Sucesso surpresa de 2016, o thriller O Homem nas Trevas vai ganhar finalmente uma continuação este ano, programado para estrear no dia 12 de agosto de 2021. Na trama do longa original, três jovens criminosos decidem invadir a casa de um homem cego, acreditando que ele não estaria no local, a fim de roubar uma bolada em seu cofre. Para o azar destes meliantes, não só o deficiente estava em casa, como é um veterano extremamente habilidoso e um osso pra lá de duro de roer. Assim, os predadores viram a presa, numa das guinadas mais assustadoras de uma história recente no cinema.

Dirigido por Fede Alvarez (A Morte do Demônio, 2013), o filme foi protagonizado por Jane Levy e Stephen Lang no papel do homem cego (que sequer nome tinha) – se transformando num dos antagonistas mais marcantes do cinema recente do gênero. A sequência trará Alvarez nas capacidades de roteirista e produtor, deixando a direção para Rodo Sayagues (roteirista do original). Para começar a entrar no clima deste segundo filme, trazemos algumas curiosidades do longa original, disponível na Netflix para você conhecer ou revisitar. Data mais do que especial para isso. Confira.

Ideia para a História

O uruguaio Fede Alvarez é um diretor bastante autoral, escrevendo também o roteiro de todos os seus filmes. Foi assim com seu primeiro longa (o remake de A Morte do Demônio) e até com A Garota na Teia de Aranha – adaptação de um famoso livro de suspense que marca seu último filme (até o momento) lançado como diretor. É claro que aqui não seria diferente. Mas O Homem nas Trevas vai ainda mais longe e surge como seu filme mais original, saído cem por cento de sua mente, sem nunca ter existido na forma de qualquer outro material prévio. Bem, seu usual colaborador Rodo Sayagues ajudou a lapidar o texto e assumirá o comando da sequência. Segundo relatos, Alvarez teve inspiração para criar esta trama assustadora justamente de sua vivência ao crescer na cidade de Montevideo, no Uruguai. O que será que ele viu por lá?



A escolha do Título

Vamos combinar que O Homem nas Trevas, título do filme por aqui no nosso país, é bem mais legal que o original Don’t Breathe (Não Respire). Fora isso, o título só foi revelado ao público na estreia do longa no Festival South By Southwest no dia 12 de março de 2016, cinco meses antes de seu lançamento em grande circuito pelo mundo. Curiosamente, o título original planejado pela equipe seria justamente A Man in the Dark (algo como Um Homem no Escuro) – que acabou vingando no Brasil e Coreia do Sul. No início das filmagens, no entanto, o título de trabalho do longa era simplesmente The Blind Man (O Homem Cego), que veio a se tornar o “nome” do personagem de Stephen Lang.

Sucesso Absoluto

Com um orçamento de US$9.9 milhões, O Homem nas Trevas arrecadou mais de US$140 milhões com dois meses de exibição em circuito. Em seu fim de semana de estreia, o filme já havia compensado seu valor de produção, arrecadando quase US$30 milhões em bilheteria. Ao total pelo mundo, o longa fez quase US$160 milhões. Fora isso, se manteve por duas semanas como o filme número 1 do top 10 das bilheterias EUA, onde permaneceu no ranking por seis semanas. Com os críticos o sucesso foi igual, recebendo 88% de aprovação da imprensa no Rotten Tomatoes. Com tanto amor de todos os lados, a pergunta que fica é por que a continuação demorou tanto a sair do papel?



Cego e Mudo

O homem cego se tornou rapidamente um dos antagonistas mais ameaçadores de filmes do gênero, em partes graças à performance na medida certa do grande Stephen Lang (perfeito para papeis do tipo). Porém, a construção do personagem começou no papel, onde os realizadores deram pouquíssimas falas para ele, a fim de aumentar seu teor creepy – afinal muitos dos vilões preferidos dos fãs falam pouco e dizem muito com suas ações. Assim, o homem cego possui apenas 13 frases de diálogo ao longo de todo o filme, sendo a maioria no final. Delas, curiosamente uma que foi mostrada no trailer, onde ele diz: “Agora você verá o que eu vejo”, não foi utilizada no corte final do longa.

Aproveite para assistir:



 A heroína Rocky

Interpretada pela talentosa e subestimada Jane Levy, a personagem Rocky é a verdadeira protagonista do filme. Parte do trio de invasores que pretende roubar o homem cego, ela é a única mulher e seu temperamento fica no meio termo entre o “bom” Alex (Dylan Minnette) e o “mau” Money (Daniel Zovatto). Na trama, somos revelados a motivação de Rocky para o ato criminoso. A jovem pretendia usar o dinheiro para mudar de Detroit para a Califórnia ao lado da irmã mais nova Diddy, visando escapar da mãe abusiva e do padrasto alcoólatra. Porém, em um dos primeiros tratamentos do roteiro, o desenvolvimento de Rocky seria ainda maior, com um passado mais complexo e exemplificado. Rocky chegou inclusive a figurar na lista do PopSugar para figurinos de Halloween sobre “final girls” que apenas as ‘duronas’ conseguem usar – constando em número 4.

Sequência não oficial de Evil Dead

Ao invés de correrem para realizar a continuação de A Morte do Demônio (2013), remake de Evil Dead (1981), a equipe responsável se uniu de novo para um outro projeto. Assim, o diretor Fede Alvarez, os produtores Sam Raimi e Rob Tapert, o roteirista Rodo Sayagues, o compositor Roque Baños e a atriz Jane Levy, todos veteranos de A Morte do Demônio, seguiram juntos para este O Homem nas Trevas. Segundo Alvarez, após um terror sobrenatural, sua ideia era fazer um filme mais voltado para o suspense sem qualquer elemento fantástico.

Amante de Futebol

what's your favorite scary movie? — horrorladies: Rocky (Jane Levy) - Don't Breathe



O diretor uruguaio Fede Alvarez é fã de futebol, como todo bom latino americano, e torcedor do Club Atlético Peñarol. Assim, como em seu remake de A Morte do Demônio, podemos vislumbrar a bandeira do time também em uma cena de O Homem nas Trevas.

Final Alternativo

Don't Breathe Is Blind To Its Faults – cultcrumbs

Inicialmente, O Homem nas Trevas teria um desfecho ainda mais sombrio e sinistro. Na ideia original, Rocky (Jane Levy) não sairia da casa e terminaria capturada pelo homem cego, que a prenderia numa cela. Mesmo com a polícia chegando e investigando a invasão de sua casa, os policiais não encontrariam a porta da cela da jovem. Os roteiristas consideraram esse final muito deprimente e terminaram optando pela fuga da moça. No entanto, para não tornar um final totalmente feliz, o homem cego também escapa, saindo ileso de seus crimes direto para a continuação.

Terceiro Filme a Caminho

Segundo relatos, a história de O Homem nas Trevas 2 trará o homem cego vivendo com uma menininha, a quem adotou e cria como filha. Seu passado volta para assombra-lo quando homens invadem sua casa e sequestram a garota. Assim, o cruel protagonista parte mais uma vez para a vingança. A sequência está confirmada para o dia 12 de agosto no Brasil. Mas essa não é a única novidade. Segundo fontes, a Sony já estaria planejando o terceiro filme desta franquia acidental. Isto é, se o segundo filme repetir ao menos a metade do sucesso do original.


Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva