O Espetacular Homem-Aranha‘ completa 9 anos hoje, 3, e foi revelado que Andrew Garfield não desistiu tão fácil do papel de Peter Parker.

Segundo reportagem do The Daily Beast, o ator chegou a ter negociações com a Marvel para continuar na pele do super-herói mas foi dispensado pelo estúdio.

O motivo? Não “faria sentido” manter o ator na franquia em função dos rumos criativos que o estúdio tomou, ao decidir reintroduzir o herói numa versão mais jovem e ainda no colegial.

A informação contraria os rumores de que o próprio Garfield teria pedido para deixar a franquia após o acordo fechado entre o Marvel Studios e a Sony Pictures para dividir os direitos do personagem, que resultou no cancelamento de ‘O Espetacular Homem-Aranha 3‘.



Em um e-mail enviado em 2012 que vazou no grande “leak” da Sony, o presidente da Marvel Alan Fine explicou a Tom Cohen (vice-presidente de Produção da Marvel, que atua como um intermediário entre eles e a Sony) todos os problemas com a sequência:

“Eu queria queimar o roteiro logo depois que eu li.”, afirma.

Fine faz uma lista de erros que o roteiro trazia, que realmente acabaram no filme.

Aproveite para assistir:

Confira alguns trechos:

“Esta história é demasiadamente obscura, demasiadamente deprimente… Eu acho que é, potencialmente, muito perigoso minar os eventos significativos da primeira trilogia do Homem-Aranha… Eu acho que é um erro negar a trilogia original no cânone do universo cinematográfico do personagem. O que você está dizendo ao público? Que a trilogia original é um erro, que foi uma farsa total? Mentimos para os fãs? Por que o público vai acreditar no mundo que nós criamos agora?”, afirma.



Fine também reclama do excesso de vilões, já que foi isso que acabou minando o terceiro ‘Homem-Aranha‘, dirigido por Sam Raimi.

“Três vilões? Dá um tempo! Eu não entendi o ódio de Electro pelo Homem-Aranha. Parece fabricado, conveniente, não merecido. Por que nós sempre temos que testemunhar o vilão ser criado à partir do zero e criar várias razões por que ele deve odiar o mundo e, especialmente, o Homem-Aranha? Por que não pode haver apenas algumas ameaças no mundo e o herói vai defendê-lo? E essa necessidade de uma ligação com o passado do Aranha? Em qualquer caso, é preciso desenvolver algumas regras em todo o âmbito dos poderes do Electro. Ele parece ser capaz de fazer tudo o que ele precisa fazer, quando ele precisa fazer.”, acerta o Presidente da Marvel.

 

Comentários

Não deixe de assistir: