Tarantino busca estúdio para filme sobre Charles Manson após romper com Weinstein

Tarantino busca estúdio para filme sobre Charles Manson após romper com Weinstein

COMPARTILHE!

Depois de romper com a Weinstein Company em função das denúncias de assédio envolvendo seu fundador, Harvey Weinstein, Quentin Tarantino está à procura de um novo estúdio para seu próximo filme.

Trata-se do nono filme de sua carreira, que irá mostrar o assassinato da atriz Sharon Tate pelos seguidores de Charles Manson em 1969.

De acordo com informações do The Wrap, o diretor está bem exigente com o processo de escolha e tenta manter seu roteiro em sigilo absoluto. A Warner Bros., Universal Pictures e a Paramount estão entre os possíveis estúdios interessados.

O ator Brad Pitt, com quem o diretor trabalhou em 'Bastardos Inglórios', e Jennifer Lawrence ('Mãe!') são cotados para fazer parte do elenco.




O filme ainda não tem data de lançamento prevista.

Recentemente, Tarantino também confessou que sabia dos casos de assédio cometidos por Harvey Weinstein, saiba mais:

Após um considerável hiato em silêncio sobre as inúmeras revelações de casos de assédio sexual envolvendo o produtor Harvey Weinstein, seu parceiro e amigo de longa data, Quentin Tarantino, decidiu se pronunciar sobre a enxurrada de acusações.

Em uma entrevista ao jornal New York Times, Tarantino admitiu que foi omisso em relação às acusações que chegaram aos seus ouvidos, inclusive de sua ex-namorada Mira Sorvino.

Segundo ele:

“Eu sabia o suficiente para poder fazer muito mais do que eu fiz. Sei que tudo ia muito além dos rumores habituais, da fofoca comum. Não era indiretamente, eu sabia que ele fez algumas dessas coisas”.

O diretor também revelou que estava ciente das investidas de Weinstein quanto à sua ex-namorada, Mira Sorvino, que também alegou ter sido tocada de forma inconveniente e inadequada pelo empresário:

“Estava chocado e estupefato, mas pensei que o problema estivesse resolvido. Eu racionalizei a situação, considerando que ele não tocaria nela, pois sabia que era minha namorada”.

O vencedor do Oscar também lamentou por ter agido de forma omissa, ignorando as alegações:

“Se eu pudesse voltar atrás, teria tomado a responsabilidade do que ouvi. Eu apenas remeti isso àquela imagem clássica da era dos anos 50 e 60, em que o chefe fica perseguindo a secretária ao redor da mesa. No final das contas, o que eu fiz foi marginalizar esses incidentes e qualquer coisa que eu disser agora vai parecer meramente como uma desculpa esfarrapada”.

Tarantino foi ainda mais além, afirmando que todos que convivam de perto com Harvey sabiam de pelo menos um destes incidentes:

“Todos que estavam perto dele já haviam ouvido a respeito de pelo menos um destes casos. É impossível dizer que não sabiam”.

A primeira parceria de Harvey Weinstein e Quentin Tarantino aconteceu com ‘Cães de Aluguel’, em 1992. A partir de então, todas as produções feitas pelo cineasta estiveram diretamente vinculadas a pelo menos uma das empresas comandadas pelo empresário, como a Miramax e a The Weinstein Co.

Acompanhe essa treta com a gente:

Ator de 'Pânico', sabia das acusações de assédio sexual contra Harvey Weinstey 

Lena Headey, a Cersei, conta tudo sobre quando Harvey Weinstey tentou estuprá-la

Atriz de 'The Big Bang Theory' diz que roupas modestas evitam o assédio sexual

Harvey Weinstein é expulso do Oscar; confira a declaração da Academia

Harvey Weinstein ameaçou Felicity Huffman para ela usar vestidos da grife de sua esposa

Lindsay Lohan defende Harvey Weinstein após várias denúncias de assédio sexual

Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow acusam produtor Harvey Weinstein de assédio sexual

Produtor Harvey Weinstein é demitido por assédio sexual

Woody Allen diz estar "triste" por Harvey Weinstein e causa revolta




Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c