[ANTES DE COMEÇAR A MATÉRIA, FIQUE CIENTE QUE ELA ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS]

Se você ainda não assistiu aos oito episódios de What If…?, evite esta matéria se não quiser receber spoilers.

Ao longo dos últimos dois meses, What If…? tem sido companhia fiel dos fãs da Marvel nas manhãs de quarta-feira. Com um novo episódio por semana, a série animada que reimagina acontecimentos e personagens clássicos do MCU em realidades alternativas vem com alguns episódios muito bons e outros mais comuns, aparentemente feitos num formato de antologia. Porém, o season finale que será lançado nesta quarta (6) promete unir heróis de diferentes linhas do tempo para enfrentar o Ultron do Infinito. Desde o começo, os fãs comentavam sobre a nova roupagem de super-heróis como a Capitã Carter e o Homem-Aranha do universo pós-apocalíptico. Esses novos visuais e personalidades trouxeram frescor para alguns dos personagens que não foram tão bem explorados assim.



Conforme os episódios estreavam, dezenas de veículos estrangeiros surgiam com supostos insiders afirmando que algum personagem mostrado no episódio da semana estaria confirmado no vindouro Doutor Estranho no Multiverso da Loucura (2022). Obviamente, por enquanto, são todos boatos, já que não houve nenhuma confirmação do estúdio e não vazou nenhuma foto que pudesse confirmar ao menos uma dessas histórias. No entanto, esse ditos vazamentos de membros da produção do filme levantaram uma grande pergunta: os personagens de What If…? podem ser aproveitados no MCU?

Aproveite para assistir:

É um dúvida válida, considerando que o nível de popularidade de boa parte dos personagens cresceu nitidamente nos últimos meses, como no caso da inédita Capitã Carter. E como Hayley Atwell já declarou ser apaixonada por sua personagem, se disponibilizando para retornar ao papel a qualquer momento, não seria nenhum absurdo se o Doutor Estranho do MCU (Benedict Cumberbatch) desse um pulinho nessa linha do tempo e contasse com a ajuda da super-heroína, até porque a atriz não é considerada cara para os padrões da Marvel.



No entanto, se for parar pra pensar, absolutamente qualquer personagem pode “aparecer nos cinemas” utilizando o Multiverso como muleta. Na verdade, essa será uma das maiores preocupações da Marvel nessa nova fase. Desenvolver histórias sem precisar se apoiar na desculpa do Multiverso como facilitador é uma missão não tão difícil, mas que precisará contar com várias equipes de roteiristas e diretores resistindo à tentação de usarem essa “ferramenta” como desculpa para fazer qualquer absurdo. Não à toa, muita gente acreditou nos boatos dos supostos insiders, já que o tal Multiverso abre portas para que todos esses personagens transitem por qualquer que seja a linha do tempo escolhida.

Claro que há limitações de personagens cujo retorno em live action é praticamente impossível, como no caso do T’Challa das Estrelas, que foi interpretado pelo já falecido Chadwick Boseman. Da mesma forma, há alguns zumbis icônicos que foram interpretados por atores que não contam mais com contratos e são considerados caros pela Marvel. Entretanto, é interessante reparar como a maioria dos protagonistas dos episódios é composta por personagens interpretados na versão live action por atores e atrizes que seguem com contrato vigente com o estúdio. Basta ver que as aparições do Homem de Ferro, do Capitão América e da Viúva Negra costumam terminar com eles morrendo ou ficando fora de combate. Não curiosamente, os três atores do MCU (Robert Downey Jr., Chris Evans e Scarlett Johansson) que os interpretaram não seguem mais na empresa.

Agora, se há um personagem cuja presença no MCU é praticamente garantida, esse alguém é O Vigia. Interpretado por Jeffrey Wright, o cabeçudo observador já teve sua espécie aparecendo no MCU em uma participação especial de Guardiões da Galáxia Vol.2 (2017). Só que agora ele contou com um desenvolvimento e até mesmo quebrou a regra que dita os rumos de sua raça, que é apenas observar sem interferir. Neste último episódio, ele contará com a ajuda do Doutor Estranho Cego de Amor para convocar os heróis de outras realidades. Só o fato de terem chamado um ator de mais nome, como Wright, para interpretá-lo numa série animada já é um grande indício de que ele seria utilizado em outras produções, mas trazê-lo e fazê-lo interferir no Multiverso é algo grande demais para deixá-lo restrito apenas ao mundo das séries para o streaming.

Por fim, a possibilidade dos personagens de What If…? aparecerem no MCU é real. Na verdade, seria até estranho se a Marvel não aproveitasse alguns deles. Porém, essa história de que todos farão pontas em Doutor Estranho no Multiverso da Loucura já parece mais difícil, porque indicaria uma grande bagunça ou que eles apareceriam em pontas de centésimos de segundo em uma possível sequência do protagonista viajando sem rumo pelo Multiverso enquanto observa as milhões de realidades paralelas que existem. É possível? É, mas seria um desperdício desses personagens, que certamente renderiam aparições com desenvolvimento muito interessantes nos cinemas.



O season finale de What If…? estreia no Disney+ nesta quarta-feira (6).

Comentários

Não deixe de assistir: