A atriz Kathryn Prescott foi internada na Unidade de Tratamento Intensivo de um hospital de Nova York após ter sido atropelada por um caminhão de cimento na terça-feira (07).

Para quem não sabe, Prescott é mais conhecida por seu papel como Emily Fitch na série Skins e Susie em Tell Me a Story‘.

A informação foi publicada por sua irmã gêmea e agente, Megan, em seu perfil do Instagram.

Kathryn sofreu múltiplas fraturas, incluindo uma pélvis quebrada em dois lugares, além de ambas as pernas e o pé e a mão esquerda.



Apesar do grave acidente, seu estado é considerado estável e os médicos disseram que ela deve se recuperaria totalmente com os cuidados corretos.

No entanto, a atriz não tem nenhum membro da família na cidade para ajudá-la a se recuperar, e sua irmã está tentando conseguir viajar de Londres para NY para cuidar dela, já que os tratamentos requerem atenção 24 horas por dia.

Aproveite para assistir:

Na publicação, Megan relata o transtorno que está passando para tentar se encontrar com a irmã, mas foi impedida de viajar por conta da pandemia do Coronavírus.

Confira:



“Recebi o telefonema mais terrível que já recebi na minha vida na noite de terça-feira. Minha irmã gêmea Kathryn foi atropelada por um caminhão de cimento enquanto cruzava uma estrada em Nova York no dia 07 de setembro. Depois de passar por uma cirurgia complexa, alguns dos ferimentos de Kathryn incluem: pélvis quebrada em dois lugares, ambas as pernas, o pé e a mão esquerda. Ela tem uma sorte incrível de estar viva. Ela evitou por pouco a paralisia. Os médicos estão esperançosos de que ela vai se recuperar totalmente, mas isso só será possível com os cuidados corretos agora.”

“Ela está sozinha em Nova York, sem membros da família. Preciso de ajuda para chegar a Nova York para cuidar dela. Terei que fazer companhia até que ela possa começar a andar novamente. Preciso estar lá para ajudá-la com tudo, já que ela está incapaz de se mover sozinha por um bom tempo. Ela precis ade cuidados por 24 horas por dia, mesmo depois de deixar o hospital. Eu solicitei à Embaixada dos Estados Unidos a isenção das atuais restrições que proíbem qualquer cidadão não americano nos Estados Unidos, mas tive meu pedido negado hoje e estou arrasada.”

“Já estou 100% imunizada, fiz um teste de PCR ontem e posso voar a qualquer hora. Tenho documentos do hospital que confirmam a extensão dos ferimentos de Kathryn e estou disposto a fazer qualquer coisa para chegar a ela o mais rápido possível. Se alguém souber de ALGUMA maneira de eu poder apelar da decisão da Embaixada dos Estados Unidos, por favor, entre em contato. COMPARTILHEM. Não sei o que fazer, mas preciso cuidar dela.”

Comentários

Não deixe de assistir: