[ANTES DE COMEÇAR A MATÉRIA, FIQUE CIENTE QUE ELA ESTÁ RECHEADA DE SPOILERS] 

Se você ainda não assistiu ao oitavo episódio de WandaVision, não leia esta matéria, a menos que não se importe em receber spoilers.

O arrebatador oitavo episódio de WandaVision já está disponível no Disney+ e está dominando os Trending Topics do Twitter. Depois de uma abordagem mais “protocolar” na semana passada, a Marvel abriu de vez as portas para a Fase Quatro do Universo Cinematográfico Marvel. Mas vamos lá destacar os principais pontos do episódio dessa semana!



Vamos começar com a bruxinha mais (não) querida da Marvel, Agatha Harkness (Kathryn Hahn). Após revelar sua verdadeira identidade, Agatha se mostrou a provável vilã da série. Porém, no episódio de hoje, ela funciona como o fio condutor da trama, guiando a Wanda (Elizabeth Olsen) em um tipo de regressão ou terapia, passando por diversas fases de seu luto e depressão. Conforme é mostrado no início do episódio, Agatha passou por poucas e boas em Salem, agindo como uma bruxa sem mentoria e julgada por isso. Ou seja, ela sabe como é ser uma feiticeira sem ter o controle de seus poderes, assim como Wanda. Será mesmo que ela é a vilã da série? Porque nessa “regressão”, a bruxa parece entender os pontos da jovem e está sempre testando até onde Wanda consegue ir, tal qual uma psicóloga tentando ajudar um cliente a encarar e lidar com os traumas do passado. Acredito que ela vá terminar a série como um tipo de anti-herói, podendo até mesmo assumir o papel de mentora da Feiticeira Escarlate daqui pra frente.

Falando em Feiticeira Escarlate, Wanda enfim assumiu o nome de super-heroína dos quadrinhos. Isso não tinha acontecido antes porque os direitos sobre o nome estavam com a FOX, como a Disney comprou a FOX, aproveitaram a série para dar nome às bruxas. Agatha revela a Wanda que ela é uma Feiticeira Escarlate, título que é anunciado como se fosse para alguém predestinado, tipo o Anakin Skywalker na franquia Star Wars. Isso mostra que a feiticeira vai enfim chegar ao seu potencial máximo. Nessa viagem pelo passado de Wanda, entretanto, vemos algo ainda mais interessante do que apenas esse nome: a confirmação de que ela já nasceu com os poderes, tendo eles apenas potencializados pelo encontro com a Joia da Mente. Em outras palavras… Os mutantes já existem no Universo Cinematográfico Marvel, escondidos por aí com habilidades ocultas. Na verdade, essa história de ter um poder “adormecido” sendo despertado pelas Joias do Infinito lembra muito mais a origem dos Inumanos. Mas é aquela história, né? Entre introduzir os X-Men e reintroduzir os Inumanos, que devem aparecer na série da Miss Marvel e numa futura série dos Jovens Vingadores, parece mais urgente para a Marvel trazer os mutantes para essa realidade.

Aproveite para assistir:



Já o Diretor Hayward (Josh Stamberg), cabeça por trás da E.S.P.A.D.A., se revelou uma ameaça na série. Não que ele seja necessariamente um vilão. Quer dizer, ele é o chefe de uma organização espacial que mexe com armas, é meio que o papel dele ser o babaca insensível que quer transformar tudo em arma. A propósito, os caras da E.S.P.A.D.A. merecem um elogio pela criatividade de chamar de Operação Catarata um procedimento para reviver o Visão (Paul Bettany) mais “focado”. Isso porque a catarata é a doença que mais tira a visão das pessoas no mundo. Enfim, a organização trabalhou esse tempo todo para criar uma nova versão do sintozoide, mas sem os sentimentos: o Visão Branco. Ele nada mais é que a versão reconstruída do robozão, mas sem o “lado humano”. Lembra em Vingadores: Guerra Infinita (2018), quando os personagens dizem que o Visão é um amontoado de partes dentro de um corpo metálico? Então, na versão branca, eles deixam apenas a parte “máquina” dele, podendo fazer com que ele vire um tipo de vilão ou acabe servindo como novo corpo para a consciência do Visão criado pela Wanda dentro do Hex.



Fora tudo isso, ainda tem para resolver a questão das crianças, que podem ou não sobreviver no último episódio, já que muitos ainda não descartaram a possibilidade do Mephisto ou do Pesadelo se revelarem os verdadeiros vilões da série; O Visão do Hex deve acabar confrontando o Visão Branco; O Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch) deve aparecer por conta de Agatha, Wanda ou outra ameaça maior; precisamos saber também quem é o Pietro Fake (Evan Peters) e o que ele fez com a Fóton (Teyonah Parris), e, acima de tudo, isso tudo terá que se juntar de forma coerente no Series Finale. É meio arriscado chegar ao último episódio do seriado com tantas pendências a serem resolvidas, mas se tem algo que WandaVision já provou é que sabe amarrar essas tramas paralelas de forma eficiente, então basta aguardar ansiosamente pela próxima sexta-feira.

Os novos episódios de WandaVision estreiam toda sexta-feira no Disney+.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva