A atriz Jennifer Lawrence revelou durante o Festival Internacional de Toronto que ficou assustada após ler o roteiro de ‘Mãe!‘, escrito por seu namorado na vida real Darren Aronofsky.

“Quando ele me contou suas ideias, achei que elas eram brilhantes, inovadoras, desafiadoras… sempre fui fã do trabalho dele porque acho ele ousado e corajoso. Mas quando ele me deu o roteiro e eu li, joguei o texto no chão e disse que ele tinha sérios problemas psicológicos”, afirmou.

Mesmo assim, ela topou a estrelar o filme.

Assista nossa crítica em vídeo:



O filme já teve suas primeiras exibições para a crítica especializada ao longo do Festival de Cinema de Veneza e Toronto e as principais avaliações da produção já estão entre nós.

Aproveite para assistir:

Conquistando o coração dos críticos, a obra já atingiu a impressionante marca de 93% de aprovação no site Rotten Tomatoes, sendo considerado um thriller com um clímax de tirar o fôlego, perturbador e com um ar muito semelhante ao clássico ‘O Bebê de Rosemary’.

E se você está na expectativa para conferir o filme nos cinemas e quer saber o que vem por aí, selecionamos as críticas dos veículos de maior prestígio.



Confira [com SPOILERS]:

“Brigando com este clímax – submerso em sangue, simbolismo religioso, repleto de centenas de estranhos saqueadores (incluindo a Kristen Wiig) e cheio de audácia – é a ida essencial ao cinema neste ano”. – Joshua Rothkopf, Time Out

“‘Mãe!’ começa como uma lenta queimada e cresce em direção a um incêndio furioso”. – Ben Croll, indieWire

“O filme tenta tão desesperadamente ser insano e perturbador que tudo o que podemos ver é o esforço feito e o dinheiro gasto. Não se admira a existência de um ponto de exclamação em seu título. Aronosfky simplesmente não sabe quando desistir”. – Stephanie Zacharek, TIME Magazine

“Um conto de terror intimista bem ‘O Bebê de Rosemary’, que definitivamente pega sua atenção e eventualmente eleva-se bem acima do topo, para fazer um posicionamento conclusivo ousado que, para alguns criadores, a arte é mais importante do que a vida”. – Todd McCarthy, Hollywood Reporter

“De qualquer forma, vá assistir ‘Mãe!’ e desfrute de seu estranho e inconstante exibicionismo. Mas tenha medo, muito medo, apenas se você estiver esperando ver um filme tão honestamente inquietante e pomposo”. – Owen Gleiberman, Variety

“Há uma pequena, ou talvez não tão pequena assim, parte deste belíssimo e espetacular ataque de um filme que quer ser vaiada, mas não significa que nós deveríamos ser ligeiros em fazer isso”. – Guy Lodge, Vanity Fair



‘Mãe!‘ estreou no Festival de Cinema de Veneza ontem com uma mistura de vaias e aplausos em sua primeira sessão, o que significa que provavelmente ele será um dos filmes mais interessantes do ano.

A próxima exibição acontecerá no Festival de Toronto, que terá uma cobertura completa do CinePOP. Ou seja, espere nossa crítica fresquinha em primeira mão.

Comentários

Não deixe de assistir: