As 10 Novas Atrizes que Brilharam no Cinema em 2018

As 10 Novas Atrizes que Brilharam no Cinema em 2018



Elas têm de 15 a 29 anos de idade, chamaram atenção da crítica especializada e do público em 2018 e prometem muito mais em 2019. Esta é lista de jovens atrizes que roubaram a cena em Hollywood (e na Netflix) e prometem ser as novas queridinhas da América.

Há seis anos as sensações juvenis eram Jennifer Lawrence, Emma Stone e Brie Larson, hoje todas estão muito bem-sucedidas. Agora, é o momento de renovar o elenco em filmes de super-heróis, comédias românticas e dramas. Confira abaixo a seleção de talentos jovens para os próximos anos. Caso a gente tenha deixado alguém de fora, deixe sua opinião nos comentários.

10. Geraldine Viswanathan (Newcastle, Austrália, 23 anos – 4 filmes)

Nascida na Austrália, mas de ascendência indiana e suíça, Geraldine Viswanatha foi aclamada pela crítica como a revelação da comédia Não Vai Dar (Blockers), tida como um dos melhores filmes do gênero em 2018 e com 83% de aprovação no Rotten Tomatoes (RT). Com toda essa repercussão, a jovem pode ser vista também na produção da Netflix, O Pacote, mas que não agradou tanto assim, com apenas 47% de aprovação no RT.

Com potencial para muito mais, ela já está escalada no elenco de Bad Education, de Cory Finley – responsável pelo elogiadíssimo Puro-Sangue este ano -, ao lado de Hugh Jackman e da ganhadora do Oscar Allison Janney. Geraldine Viswanathan é um nome para ser acompanhado.

9. Awkwafina (Nova York, NY, EUA, 29 anos – 5 Filmes)

Aproveite para assistir:


Apesar de seu debut no cinema ter sido na comédia Vizinhos 2 (2016), Nora Lum – conhecida como Awkwafina – chamou atenção do público e dos produtores este ano. Em 2018, ela estrelou ao lado de três outras jovens atriz a comédia dramática adolescente Dude: A Vida é Assim, da Netflix. A produção propunha uma versão mais libertadora da adolescência feminina, mas teve alguns pontos mal trabalhados.

Com um elenco de musas de Hollywood, 8 Mulheres e Um Segredo prometia o mundo, mas entregou pouco e a irreverência da jovem comediante rendeu alguns bons momentos. Contudo, com a comédia romântica Podres de Rico, Awkwafina deu um show como a descontraída Peik Lin Goh, responsável pelas partes mais cômicas da obra ao lado de Ken Jeong (Se Beber, Não Case III).

‘Podres de Ricos’: 7 Razões que Tornam a Comédia com Elenco Asiático Imperdível!

8. Quinn Shephard (Nova Jersey, EUA, 23 anos – 11 filmes)

Com um lançamento limitado, a atriz estreou na direção e roteiro no início deste ano com a obra Blame, que fala sobre assédio. Para uma jovem de 23 anos, o projeto foi bastante ousado e chamou a atenção dos críticos de Hollywood, sendo indicada ao Independent Spirit Award por melhor roteiro de estreia.  

Além do seu trabalho atrás das câmeras, Quinn protagonizou o filme e esteve em mais duas produções este ano. O Sol da Meia Noite, como a melhor amiga da protagonista Bella Thorne, e O Mau Exemplo de Cameron Post, como a namorada de Chloe Grace Moretz. Para 2019, ela estará na produção The Man in the Woods, de Noah Bushel.

Crítica| O Mau Exemplo de Cameron Post

7. Lana Condor (Can’Tho, Vietnã, 21 anos – 5 Filmes)

Adotada por pais norte-americanos, Lana cresceu em Chicago antes de mudar para Santa Mônica, Califórnia, aos 15 anos. Ela estreou nos cinemas em X-Men: Apocalipse (2016), como Jubilee, e logo depois participou do filme O Dia do Atentado (2016), sobre a tragédia na maratona de Boston em 2013.

Entretanto, os holofotes chegaram até Lana na adaptação da Netflix Para Todos os Garotos que Já Amei. A comédia romântica caiu no gosto do público e da crítica, obtendo 96% de aprovação no RT. Grande parte dessa conquista é a impressão tímida e inocente da atriz para a personagem. No próximo ano, Lana estará na super produção Alita: Anjo de Combate, de Robert Rodriguez e já esperamos a sequência de Para Todos os Garotos que Já Amei.

6. Alexandra Shipp (Phoenix, Arizona, EUA, 27 anos – 11 Filmes)

Assim como Lana Condor, o pontapé inicial de Alexandra foi em X-Men: Apocalipse (2016), no papel da jovem Tempestade. Contudo, apenas este ano a jovem chamou atenção da imprensa e público na comédia romântica Com Amor, Simon. Ela também esteve na produção da Netflix, Dude: A vida é Assim, ao lado de Awkwafina, e na produção Garotas da Tragédia, lançada em 2017, mas que chegou ao Brasil via streaming este ano.

Em 2019, o seu grande projeto é X-Men: Fênix Negra. Para além disso, a jovem estará também nos filmes Shaft, com Samuel L. Jackson; e na adaptação literária do best-seller A Caminho de Casa, do escritor Bruce W. Cameron. Vale a pena a seguir de perto.

Crítica | Garotas da Tragédia

5. Letitia Wright (Georgetown, Guiana, 25 anos – 7 filmes)

Aos sete anos de idade, Letitia mudou-se com a família da capital de Guiana para Londres. Lá, ele começou a carreira em séries da TV britânica. Sua aparição mais emblemática é no episódio Black Museum, da série Black Mirror (2017). Contudo, a sua popularidade despontou com a cientista Shuri em Pantera Negra.

O jeito descontraído e a excepcional inteligência da personagem a fez uma das queridinhas do universo Marvel. Logo em seguida, Letitia encarou a mesma personagem em Vingadores: Guerra Infinita. O suficiente para mostrar um talento promissor para os próximos anos. Além da sequência, Vingadores: Ultimato, a jovem poderá ser vista na produção Guava Island, dirigido por Hiro Murai (da série Atlanta), com Donald Glover e Rihanna no elenco.

4. Isabela Moner (Cleveland, EUA, 17 anos – 7 filmes)

Com duas personagens energéticas este ano, Isabela Moner é um dos novos rostos mais talentosos de Hollywood. Sequestrada por Benicio Del Toro em Sicário: Dia do Soldado e uma adolescente órfã na comédia dramática De Repente Uma Família, com Mark Wahlberg, Isabela comprovou talento suficiente para brilhar no cinema.

Sua próxima missão será viver a protagonista de Dora, a Aventureira, na adaptação do desenho animado para o live-action. Antes disso, ela participou de Transformers: O Última Cavaleiro (2017) e Middle School: The Worst Years of My Life (2016). Filha de uma peruana com um estadunidense, Isabela começou a atuar na Broadway aos 14 anos e é cantora, aliás, ela compôs a canção final do filme De Repente Uma Família.

Entrevista ‘De Repente uma Família’: ‘Eu acho que esse filme mudará a vida das pessoas’, diz Isabela Moner

3. Zazie Beetz (Berlim, Alemanha, 27 anos – 8 filmes)

Filha de pai alemão e mãe norte-americana, Zazie Beetz fala fluentemente alemão e inglês. Depois de vários papéis secundários em séries e filmes, este ano a atriz brilhou no papel de Domino, com o seu super poder de ter sorte, em Deadpool 2. Após o falecimento de Vanessa (Morena Baccarin), acreditamos no terceiro filme da franquia X-Force haverá um envolvimento romântico entre o protagonista e a musa sortuda.

Antes de voltar ao papel de Domino, no entanto, Zazie está presente em sete filmes em pós-produção para 2019. Entre os projetos estão Coringa, com Joaquin Phoenix, e Lucy in the Sky, sobre uma mulher astronauta, com Natalie Portman. Além disso tudo, a gente ainda pode conferir a moça na série Atlanta, na pele de Van.

2. Amandla Stenberg (Los Angeles, CA, EUA, 20 anos – 8 filmes)

Em 2012, Amandla Stenberg causou comoção no papel da pequena Rue, em Jogos Vorazes, e logo depois participou de algumas produções menores até chegar ao papel principal no romance juvenil Tudo e Todas as Coisas (2017). Somente este ano, no entanto, é que o seu talento foi revelado.

Baseado no best-seller de Angie ThomasO Ódio Que Você Semeia -, Amandla deu vida a Starr, uma menina dividida entre dois mundos e em busca de justiça no tratamento igualitário entre brancos e negros. Com uma mensagem poderosa, a atriz atuou brilhantemente em cenas difíceis de violência e ativismo político. Seu outro trabalho deste ano, Mentes Sombrias, entretanto, deixou a desejar nos efeitos especiais e na construção do roteiro. A atriz ainda esteve no TIFF 2018 para promover o trabalho Where Hands Touch, ao lado de Abbie Cornish.

Crítica | O Ódio que Você Semeia – Um dos melhores filmes de 2018

1. Elsie Fisher (Riverside, CA, EUA, 15 anos – 10 Filmes)

Embora tenha 10 filmes na bagagem, a menina de 15 anos nunca tinha tido um papel destaque no cinema. Em 2018, Elsie Fisher ganhou a mídia e os holofotes ao interpretar Kayla no drama adolescente Oitava Série. Dirigida por Bo Burnham, a jovem arrebatou a crítica por conta da veracidade transmitida, tanto que foi nomeada ao Globo de Ouro.

Antes do fenômeno independente Oitava Série, Elsie era responsável pela voz de Agnes, a filha mais nova do vilão Gru, na franquia Meu Malvado Favorito (2010, 2013 e 2017), além de outros trabalhos como dubladora. Com dois títulos em produção para o próximo ano, a menina promete fazer história na frente das câmeras, não mais apenas com a sua voz.  

Crítica | Oitava Série – Cativante retrato da adolescência com chances ao Oscar



COMENTÁRIOS