Uma tristeza profunda, uma sensação angustiante de falta de esperança, falta de vontade de fazer as coisas, alterações no humor. Você já deve ter lido ou ouvido falar sobre alguns sintomas da depressão, uma doença que afeta completamente o emocional de uma pessoa e que acompanha a humanidade ao longo de toda sua história. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), estima-se que mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo sofram com esse problema. Nos filmes, que nunca deixam de ser uma maneira de refletirmos sobre o que acontece na sociedade, algumas histórias navegam por esses dramas. Pensando nisso, segue abaixo 10 filmes que nos ajudam a refletir sobre a depressão:

 

A Vida em Espera


Baseado em um conto homônimo, escrito por E.L. Doctorow, publicado na revista New Yorker, Wakefield é um drama bastante peculiar que aborda a trajetória de um homem que literalmente cansa da mesmice de sua rotina. O filme basicamente é um monólogo do protagonista, interpretado por Bryan Cranston, com várias perguntas ao vento enquanto percorremos lembranças perdidas do personagem. Essa fábula da depressão pós moderna, possui um roteiro interessante mesmo que algumas vezes confuso.

 

Aproveite para assistir:



Gente de Bem


É complicado retratar a depressão e a falta de sentido da vida com personagens tão diferentes e mesmo assim ser um filme interessante. Gente de Bem, filme que estreou no Festival Internacional de Toronto e lançado após na rede de streaming Netflix, sem dúvidas não é um filme para qualquer um. Escancara a realidade modelando seu ritmo com pitadas de humor depressivo nos diálogos, situações constrangedoras e atitudes para lá de polêmicas. No papel principal, o excelente ator australiano Ben Mendelsohn que mais uma vez mostra todo seu talento em um excêntrico e bastante peculiar personagem.

 

101 Reykjavík

Há uma melancolia misturada com uma pré-disposição à depressão apresentada pelo curioso personagem, um homem sem muitas pretensões na vida que resolveu vestir as roupas de acomodado eterno vivendo dia após dia fumando seus inúmeros cigarros e indo a bares lotados para tomar cerveja e observar os outros. Suas observações são bem conservadoras e isso gera um efeito reverso quando precisa sair do seu pensar e atualizar quando sua mãe resolve se assumir lésbica e ao mesmo tempo Hlynur tem a descoberta de que vai ser pai. Assim, o ‘eremita vivendo em um monastério’ precisa se jogar na vida, aprender, errar, acertar, pois todos sabemos que ela é uma só.


 

Em Busca da Vingança

O luto por quem amamos é sempre eterno, assim como as saudades e as lembranças de tudo que compartilhamos. Dirigido pelo desconhecido cineasta Elliott Lester, baseado em fatos reais e com os dois primeiros atos primorosos, Em Busca de Vingança (Aftermath) é um drama bem forte que fala sobre uma terrível tragédia ocorrida em solo norte americano. Acostumados a ver Arnold Schwarzenegger em filmes de ação, muitos se surpreenderão com a bela atuação do ex-governador da Califórnia nesse drama comovente.

 


Jovens Adultos

Até que ponto podemos nos prender a um passado que não existe mais? O filme de Jason Reitman fala sobre depressão, inveja e desejo pela felicidade alheia com uma carga dramática forte associada à uma protagonista bastante original muito bem interpretada pela ganhadora do Oscar, Charlize Theron.

 

Um Novo Despertar


Com uma atuação convincente do seu protagonista e uma trama que comove, emociona em muitos de seus momentos, Um Novo Despertar, dirigido pela ótima Jodie Foster foi um dos ótimos projetos surpreendentes de 2011. Na história, um homem em estado de depressão, após tentar o suicídio, vê em um fantoche de mão a solução dos seus problemas.

 

Meus Dias Incríveis


Na trama, conhecemos um homem desiludido com sua vida profissional e pessoal. Certo dia, resolve fugir e plantar evidências do seu desaparecimento em uma deserta ilha longe de casa. Na estrada, à bordo de um conversível clássico esbarra com uma mulher completamente insana e juntos vivem dias intensos vivendo literalmente a vida de outras pessoas.

 


Duets – Vem Cantar Comigo

Na trama, conhecemos algumas pessoas que de alguma forma tem a música em seu campo intercessor. Conhecemos o cantor e malandro Ricky (Huey Lewis), um experiente artista que roda os Estados Unidos aplicando golpes em apostas musicais que acaba descobrindo em uma dessas paradas que tem uma filha, Liv (Gwyneth Paltrow), com o grande amor de sua vida. Também é nos apresentado a saga do vendedor Todd (Paul Giamatti), um homem muito infeliz no seu casamento e no trabalho que um dia acaba sendo apresentado ao universo dos karaokês, fator que desperta nele uma nova chance de enxergar a vida, principalmente quando seu destino se une ao de Reggie (Andre Braugher), um ex-presidiário que tem uma voz de anjo. Billy (Scott Speedman) e Suzi (Maria Bello) também tem seus destinos modificados quando a partir de um encontro nasce uma amizade. Essas almas estão rumo a um grande prêmio de 5.000 dólares em um campeonato nacional de karaokê.

 

Cake – Uma Razão para Viver

Só nos curamos de um sofrimento depois de o haver suportado até ao fim.  Falando sobre a dor da perda e uma incrível distância sobre a arte do despertar novamente à vida, o diretor Daniel Barnz consegue realizar um trabalho bastante competente, cheias de sentenças verdadeiras que acontecem em nosso mundo mas as vezes não enxergamos. Cake – Uma Razão para Viver, é uma jornada rumo às profundezas de um mar sem fim, sem melodramas, com muita verdade e que conta com uma baita atuação de Jennifer Aniston.

 


Por Lugares Incríveis

O caos emocional é um dos problemas de toda uma nova geração. Por Lugares Incríveis é um prato cheio para psicanalistas, psicólogos, psiquiatras e até mesmo sociólogos. O entender o ser humano é sempre uma ação extremamente complicada, ainda mais em jovens ainda em formação intelectual e emocional, o filme navega nessa corrente de maneira profunda a seu modo.  As lições chegam de todos os lados: há como viver em meio ao caos emocional e encontrar saídas para não deixar de ser feliz? Como lidar com os sentimentos do próximo? Como buscar ajuda para situações que não consegue entender? Há bastante reflexão, principalmente no ato final.

Não deixe de assistir: