Durante uma entrevista para o podcast The Business, o diretor de ‘Deadpool’, Tim Miller, disse que decidiu não retornar para a sequência por conta de um desentendimento com Ryan Reynolds.

Miller revelou que o astro queria o controle criativo da franquia, o que gerou inúmeros conflitos com os planos do diretor, que já tinha suas próprias ideias para o segundo filme.

“Ficou claro que Ryan queria estar no controle da franquia. Há diretores que conseguem trabalhar dessa maneira com bastante sucesso, mas eu não. Sabe? Eu não me importo de ter um debate e discutir novas ideias, mas eu não quero participar de um projeto que não permita a minha expressão como diretor. Ryan é o rosto da franquia, e ele foi o componente mais importante disso, de longe. Então, se ele decidir que quer tomar o controle, ele vai conseguir.”

O diretor disse que não ficou magoado e que simplesmente decidiu seguir em frente, desejando boa sorte para a equipe.

“Eu sempre fui muito bom em seguir em frente. Tivemos uma reunião na Fox, e o roteiro estava em aberto, então eu disse: ‘Entendi. Vou me afastar para vocês fazerem o que querem’.”

Depois que Miller se afastou, o diretor David Leitch assumiu a produção, que teve parte do roteiro escrito por Ryan Reynolds, ao lado de Rhett Reese e Paul Wernick, responsáveis pelo roteiro do original.

A sequência foi um sucesso comercial e arrecadou US$ 785 milhões pelo mundo, tornando-se a maior bilheteria R-Rated na época em que foi lançado, antes de perder o título para ‘Coringa’.

Aproveite para assistir:

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE