As Piores Traduções Nacionais de Títulos de Filmes

As Piores Traduções Nacionais de Títulos de Filmes

COMPARTILHE!

Morro de curiosidade em conhecer os gênios criativos que traduzem os títulos de filmes para o português. Sim, eu disse gênios criativos porque é exatamente isso que eles são, ou não seria coisa de gênio traduzir “Giant” (que quer dizer Gigante) como “Assim Caminha a Humanidade“? E quanto a “Abre los Ojos” (Abra os Olhos), que no Brasil virou “Preso na Escuridão“?

Não são essas traduções exemplos perfeitos do quão genialmente criativos são nossos tradutores?

É a essa gente genial que eu dedico essa matéria que conta com inúmeras pérolas da tradução de títulos de filmes.




Brincadeiras à parte, vamos aos assassinatos de títulos originais:

 

Títulos Recentes

Título Original: “Cloud Atlas”
Tradução: “A Viagem”

viagem_7

Talvez por achar a tradução ‘Atlas das Nuvens‘ pouco comercial, a distribuidora resolveu dar o infame título ‘A Viagem‘, que faz em muito lembrar a fantástica novela espírita exibida pela Rede Globo em 1994. Como a temática é extremamente diferente, o título não colou, e acabou virando motivo de chacota…




 

Título Original: “The Hangover – Part 3″
Tradução: “Se Beber, Não Case 3! Parte 3″

sebebernaocase3_19

Dessa vez, não tem casamento. Nem despedida de solteiro. Então, nada poderia dar errado, certo? Errado! O título original deveria ser traduzido como ‘A Ressaca‘, mas comercialmente ‘Se Beber, não Case!‘ venderia melhor o primeiro filme. Mas não contavam que teria duas sequências, e na terceira, o título não colou.

 

Título Original: “RED 2″
Tradução: “R.E.D. – Aposentados e Mais Perigosos”

red2_11

Se no primeiro filme eles eram Aposentados e Perigosos, porque não transformá-los em Aposentados e MAIS Perigosos na sequência. Seguindo a linha do excesso nas sequências hollywoodianas, o importante é provar que a Parte 2 sempre tem MAIS…

 

Título Original: “White House Down”
Tradução: “O Ataque”

ataqueacasabranca_4

Ataque à Casa Branca‘ teve seu título alterado para ‘O Ataque‘ para não competir com ‘Invasão à Casa Branca‘, que estreou antes do concorrente. Ambos são descritos como “Duro de Matar ambientado na Casa Branca, em Washington D.C.”. .

 

Título Original: “Beginning of The End –The Last Exorcism II”
Tradução: “O Último Exorcismo – Parte 2″

ultimoexorcismo2_2

Ok, esse não foi culpa dos tradutores brasileiros. Os produtores não imaginavam que o original, intitulado ‘O Último Exorcismo’, faria tanto sucesso: custou míseros US$ 1,8 milhão, e arrecadou mais de US$ 62,5 milhões mundialmente. Com uma potencial franquia em mãos, a Strike Entertainment não se importou em passar mico com o título e resolveu investir em uma sequência.

 

Título Original: “Warm Bodies”
Tradução: “Meu Namorado é Um Zumbi”

meunamoradoeumzumbi_2

Adaptação do livro ‘Sangue Quente‘, de Isaac Marion, foi lançada nos cinemas nacionais com o título ‘Meu Namorado é Um Zumbi‘ (Warm Bodies). Totalmente nada a ver com o título nacional, ‘Meu Namorado é Um Zumbi‘ enfatiza que o título é uma comédia…

 

Casos Clássicos

Título Original: “Because I Said So”
Tradução: “Minha Mãe Quer que eu Case” 

É triste imaginar que todo o filme coube apenas no título. Mas podia ser podia, podíamos ter no título o nome da pessoa com quem a mãe gostaria que ela casasse… e o dia…

 

Título Original: “Jay & Silent Bob Strike Back”
Tradução: “O Império (do besteirol) Contra-Ataca” 

O filme mudou de nome várias vezes, e enquanto eles não chegaram ao pior título eles não desistiram. O primeiro nome foi ‘As Novas Aventuras de Jay & Silent Bob’, depois foi traduzido literalmente do título internacional e se transformou em ‘Jay & Silent Bob Conta-Atacam’, até chegar no nome final e se transformar em ‘O Império (do Besteirol) Contra-Ataca’.

 

Título Original: “Sweetest Thing”
Tradução: “Tudo Para Ficar com Ele” 

Eles transformaram o título ‘Sweetest Thing’ (A Coisa Mais Doce), em ‘Tudo Para Ficar Com Ele’. Sem explicações para a mudança de título damos ao tradutor desta comédia o prêmio de mais criativo…

 

Título Original: “Killing Me Softly”
Tradução: “Mata-me de Prazer” 

O filme teve uma das piores traduções de título em lançamentos deste ano. O Que era para ser ‘Matando-me Lentamente’ se transformou em ‘Mata-me de Prazer’, um novo digno de filminho pornográfico de terceira categoria. O filme até que não foi mal nas bilheterias nacionais, mas, por um escorregão desse, as pessoas poderiam ter deixados de assistir ao filme, imaginando um outro gênero para ele.

 

Título Original: “The Tuxedo”
Tradução: “O Terno de 2 Bilhões de Dólares” 

O que seria isso? Uma homenagem ao ‘O Homem de Seis Milhões de Dólares’? O que seria, numa tradução correta, ‘O Terno’, mas é claro que eles tinham que mudar e fazer uma “Burrada”…

 

Título Original: “Like Mike”
Tradução: “Pequenos Grandes Astros” 

Imagine um filme com o nome de ‘De Volta para o Futuro do Passado’… Este filme simplesmente foi traduzido desta maneira… O que seria para ser ‘Como Mike’, uma homenagem ao jogador de basquete Michael Jordan, se transformou-se em uma homenagem a como não se usar muito a criatividade na hora de traduzir um nome de filme.

 

Título Original: “Evil Dead”
Tradução: “Depende do Seu Ponto de Vista” 

É, isso mesmo, pela bagunça que fizeram na tradução deste filme, até hoje ele é chamado por vários nomes. Primeiramente ele foi lançado nos cinemas como ‘Uma Noite Alucinante – Parte 1 – Onde Tudo Começou’, e quando chegou em vídeo, o nome foi alterado para ‘A Morte do Demônio’, mas alguns ainda preferem o chamar pelo título original americano ‘Evil Dead’, que seria, numa correta tradução ‘Morte Demoníaca’ e não ‘A Morte do Demônio’. O Problema é que o segundo continuou com esse nome, e foi lançado como ‘Uma Noite Alucinante’ e o terceiro exemplar se chamou… Uma Noite Alucinante 3. Tudo isso se deu pela causa de que o segundo filme chegou no Brasil antes do primeiro…

O remake lançado esse ano acabou com a confusão e foi intitulado ‘A Morte do Demônio’.

 

Título Original: “Riding in Car With Boys”
Tradução: “Os Garotos da Minha Vida” 

Está certo que o título nacional foi totalmente alterado, mas até que eu achei que ficou melhor ‘Os Garotos da Minha Vida’ do que ‘Dirigindo o Carro com os Garotos’. Sem contar que o filme é uma adaptação literária, sendo assim, o livro já havia sido traduzido para este nome.

 

Título Original: “Memento”
Tradução: “Amnésia” 

Quem traduziu este titulo não deve ter assistido ao filme… O ator principal fala várias vezes durante o filme que ele NÃO TEM AMNÉSIA, a doença dele é diferente, pois ele lembra de tudo durante o dia e de repente esquece novamente. Sem contar que ‘Memento’ significa algo como ‘Lembrança’.

 

Título Original: “Rat Race”
Tradução: “Tá Todo Mundo Louco! Uma Corrida por Milhõe$” 

Este é um dos filmes mais engraçados dos últimos tempos, mas eu acho que eles acabaram exagerando um pouco ao tentar deixar o título nacional engraçado, ‘Rat Race’ é uma gíria americana que diz ‘competição para subir na vida’. Mas isto se transformou em ‘Tá Todo Mundo Louco! Uma Corrida por Milhõe$’. Ainda bem que eles se tocaram do título ridículo, e o filme chegou ás locadoras somente como ‘Tá Todo Mundo Louco!’.

 

Título Original: “Ocean’s Eleven”
Tradução: “Onze Homens e Um Segredo” 

Nossa Senhora… Este nome parece mais um filme de terror do que de aventura. O que seria para se chamar ‘Onze Homens de Ocean’, no qual Ocean é o nome do personagem principal do filme (George Clooney), virou este grande título. Mas não podemos reclamar dos nosso tradutores, afinal, o filme chegou em  Portugal como ‘Ocean’s Eleven – Façam as Vossas Apostas’. Falar o que né… Tsc Tsc!

 

Título Original: “All About Eve”
Tradução: “A Malvada” 

Perfeitamente compreensível, afinal “All About Eve” (Tudo sobre Eve) é realmente muito parecido com “A Malvada”. Tudo bem que a Eve a quem o título se refere não é lá muito boazinha, mas o título não precisava dizer isso.

 

Título Original: “Calamity Jane”
Tradução: “Ardida Como Pimenta” 

Doris Day virou “Ardida Como Pimenta” quando era pra ser “Jane Calamidade” – o que também não seria um bom nome – e é claro que os tradutores não iam deixar barato, fez-se então da personagem de Doris Day uma espécie de pimenta do reino.

 

Título Original: “Shane”
Tradução: “Os Brutos Também Amam” 

Essa é uma das traduções campeãs, “Shane” é o nome do personagem do filme, agora explicar como se chegou a conclusão de que o filme no Brasil deveria se chamar “Os Brutos Também Amam” é um desses mistérios que nunca serão descobertos. *note que os tradutores adoram contar um pouquinho da história dos filmes nos títulos, fato esse que eu sinceramente não consigo explicar…



Título Original: “Giant”
Tradução: “Assim Caminha a Humanidade” 

Mais um campeão! Quando eu digo que gosto desse filme há quem pense que eu estou me referindo a um documentário sobre a vida do Lulu Santos – tudo bem que o filme é infinitamente anterior a música, mas de qualquer maneira, o título realmente combina mais com uma música do que com um filme.

 

Título Original: “The Big Country”
Tradução: “Da Terra Nascem os Homens”

Essa tradução é quase ecológica. “Da Terra Nascem os Homens”……parece que os tais “homens” do título são plantas….Apenas como curiosidade, “Big Country” quer dizer “Grande País”.



Título Original: “The Sound Of Music”
Tradução: “A Noviça Rebelde” 

“The Sound Of Music” (O Som da Música) como título para esse musical é uma escolha mais do que acertada, mas no Brasil alguém teve a genial idéia de dar um adjetivo a personagem interpretada por Julie Andrews – e colocar esse adjetivo no título – “The Sound Of Music” se tornou então “A Noviça Rebelde”.

 

Título Original: “The Godfather”
Tradução: “O Poderoso Chefão”

Mario Puzo escreveu o livro que deu origem ao excelente filme de Coppola. Traduzido no Brasil “The Godfather” (O Padrinho) ganhou o nome de “O Chefão”. Então quando o filme chegou ao Brasil ninguém pensou duas vezes, foi mantido o nome do livro e acrescentou-se “O Poderoso”. Genial!



Título Original: “The Graduate”
Tradução: “A Primeira Noite de Um Homem”

Mais uma vez os tradutores contam um pouco da história do filme no título. Será que alguém pensa que o filme precisa disso para ser melhor compreendido? “The Graduate” quer dizer alguma coisa como “O Recém Formado” – o que não daria um bom título de qualquer maneira, mas daí a chegar na pérola “A Primeira Noite de um Homem” já é um pouco demais.

 


Título Original: “Annie Hall”
Tradução: “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”

“Annie Hall” é um nome próprio, mas em algum momento deve ter passado pela cabeça dos gênios da tradução que o público brasileiro jamais entenderia isso, portanto surgiu o excelente nome “Noivo Neurótico, Noiva Nervosa”.

 

Título Original: “Airplane”
Tradução: “Apertem os Cintos…..O Piloto Sumiu” 

No dia em que “Airplane” (Avião) quiser dizer “Apertem os Cintos….O Piloto Sumiu” me avisem. Como sempre, eles quiseram deixar o título tão engraçado quanto o filme. De certa maneira conseguiram, o título acabou beirando o ridículo…

 

Título Original: “Analyze This”
Tradução: “Máfia No Divã”

Quis-se mais uma vez contar a história do filme no título, por esse motivo “Analyze This” (Analise Isso) virou “Máfia no Divã”. Mas não se preocupe, a sequência do filme, “Analyze That” está um pouco abaixo, na seção dos filmes que ainda não chegaram por aqui…

 

Título Original: “Abre Los Ojos”
Tradução: “Preso na Escuridão”

Faz sentido….”Abre los Ojos” (Abra os Olhos) tem realmente o mesmo significado de “Preso na Escuridão”….. Quem explica – e o pior – quem permite que uma coisa dessas aconteça?

 

Título Original: “The Good Girl”
Tradução: “Por Um Sentido Na Vida”

“The Good Girl” (A Boa Garota) ganhou muito mais “complexidade” no título brasileiro e se tornou “Por Um Sentido Na Vida”.

 

Título Original: “Fear Dot Com”
Tradução: “Medo.Combr” 

Dispensa comentários!

 

Deu a Louca em TODO MUNDO! 

Parece que ficar louco virou moda nos últimos anos. E o título ‘Deu a Louca‘ em algo pegou bonito nas traduções.

 

Título Original: “Hoodwinked”
Tradução: “Deu a Louca na Chapeuzinho” 

Policiais do reino animal recebem denúncias de uma confusão na floresta. A bagunça envolve nada menos do que a Chapeuzinho Vermelho, o Lobo-Mau e a Vovozinha. As denúncias vão desde invasão de domicílio, até perturbação do sossego. Quem estará contando a verdade? E quem roubou as receitas de doces? A pobre Chapeuzinho é mais mais normal de todos e ela nem chega a babar, então porque resolveram ‘Dar a Louca nela’?

 

Título Original: “Epic Movie”
Tradução: “Deu a Louca em Hollywood”

Epic Movie significa ‘Filme Épico’… Da onde tiraram a loucura daqui? Realmente deu a louca em algo, mas temos certeza que não foi em Hollywood. Não desta vez!

 

Título Original: “State and Main”
Tradução: “Deu a Louca nos Astros” 

“State and Main” são duas ruas desse filme, Main pra quem não sabe é a rua principal de qualquer cidade americana (eles dizem Main street) e a tal State faz cruzamento com a Main do filme. Quem assiste ao filme percebe rapidamente o porque do título original, mas não, os tradutores tinham que fazer uso de sua criatividade, e o filme virou “Deu a Louca Nos Astros” – título que consegue estragar a vontade de alugar o filme – mas não se deixem afetar por isso e assistam “State and Main” que é bem bacana, menos o nome.

 

 

A Onda dos Subtítulos

Alguns títulos de filmes atravessam fronteiras e conseguem chegar por aqui quase que ilesos – quase porque ganham um subtítulo, que ainda bem, na maior parte das vezes são suprimidos pelo povo. O subtítulos são na maior parte das vezes extremamente divertidos, redundantes e – é claro – sempre contam um pedaço da história do filme.

 

“Sunshine – Alerta Solar” 
O Sol está desaparecendo e a humanidade está prestes a acabar junto com ele. O título resume toda esta sinopse, e ainda adiciona o ‘Sunshine’ desnecessariamente…

 

“Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas” 
A biografia de Bonnie e Clyde (um casal de bandidos) ganhou no Brasil o subtítulo “Uma Rajada de Balas”, o que é completamente desnecessário, pois uma vez que Bonnie e Clyde eram bandidos é de se esperar que o filme contenha não uma, mas algumas rajadas de balas. Mais uma vez surge o subtítulo “explicativo”.

 

“Taxi Driver – Motorista de Táxi”
Mais redundante que isso impossível. “Taxi Driver – Motorista de Táxi”….. Todo mundo deve saber que táxi driver significa motorista de táxi, assim sendo temos a honra de dizer que já assistimos ao grande filme “Motorista de Táxi – Motorista de Táxi” :

 

“Arthur – O Milionário Sedutor” 
Dudley Moore é Arthur e no Brasil não é preciso assistir ao filme pra saber que ele é milionário e sedutor porque o subtítulo já nos conta isso, só faltou mesmo acrescentar “bêbado” ao título brasileiro, aí sim seria perfeito; “Arthur, O Milionário Sedutor e Bêbado”.

 

“Christine – O Carro Assassino” 
Mais um subtítulo estraga prazeres. Christine é o nome de um carro, mas ninguém precisava saber antes de conferir ao filme que “ela” é um carro assassino.

 

“Pulp Fiction – Tempo de Violência” 
Tempo de Violência até que não é um subtítulo dos piores, mas que não era necessário, não era. E mais, se fosse mesmo tão necessário, o subtítulo “Tempo de Violência” deveria constar também nos outros dois filmes de Tarantino, em um montão de filmes de Oliver Stone, e por aí vai…

 

“Forrest Gump – O Contador de Histórias” 
Porque não “Forrest Gump – O Corredor”? – afinal de contas Forrest corre durante boa parte do filme.

 

“Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento” 
Alguém me explique por que acrescentou-se ao título original “Erin Brockovich” essa besteira de “Uma Mulher de Talento”? Parece nome de filme da sessão da tarde.

 

“Duets – Vem Cantar Comigo”
Criatividade a toda prova! Já temos um outro filme intitulado “Vem Dançar Comigo”, se alguém procurar garanto que há de encontrar muitos outros “Vem – fazer qualquer coisa – Comigo”.

 

“Moulin Rouge – Amor Em Vermelho” 
Quem se saiu com essa história de Amor em Vermelho merecia um prêmio por tamanha originalidade. Uma vez que era completamente descabido (não que o fato de alguma coisa ser descabida seja impedimento para os nossos criativos tradutores) traduzir “Moulin Rouge” como Moinho Vermelho (o significado é esse) tiveram os tradutores a grande ideia de “enfiar” o vermelho do título original no subtítulo e chegamos assim a obra prima “Amor em Vermelho”, afinal de contas o vermelho sozinho não bastava e já que o filme conta uma história de amor, nada mais certo do que “Moulin Rouge – Amor em Vermelho”.

 

“Glitter – O Brilho de Uma Estrela” 
O filme já é um atentado a sociedade, agora juntar ao “brilhante” título original “Glitter” o sensacional subtítulo “O Brilho de Uma Estrela” é sem sombra de dúvidas a prova cabal de que a personagem de Mariah Carey é quase uma purpurina que anda.

 

“O Núcleo – Missão ao Centro da Terra” 
Se alguém ler este título e não descobrir do que se trata o filme merece o prêmio de ‘brasileiro mais burro do mundo’ (burrice inspirada nesta matéria de piores títulos). O título simplesmente conta a história do filme inteiro em 7 palavras, ainda quer saber do que se trata o filme?

 

Insuperável!

Título Original: “Smokey & The Bandit” (primeiro filme da série sobre a rivalidade entre o Xerife Smokey e o irresponsável caminhoneiro Bandit)
Tradução: “Agarra-me Se Puderes”

Título Original: “Smokey & The Bandit 2” (primeira seqüência do filme)
Tradução: “Desta Vez Te Agarro”

Título Original: “Smokey & The Bandit 3” ( terceiro filme da série)
Tradução: “Agora Você Não Escapa” 

 

Acho que os tradutores não contavam com uma seqüência….

 

 

 

Pois é, tem gente que realmente não se satisfaz em simplesmente traduzir literalmente (quando possível) o título de um filme. Devo admitir que me surpreende o fato de que “Titanic” não tenha sido traduzido como “O Barco que Afunda“!

 

 

 

 

 

Curta nossa ENTREVISTA com a Nina Dobrev:


» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «