Em uma recente entrevista ao Yahoo!, o diretor Michael Bay, que trabalhou com Will Smith no filme ‘Bad Boys’, foi questionado sobre a polêmica envolvendo o ator e Chris Rock na última cerimônia do Oscar – e fez questão de dizer com todas as palavras que não se importava.

“Em primeiro lugar, é errado desde o começo”, ele disse. “Mas isso é tudo sobre o que as pessoas estão falando. E eu realmente não me importo. Tem coisas muito mais importantes acontecendo. Hollywood é muito mesquinha. Há bebês explodindo na Ucrânia agora mesmo. Nós deveríamos estar falando sobre isso”.

Bay comentou que não assistiu à cerimônia do Oscar, mas recebeu diversas mensagens de texto falando sobre o incidente – e aproveitou para reafirmar que nunca viu Smith perder a paciência da maneira que fez com Rock.

“Eu trabalhei com ele, ele não é daquele jeito”, o realizador reiterou. “Eu nunca o vi perder o controle daquela maneira. Achei que era tudo combinado, porque eu vi o sorrisinho [dele] e já estive em set quando Will zoava as pessoas, quando brincava com as pessoas. Ouça, foi um tapa. Não foi um soco. Ele é muito bom na luta, ele é treinado… Mas está tudo errado”.


Lembrando que um 4º filme da franquia ‘Bad Boys’ seria lançado, trazendo o retorno dos diretores Adil El Arbi e Bilall Fallah, mas os planos podem ter sido atrapalhados após os acontecimentos supracitados.

Aproveite para assistir:



As informações indicam que uma das consequências da agressão cometida por Smith foi a suspensão do próximo capítulo da saga.

Uma nota do portal The Hollywood Reporter, escrita pelos jornalistas Aaron Couch e Borys Kit, afirma que:

“Um boato que ouvimos esta semana é que ‘Bad Boys 4‘ já estava em desenvolvimento ativo, e Smith recebeu 40 páginas do roteiro antes do incidente do Oscar, segundo nossas fontes. Agora haverá uma… suspensão… no projeto enquanto os responsáveis decidem o que vai acontecer daqui para frente.”


Provavelmente, a sequência não será cancelada, mas deve permanecer suspensa até que a polêmica envolvendo Smith e Rock perca força.

Smith também optou por pedir para sair da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

O ator anunciou no último dia 01 de abril que decidiu deixar de ser um membro da Academia pois havia “traído” sua confiança com uma conduta “chocante, dolorosa, e imperdoável.”

O anúncio repentino veio dias depois da Academia condenar as ações de Smith e abrir um inquérito sobre o incidente.

“Respondi diretamente ao aviso de audiência disciplinar da Academia e aceitarei plenamente todas e quaisquer consequências por minha conduta. Eu privei outros indicados e vencedores de sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu trabalho extraordinário. Estou de coração partido. Aceitaria quaisquer outras consequências que o conselho considerar apropriadas”, disse ele em comunicado.


A academia disse que aceitou sua demissão.

“Recebemos e aceitamos a renúncia imediata do Sr. Will Smith da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas”, disse David Rubin, seu presidente, em comunicado.

O ator ainda pode perder seu Oscar pelo ocorrido:

“Continuaremos a avançar com nossos processos disciplinares contra o Sr. Smith por violações dos Padrões de Conduta da Academia, antes de nossa próxima reunião do conselho agendada em 18 de abril.”, concluiu.

Não deixe de assistir: