De acordo com o Deadline, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, ordenou que todos os cinema da Itália serão fechados após um aumento nos casos de Coronavírus nas últimas duas semanas.

Abertos desde o início de agosto em algumas regiões, os cinemas foram considerados espaços com um grande fator de propagação de diversas doenças respiratórias.

Além dos cinemas, teatros, shoppings, academias e discotecas serão fechados a partir de hoje (26), até o dia 25 de novembro.

Além disso, o país vai adotar um toque de recolher para restaurantes e bares, que serão obrigados a fechar suas portas todas as noites às 18h.



Os números de infectados na Itália vinham aumentando desde o início de outubro… E, só no último sábado, o país registrou um novo recorde de casos, atingindo 19.644 pessoas e deixando mais de 150 mortos.

Aproveite para assistir:



Para evitar um retrocesso como no início da pandemia, a Espanha e a França também vão adotar o toque de recolher, obrigando estabelecimentos fechados a encerrarem suas atividades diárias antes das 22h.

Há alguns meses, uma pesquisa publicada pelo The Hollywood Reporter revelou que a maioria do público não está preparado para retornar aos cinemas em 2020.

Realizada pelo Morning Consult, a pesquisa entrevistou 2200 pessoas no território americano, mas é um quadro pode ser aplicado a diversos países considerando o medo de contágio.

Questionados se pretendiam retornar aos cinemas assim que as salas fossem reabertas, apenas 7% dos entrevistados disseram que se sentem à vontade sobre isso, enquanto 65% afirmaram que “é muito improvável.”



Os pesquisadores foram mais além e perguntaram se alguém pretendia retornar ao longo de 2020. Somente 12% do público disse que sim, e 37% que não.

Por outro lado, 34% responderam que se sentiriam mais seguros a retornar se as redes obrigassem o público a usar máscaras durante as sessões.

Confira:



Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE