Um streaming que já está no Brasil mas ainda não é muito badalado é o STARZPLAY. Com algumas séries exclusivas e ainda pouco conhecidas aqui no Brasil, o streaming possui um preço bastante acessível e pode agradar muitos cinéfilos e cinéfilas que buscam sempre alguma novidade. Além de contar com um catálogo de produções do canal de televisão a cabo americano Starz, em relação à filmes, o canal não possui títulos exclusivos ainda mas já possui em sua grade (daquela maneira de entra, fica um período e saí) alguns ótimos longas-metragens atualmente.

Para ajudar você leitor ou leitora que busca nesse streaming algumas dicas, segue uma lista abaixo com 10 Filmaços disponíveis na STARZPLAY:

 

PS Eu Te amo



Se você está procurando um filme que te faça chorar e pensar sobre os relacionamentos que já teve em sua vida, não existe aposta mais certeira que esse longa-metragem Richard LaGravenese que chegou aos cinemas brasileiros no ano de 2008. Na trama, uma jovem é muito casada com o homem de sua vida, só que esse ele fica doente e acaba falecendo. Reunindo forças para passar por esse momento, ela descobre que ele deixou uma série de cartas e isso a faz redescobrir um novo sentido para sua vida. No elenco, nomes como: Gerard Butler, Hilary Swank, Jeffrey e Lisa Kudrow.

Aproveite para assistir:

 

Paixão Inocente



As músicas mais bonitas são aquelas que chegam ao coração de alguém que nos entende. Depois de conquistar plateias no mundo todo com o tênue romance Loucamente Apaixonados, o cineasta californiano Drake Doremus dirige e assina o roteiro da interessante fita Breathe In (no original). Falando sobre a redescoberta da arte do viver em meio a um caos familiar derivado das conseqüências de atos naturais e impensáveis, o drama possui um enredo envolvente que vai conquistar o público do primeiro ao último minuto de fita.

 

Horizonte Profundo: Desastre no Golfo

A ganância insaciável é um dos tristes fenômenos que apressam a autodestruição do homem. Dirigido pelo cineasta nova iorquino Peter Berg (O Grande Herói (2013)), o ótimo filme Horizonte Profundo: Desastre no Golfo fala sobre, entre vários pontos, a ganância do ser humano. Baseado em fatos reais, o filme consegue deixar o espectador com os olhos atentos ao longo dos 107 minutos, muito porque consegue fugir de vários clichês retratando com muita verdade os acontecimentos traumáticos desse dia que foi o maior desastre em uma plataforma de petróleo da história dos Estados Unidos.

 



Capitão Phillips

Baseado no livro Dever de Capitão de Richard Phillips, o novo longa-metragem do excepcional diretor britânico Paul Greengrass (Zona Verde) é uma grande aventura de sobrevivência com tremendas críticas sociais. Com uma atuação espetacular de Tom Hanks (A Viagem) e um roteiro muito dinâmico, o espetador nem percebe que o filme tem duas horas e vinte minutos de duração. Esse trabalho é muito mais do que apenas a incrível história do primeiro navio de carga americano a ser sequestrado em duzentos anos.

 

Amnésia


Lançado em 2000, e com certeza um dos filmes mais aclamados do cineasta Christopher Nolan, Amnésia é um verdadeiro labirinto misterioso onde o espectador fica buscando pistas a todo instante sobre o que realmente é sobre aquela história. Na trama, acompanhamos um protagonista confuso em busca do paradeiro do homem que matou sua esposa, por ter problemas de memória recente, toda vez que desperta ele se baseia em tatuagens escrita por ele mesmo para saber o que fazer e seguir em frente em sua busca.

 

 

La La Land – Cantando Estações

O futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos. Filme de abertura do último Festival de Veneza ano passado, La La Land – Cantando Estações é um daqueles filmes que dificilmente sairão de nossa memória.  Falando sobre a magia de Hollywood, o impactante som do Jazz e principalmente sobre as inúmeras tentativas do ser humano em alcançar os seus sonhos mais lindos, o longa-metragem é uma aula em como fazer o público se divertir através do olhar de protagonistas (interpretados magistralmente por Ryan Gosling e Emma Stone) que louvam o amor. O jovem cineasta Damien Chazelle (do impressionante Whiplash) mais uma vez brinda os cinéfilos com uma pequena obra prima.

 

 

Blade Runner 2049

Ainda dentro do universo criado pelo visionário Philip K. Dick, chegou aos cinemas anos atrás o aguardado novo filme da franquia Blade Runner. Dessa vez, dirigido pelo canadense Denis Villeneuve (de Incêndios, A Chegada e outros belos filmes), avançamos cerca de três décadas em relação a linha do tempo contínua em relação ao primeiro longa-metragem e reencontramos um grande e velho personagem que cumpre com louvor, dessa vez, seu papel de coadjuvante nos intensos 167 minutos de projeção. Um dos grandes méritos do projeto é conseguir acordar uma história emblemática de décadas atrás e trazer novos elementos que se encaixaram como uma luva no universo futurístico criado. Tudo funciona muito bem na bela condução de Villeneuve que se consagra como um dos grandes cineastas dos nossos tempos.

 

Sicario: Terra de Ninguém

Nunca houve uma guerra boa nem uma paz ruim. Nomeado para a Palma de ouro no ano de seu lançamento, na categoria melhor diretor, o longa-metragem de ação estimado em mais de 30 Milhões de Dólares, Sicario: Terra de Ninguém é adrenalina pura, do início ao fim. Pelos olhos da forte protagonista, interpretada pela bela e competente Emily Blunt, vamos sendo apresentados a um mundo violento e sanguinário dos cartéis mexicanos. Além de Blunt, Benício Del Toro e Josh Brolin, os dois muito competentes em seus respectivos papéis, ajudam a contar essa ótima história que no mínimo é impactante.

 

As Vantagens de ser invisível

A força da amizade, um mundo sem amigos em um universo muito particular. Dirigido e roteirizado por Stephen Chbosky, As Vantagens de ser Invisível tinha tudo para ser mais uma historinha sobre adolescentes e muita bobagem. Engana-se quem pensou isso. Dessa vez, os cinéfilos foram brindados com uma fita muito verdadeira sobre as experiências de jovens em busca de descobertas e realizações. Tem cenas cativantes e canções que marcaram outras gerações. É uma visão madura e divertida sobre a adolescência, seus mistérios e suas surpresas. A busca pelo infinito vai de baladas românticas até uma homenagem à The Rocky Horror Picture Show, esse último uma das grandes passagens do longa.

 

Truque de Mestre

Quem não gosta de um bom show de ilusionismo? Criss Angel, David Blaine, Harry Houdini, Mister M. são alguns dos mais famosos nomes que acompanham o imaginário de muitas pessoas ao redor do mundo com suas habilidades de mágica e ilusão. Se aproveitando dessa necessidade humana pela curiosidade, os roteiristas Boaz Yakin e Edward Ricourt criaram uma história muito inteligente onde o espectador não consegue desgrudar os olhos da telona. Truque de Mestre tem cenas de ação misturadas com diálogos interessantes, transformando a trama em um filme dinâmico e que agrada a maior parte do público.

 

 

 

Comentários

Não deixe de assistir: