A gente anda em falta de um bom filme de exorcismo, né não? Quem é fã de terror – especialmente aqueles com muito sangue, um zumbizinho, uma assombração ou um demônio atormentando geral – tem sentido mesmo a falta de um bom título do gênero. Felizmente agora, com a reabertura parcial de algumas salas de cinema no Brasil, os fãs de terror poderão assistir a ‘As Faces do Demônio’ – e não vão se arrepender.

O enredo vai sendo construindo aos poucos, mas começa com Woo-jong (Kang-Hoon Kim), um padre que está auxiliando num exorcismo mal sucedido, do qual o demônio escapa e jura vingança contra a família dele. Um tempo se passa, Woo-jong não consegue perdoar seus erros do passado e o peso de sua imprudência recai sobre a família do seu irmão, Gang-goo (Dong-il Sung), que se vê obrigado a se mudar com a esposa e os filhos. Uma vez na nova casa, Gang-goo percebe que seu vizinho tem práticas esquisitas, e o demônio do passado do seu irmão volta para cumprir sua promessa.

O roteiro de ‘As Faces do Demônio’ é um pouco confuso, dando a impressão de que quer despistar o espectador o tempo todo – isso se não quisermos admitir que, no fundo, o longa simplesmente não consegue decidir quem é o foco da sua história. Embora a trama inicial comece com Woo-jong, em poucos minutos ele sai de cena para o longa voltar suas atenções na família do irmão dele; ali, começamos a acompanhar Sun-woo (Hye-Jun Kim), uma das filhas de Gang-goo e primeira a perceber que algo está errado na casa; depois a perspectiva se volta para Hyun-joo (Yi-Hyun Cho), para, em seguida, mudar para Gang-goo e, por fim, voltar para Woo-jong. Com tantas mudanças, o espectador tem dificuldade de entender quem é o protagonista dessa história e qual linha narrativa deve ser acompanhada.

Aproveite para assistir:

Apesar desse atordoamento narrativo, Hong-seon Kim consegue dirigir um bom filme, seguindo de perto o estilo hollywoodiano de se fazer cinema, e, tirando as cenas em que o padre sul-coreano fala latim, todo o resto filme não deve causar estranhamento ao grande público. Com uma pegada mais dramática, Hong-seon Kim faz os personagens confrontarem perigos reais da sociedade, e, nos momentos certos, insere todos os elementos que um bom filme de exorcismo deve ter para agradar os fãs: pescoços retorcidos, sangue jorrando, carcaça de animais, podridão, mais sangue jorrando e um padre bonitão – porque afinal, a gente merece.

Salta aos olhos a atenção especial que a produção conferiu à maquiagem e ao departamento de arte – sob a supervisão de Rowena Antonette Villaseñor –, capazes de construir um aspecto asqueroso e de repulsa e pessoas possuídas esteticamente convincentes. Em um filme de terror, a aparência faz toda a diferença!

As Faces do Demônio’ é um bom filme de terror estilo exorcismo, com pegada gore e traz algum frescor ao gênero vastamente produzido nos Estados Unidos. Para quem está com saudade e busca novidades, é uma ótima pedida!


Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE