dentro das dicas deste que vos fala, algumas preciosidades não tão fáceis de serem encontradas, como Grito de Horror, Fome de Viver, A Mansão do Inferno, Acampamento Sinistro, Palhaços Assassinos do Espaço Sideral, Numa Noite Escura, O Inquilino, Chamas da Morte, Fog – A Bruma Assassina, Maniac Cop, Videodrome, Do Além, Sangue de Pantera, Eles Vivem, e os documentários In Search of Darkness e Electric Boogaloo.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva