Sucesso inquestionável entre os anos 2005 e 2014, ‘How I Met Your Mother’ foi uma sitcom que conquistou muitos fãs ao redor do mundo – ao ponto até de criar uma rixa com os fãs de outra famosa sitcom, ‘Friends’, considerada por muitos como a primeira a criar um enredo envolvendo amigos e situações amorosas. Uma das coisas que os fãs de HIMYM mais gostavam era o suspense contínuo que se prolongou por todas as temporadas – saber quem era a mãe do filho com quem Ted (Josh Radnor) conversava todo início de episódio –, revelado apenas no último episódio. Seguindo essa pegada, mas dizendo-se não ser um reboot do original, estreou na Star+ a série de comédiaHow I Met Your Father’.


Sophie (Hilary Duff) acredita no amor. Muito. Por isso já foi a dezenas de encontros com caras que conheceu em aplicativo de relacionamento, pois está certa de que uma hora irá encontrar o homem de seus sonhos. É assim que acaba entrando no uber de Jesse (Christopher Lowell), que trabalha como motorista nas horas vagas, apesar de ser professor primário. Para a surpresa de Sophie, Sid (Suraj Sharma) também está no carro, e eles vão dar uma carona para o rapaz enquanto Sophie se encaminha para seu primeiro encontro com Ian (Daniel Augustin), por quem está perdidamente apaixonada. Mas, uma troca de celulares fará com que a moça volte a encontrar com Jesse, e junto com sua roomate Valentina (Francia Raisa) e o novo namorado dela, o britânico Charlie (Tom Ainsley), eles vão formar um improvável grupo de amigos.


Dividido em dez episódios com cerca de trinta minutos de duração cada, ‘How I Met Your Father’ diz que não é um reboot do seu original, mas copia toda a estrutura da antecessora: o grupo de amigos ligados por desilusões amorosas e construído de maneira randômica na cidade de Nova York; o/a protagonista que acredita no amor e que faz par perfeito com alguém que está na frente dele/a, mas que se recusa a enxergar; o casal de amigos que são o único casal mesmo; até mesmo a estrutura do protagonista mais velho no futuro conversar com seu filho para contar a verdade sobre quem é seu pai/mãe. Esta parte, aliás, em ‘How I Met Your Father’ é bem ruinzinha, estrelada por uma engessada Kim Cattral (a Samantha, de ‘Sex and the City’) que acha que tem que seduzir o espectador, e esquece que está falando com o próprio filho ao telefone.

Aproveite para assistir:



Tudo é extremamente caricato no roteiro criado por Isaac Aptaker! A inclusão de artistas de outras etnias num formato de série predominantemente branco (como HIMYM e ‘Friends’) seria algo positivo, não fosse o fato de esses personagens estarem na trama tão somente para se fazerem ou serem feitos de idiotas. Exemplos podem ser vistos no tal namorado britânico Charlie, um almofadinha que nunca andou de metrô na vida, parece uma criança grande animada com Nova York, mas que fica com nojinho de pegar no corrimão e usa abotoaduras para ir numa boate; ou Ellen (Tien Tran), uma vietnamita lésbica que não pode ver uma mulher que acha que tem que dar em cima, e é forçadamente a irmã adotiva de Jesse (para poder incluir um personagem asiático na trama); e mesmo a melhor amiga latino-americana Valentina, que, por ser dessa origem, é claro que seria a gostosa viciada em sexo; ou Sid, o melhor amigo indiano dono do bar que até mesmo seu próprio funcionário o sacaneia o tempo todo e ele nem percebe.

Em suma, só Hilary Duff salva no constrangedor ‘‘How I Met Your Father, e, pensando bem, nem ela está bem na trama, mas, considerando que todo o resto está bastante esquecível, fica fácil se destacar. Ao menos os fãs da versão original são contemplados no episódio 6, com a participação especial da querida Robin (Cobie Smulders) na nova série.


Não deixe de assistir: