As grandes franquias sempre começam com um filme que pode ou não fazer sucesso. Dependendo do desempenho desse primeiro capítulo, os estúdios investem em sequências ou nas famosas prequels, o que costuma expandir o universo, mas também dá uma bagunçada na cronologia. Por isso, preparamos um especial com franquias lançadas fora da ordem cronológica para você assistir na ordem certinha. No próximo fim de semana terá a segunda parte. Confira!

Invocação do Mal

Lançado em 2013, o primeiro filme da franquia Invocação do Mal foi um sucesso estrondoso de crítica e bilheteria. Dirigida por James Wan, a história dos caçadores de casos sobrenaturais criou uma legião de fãs e rendeu mais duas continuações diretas e três novas franquias que integram o mesmo universo e influenciam diretamente em eventos dos outros filmes da saga principal. Então, com essa possibilidade de explorar um universo expandido, os oito filmes do “Invocaverso” acabaram sendo lançados fora de cronologia. Por isso, a ordem correta para assistir aos longas é: A Freira (2018), Annabelle 2: A Criação do Mal (2017), Annabelle (2014), Invocação do Mal (2013), A Maldição da Chorona (2019), Annabelle 3: De Volta para Casa (2019), Invocação do Mal 2 (2016) e Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio (2021).



Velozes & Furiosos

Aproveite para assistir:

Lançada em 2001, a franquia de Dominic Toretto (Vin Diesel) sobre carros tunados e a importância da família começou explorando o mundo das corridas ilegais em Los Angeles, mas começou a se expandir com a chegada de Justin Lin, que passou a explorar corridas em outras partes do mundo e trouxe uma direção mais estilizada para a saga. Com o passar dos anos, o nível de insanidade e absurdos mostrados pela franquia começaram a extrapolar o aceitável, perdendo aquela pegada mais realista dos filmes originais, o que trouxe novos fãs e fez desses filmes verdadeiros fenômenos de bilheterias, incluindo o spin-off. Como a saga tem muitos diretores, começaram a surgir algumas incoerências na continuidade que foram resolvidas com a realocação de alguns filmes dentro da cronologia. Logo, a ordem correta para assistir aos Velozes & Furiosos é: Velozes & Furiosos (2001), +Velozes +Furiosos (2003), Velozes & Furiosos 4 (2009), Velozes & Furiosos 5: Operação Rio (2011), Velozes & Furiosos 6 (2013), Velozes & Furiosos: Desafio em Tóquio (2006), Velozes & Furiosos 7 (2015), Velozes & Furiosos 8 (2017), Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw (2019) e Velozes & Furiosos 9 (2021).

Godzilla Vs Kong



Primeiro grande sucesso de bilheteria do cinema em tempos de pandemia, Godzilla Vs Kong deixou os fãs ávidos pelo próximo filme do “MonsterVerse”. Iniciado em 2014 com o Godzilla de Gareth Edwards, que fez um considerável sucesso e começou a pavimentar esse universo que deve trazer mais alguns monstros clássicos da Toho nos próximos anos. Antes de chegar ao duelo de monstros nas telonas, a Warner lançou mais dois filmes para expandir esse universo, mesmo que a cronologia tenha ficado meio bagunçada. Quem quiser assistir a todos os filmes, poderá conferi-los na ordem correta, que é: Kong: A Ilha da Caveira (2017), Godzilla (2014), Godzilla 2: Rei dos Monstros (2019) e Godzilla Vs Kong (2021).

Sobrenatural

Criado por James Wan, Sobrenatural foi outro sucesso avassalador quando chegou aos cinemas em 2010. A trama da família que se muda para uma casa nova e começa a sofrer perseguições do Tinhoso agradou aos fãs de terror e abriu os olhos da Sony para uma potencial nova franquia, que se estendeu demais e trouxe novos capítulos que contaram histórias posteriores e anteriores ao primeiro longa da saga. A franquia explora desde os dramas que a entidade causa aos familiares do original e vai também a fundo da história do surgimento da assombração original. Quem quiser conferir na ordem correta, basta assistir Sobrenatural 4: A Última Chave (2018), Sobrenatural 3: A Origem (2015), Sobrenatural (2010) e Sobrenatural: Capítulo 2 (2013).

O Senhor dos Anéis



Clássico imortal da literatura, O Senhor dos Anéis é a Magnum opus de J. R. R. Tolkien. A trilogia revolucionou o gênero da fantasia e redefiniu todos os conceitos que os autores das próximas gerações seguiriam. No entanto, essa obra é consequência de O Hobbit, um livro infantil criado por Tolkien que introduziu Bilbo Bolseiro, Gandalf, Gollum, o Um Anel e diversos outros cenários e tramas sobre a Terra Média. Nos cinemas, o excêntrico Peter Jackson ficou encarregado de adaptar a trilogia para as telonas no início dos anos 2000. Usando bastante tempo de tela, o diretor conseguiu manter a fidelidade e imortalizar os três filmes como clássicos incontestáveis da sétima arte. Porém, mais de uma década depois o lançamento do primeiro filme, ele foi chamado para comandar uma nova trilogia, que agora adaptaria O Hobbit. Com muita encheção de linguiça e falta de apreço pelo material original, Jackson teve de dar um jeito de transformar um livro em três filmes de três horas, cada. O resultado foi meio controverso, mas quem quiser conferir na ordem certinha deve seguir O Hobbit: Uma Jornada Inesperada (2012), O Hobbit: A Desolação de Smaug (2013), O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (2014), O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel (2001), O Senhor dos Anéis: As Duas Torres (2002) e O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003). A Amazon está produzindo uma série que se passará antes da trilogia do Hobbit.

 

Comentários

Não deixe de assistir: