Crítica | 10/31 - Antologia de horror perfeita para ver no Halloween

Crítica | 10/31 - Antologia de horror perfeita para ver no Halloween

COMPARTILHE!

Filmes com a temática de Halloween fazem parte da cultura cinematográfica americana e conquistaram o público mundial, incluindo o Brasil, que apesar não compartilhar do mesmo feriado em outubro, aprecia filmes sobre o Dia das Bruxas com muita veemência. Eis então que surge um longa que, assim como o apreciado Contos do Dia das Bruxas, lançado em 2007, apresenta uma série antológica de horror situado no mundo macabro do Halloween.

10/31 apresenta cinco curtas unidos entre si dentro da temática proposta: o pesadelo da noite mais assustadora do ano. A direção se divide entre seis cineastas iniciantes e, entre os destaques, está o músico e ex-baterista da banda EvanescenceRocky Gray, nome importante no atual cenário indie do horror americano.

Todos os filmes dentro do longa são feitos com orçamento limitado e os membros da equipe fazem o que podem com o que tem em mãos. Mesmo que haja uma precariedade no elenco, a parte técnica e visual apresenta ótimos momentos, que mesclam o gore com o sangrento de forma bem interessante. O Halloween aqui é um momento mágico nas tramas, que não se levam à sério e embarcam na viagem louca rumo ao alucinante mundo do macabro.




Fazendo uma rápida análise individual de cada capítulo, começamos com ‘The Old Hag’, que bebe na fonte dos clássicos horror de “mansões mal assombradas”, apresentando uma dupla de atrapalhados tentando realizar um comercial em uma dessas casas medonhas. Tudo começa a dar errado quando uma entidade macabra habita o lugar. A fotografia é bela, com tons azulados e vermelhos, assim como a direção, que sabe explorar os jump scares a trama.

Na sequência, começa 'Trespassers', também se baseando na premissa clássica do horror juvenil. Neste, há um desenvolvimento de trama mais lento, porém, o monstro trash do final é sensacional, mesmo pecando em qualidade técnica, assim como o plot twist divertido.

Logo temos o bom 'Killing The Dance', mais violento que os anteriores e, de todos, o que possui o melhor ritmo, além da trilha sonora original que embala toda a trama, que se passa dentro de uma pista de dança com um assassino louco e um final de fazer você gritar “wtf?”.

'The Halloween Blizzard of 1991’ é uma pura releitura 18+ de O Estranho Mundo de Jack, focado nos jovens ajudantes do Papai Noel, que são terríveis assassinos. O elenco não cumpre com o esperado, porém, a sensação de estar preso em casa em um dia frio, que a trama passa, é claustrofóbica e diverte.

Eis então que encerra com o melhor de todos: 'The Samhain Slasher' é macabro e tem seus momentos de susto. De todos, é o melhor dirigido pelo talentoso Rocky Gray e o que mais tem potencial de ficar marcado em nossa memória por um tempo. Um final perfeito para um filme que não se importa tanto com conceitos e não se leva à sério, que diverte por ser precário e que surge como um daqueles filmes para deixar rodando na TV enquanto seus amigos estão reunidos para uma boa noite de filmes de terror em casa.

Infelizmente, 10/31 ainda não tem lançamento previsto para o Brasil, mas o filme já foi lançado em plataformas digitais nos EUA e está disponível também no bom e velho DVD. Assista o trailer e veja algumas imagens:




Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c