Antes da batalha judicial pelos direitos da franquia ‘Sexta-Feira 13‘, a CW e a produtora Horror Inc anunciaram em 2014 que estavam planejando uma série de TV para explorar a história de Jason Voorhees.

O projeto seria comandado pelo produtor Sean S. Cunningham, um dos responsáveis pelo primeiro ‘Sexta-Feira 13‘, e iria acompanhar diversos períodos da trajetória do vilão.

No entanto, a ideia acabou sendo cancelada em 2016 por conta da disputa pelos direitos autorais que vem sendo travada entre Cunningham e o roteirista Victor Miller, também responsável pelo filme original.

E, pela primeira vez, o site Friday the 13th Franchise divulgou algumas imagens da produção, incluindo modelos de máscaras e facões que seriam usados por Jason.

Confira:

10 filmes de terror no Amazon Prime Video para fugir dos problemas…

Aproveite para assistir:

10 Séries de Comédia para Maratonar nas Próximas Semanas

Há alguns meses, Larry Zerner, representante legal da franquia, revelou que o processo sobre os direitos de imagem de ‘Sexta-Feira 13 está perto de chegar ao fim.

Em seu perfil no Twitter, Zerner atualizou os fãs sobre o caso, dizendo que:

“O tribunal pode fazer uma das três coisas. 1) Afirmar que Victor venceu e detém os direitos do primeiro Sexta-Feira 13, 2) Inverter e dizer que Sean detém todos os direitos ou 3) Enviá-lo de volta ao tribunal para um julgamento … Se eu tivesse que escolher, eu apostaria que o tribunal afirma e sustenta que Victor possui os direitos (mas você nunca sabe). Se um dos lados perder, eles podem recorrer à Suprema Corte, mas é muito improvável que Cunningham aceitaria o caso.”, afirmou.

Segundo ele, a decisão será divulgada até JUNHO de 2020, liberando os direitos da franquia.

Para quem não está por dentro, o roteirista Victor Miller e o diretor Sean S. Cunningham, responsáveis pelo primeiro Sexta-Feira 13‘, brigam há anos pelo controle de tudo que está relacionado à franquia.

Como Zerner deixou claro anteriormente, o tribunal concedeu os direitos do roteiro do filme original para Miller, mas Cunningham está apelando à decisão, o que atrapalha o desenvolvimento de novos filmes.

“Todo mundo está tentando resolver as pequenas coisas. Quem consegue o quê? Quem tem que dar o que a quem. Então, para mim, é um pesadelo”, compartilhou Miller num canal do YouTube. “E você não pode dizer: ‘Bem, vou receber metade do dinheiro e você recebe metade do dinheiro’. Não é assim que funciona. Eu não posso ser mais específico do que isso.”

A maior questão legal se resume a Jason Voorhees, que se tornou o ícone e o ‘rosto’ da franquia, embora ele não tenha sido introduzido até o segundo filme, que Miller não escreveu.

Ao longos dos anos, vários rumores surgiram sobre o desenvolvimento de novas sequências, inclusive a escalação de elenco e uma data de lançamento haviam sido definidas, mas o projeto foi retirado do cronograma e mais nenhuma notícia surgiu.

Lembrando que o último filme da franquia foi lançado em 2009 e estrelado por Jared Padalecki. Apesar dos esforços em reviver a franquia, o longa foi um fracasso, registrando 26% de aprovação no Rotten Tomatoes e arrecadando apenas US$ 90 milhões nas bilheterias mundiais.

15 Séries da Netflix Para Maratonar

15 Séries da Globoplay Para Você Maratonar

15 Séries da Amazon Prime Para Maratonar neste mês

10 reality shows insanos pra você que amou The Circle e Casamento às Cegas

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE