Sabem aquele tipo de série que você começa a assistir e, em poucos minutos, parece que já conhece os personagens há tempos ou que está assistindo algo baseado em pessoas que você conhece? Essa é a sensação que se tem ao assistir a ‘Doces Magnólias’, nova série da Netflix focada no universo feminino.

Na pequena cidade de Serenity, na Carolina do Sul, três mulheres muito amigas desde a infância se unem para tocar um projeto juntas: realizar o sonho de abrir um spa voltado apenas para o público feminino. Só que Maddie (Joanna Garcia Swisher) está passando por um divórcio, Dana Sue Sullivan (Brooke Elliott) está completamente focada no seu restaurante e Helen Decatur (Heather Headley) é uma advogada de sucesso super requisitada pelos moradores da cidade. E no meio disso tudo, os filhos de Maddie e Dana Sue tentam passar pelo Ensino Médio com o mínimo de trauma possível.

Em dez episódios com média de quarenta minutos de duração cada, ‘Doces Magnólias’ é o tipo de série que você vai assistindo sem parar, deixando-se envolver sem perceber, tal como acontecia com ‘Gilmore Girls’ – com a diferença de, em vez de ser centrado em duas mulheres de uma mesma família (e focado na relação maternal), em ‘Doces Magnólias’ a relação mãe-filhos é também um tema, mas não é o centro da trama, de modo que a série aborda bastante os conflitos entre trabalho e carreira, carreira e relacionamento amoroso, sororidade e a falsa ideia de competição entre mulheres, etc.

Baseado nos livros de Sherryl Woods, o roteiro teve a colaboração da autora, junto com Sheryl J. Anderson e outras quatro pessoas. Embora a série seja bastante linear, trabalhando cada núcleo das protagonistas com a devida atenção de modo a aprofundar o espectador na vida particular de cada uma delas, por vezes o roteiro tem uma preguiciiiinha, e acaba apresentando soluções um pouco fáceis demais, apenas para concluir uma cena e seguir logo para a próxima. Ao mesmo tempo, dá a sensação de não ter dado a devida importância ao grande acontecimento dessa primeira temporada – a inauguração e a vida do spa –, embora, por outro lado, também aproveite para mostrar, através da relação de Bill (Chris Klein) e Noreen (Jamie Lynn Spears, a irmã mais nova da Britney Spears), o quanto tendemos a julgar a amante pelo fim de um relacionamento, quando, na verdade, a pessoa quem comete o erro é o marido infiel.

Doces Magnólias’ é uma série fofinha, com uma abertura lindinha, que se passa numa cidade perfeitinha e adorável. Com diálogos pensados na autoajuda, busca dialogar com seu público alvo (mulheres adultas), que, como Dana Sue “está cansada de construir algo para depois um homem vir e destruir”. E, ainda pensando nesse público, faz questão de incluir personagens masculinos bonitões, sarados e que parecem saídos das capas daqueles romances água com açúcar vendidos nas bancas de jornal, mas que sejam românticos e companheiros. Ou seja: tem tudo para agradar ao público feminino.

Aproveite para assistir:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE