Mês do Orgulho é um momento de celebração da importância da comunidade LGBTQIA+ e do contínuo preconceito que ela sofre na sociedade – sendo constante alvo de preconceitos e abusos físicos e morais por parte de pessoas que não compreendem a diversidade do espectro sexual do mundo (e que não conseguem viver fora da bolha tradicionalista em que estão infundidas).

Depois de nosso artigo analisando a representatividade desse grupo no cinema e na televisão e uma lista com as melhores produções LGBTQIA+ da história, o CinePOP preparou mais uma breve matéria especial com dez obras recentes que trazem temáticas que envolvam os membros dessa comunidade.

Confira abaixo nossas escolhas e conte para nós qual a sua favorita:

LAERTE-SE (2017)



O elogiado documentário retrata a trajetória da cartunista e chargista brasileira Laerte, considerada uma das mais proeminentes do gênero no Brasil. Tendo vivido parte de sua vida como homem, ela assumiu sua transexualidade aos 57 e, de lá pra cá, experimenta uma jornada única e pessoal sobre o que é, de fato, ser uma mulher.

BOY ERASED: UMA VERDADE ANULADA (2018)

O jovem Garrard (Lucas Hedges) de apenas 19 anos mora numa pequena cidade conservadora do Arkansas. Ele é gay e filho de um pastor da igreja batista. Chega um momento em que ele é confrontado pela família, ou arrisca perder sua família e amigos ou entra num programa de terapia que busca a “cura” da homossexualidade.

POSE (2018 – 2021)

Tendo chegado ao fim nas últimas semanas, Pose é uma das séries mais honestas e belas criadas pelo prolífico Ryan Murphy. Trazendo para as telinhas o maior elenco transsexual de todos os tempos, a história é centrada na Nova York dos anos 1980 e 1990, misturando a crescente pandemia de HIV/AIDS ao refúgio criado pela comunidade LGBTQIA+ com o glamour e a expressividade dos ballrooms.

Aproveite para assistir:





DOR E GLÓRIA (2019)

O aclamado diretor Pedro Almodóvar fez seu mais recente retorno ao cenário cinematográfico com o tocante e ovacionado drama Dor e Glória. Estrelado por Antonio Banderas, a história gira em torno de um melancólico cineasta em declínio que se vê obrigado a pensar sobre as escolhas que fez na vida quando seu passado retorna. Entre lembranças e reencontros, ele reflete sobre sua infância na década de 1960, seu processo de imigração para a Espanha, seu primeiro amor maduro e sua relação com a escrita e com o cinema.

RETRATO DE UMA JOVEM EM CHAMAS (2019)

Em mais uma obra-prima, a aclamada cineasta Céline Sciamma nos convida para um drama de época eximiamente arquitetado com Retrato de uma Jovem em Chamas. Na França do século XVIII, Marianne (Noémie Merlant) é uma jovem pintora que recebe a tarefa de pintar um retrato de Héloïse (Adèle Haenel) para seu casamento sem que ela saiba. Passando seus dias observando Héloïse e as noites pintando, Marianne se vê cada vez mais próxima de sua modelo conforme os últimos dias de liberdade dela antes do iminente casamento se veem prestes a acabar.

SPECIAL (2019 – 2021)

A divertida e espirituosa comédia Special, que chegou ao fim recentemente na Netflix, acompanha Ryan Hayes (Ryan O’Connell), um jovem gay e com uma leve paralisia cerebral que decide recomeçar sua vida e fazer tudo aquilo que sempre deixou para depois. Entre seus novos objetivos estão conquistar o primeiro emprego; morar sozinho e longe de Karen (Jessica Hecht), sua mãe controladora; e, por fim, engatar um relacionamento amoroso. Mas realizar esses sonhos vai ter um custo alto: Ryan se passa por vítima de um acidente de carro, usando o episódio para esconder sua verdadeira condição.

EUPHORIA (2019- PRESENTE)



Garantindo a Zendaya o Emmy de Melhor Atriz em Série de DramaEuphoria foi lançada no ano retrasado e tem apenas uma temporada, bem como dois episódios especiais. Exibida pela HBO, a produção acompanha a jornada de Rue Bennett, uma jovem de 17 anos que acaba de sair da clínica de reabilitação após ter uma overdose. Ela tenta agora se adaptar a uma vida “limpa” e volta a frequentar a escola. Mas, assim como ela, os demais alunos do ensino médio enfrentam seus próprios desafios, envolvendo sexo, drogas, amizades, relacionamentos amorosos, conflitos familiares, redes sociais e violência. À medida que luta contra a dependência química, Rue precisa lidar com todos os traumas e segredos da adolescência.

COM AMOR, VICTOR (2020 – PRESENTE)

A série sequência do adorado longa-metragem ‘Com Amor, Simon’ é uma das produções mais envolventes da televisão contemporânea e parte de uma premissa simples, mas bastante prática. ‘Com Amor, Victor’, estrelado por Michael Cimino, mostra a vida de um adolescente que está em conflito com a própria sexualidade (seja por ter acabado de se mudar para um colégio novo, seja pelo fato de sua família ser bastante tradicional). Tentando se encaixar no que se espera de um jovem garoto de dezesseis anos, Victor esconde quem realmente é e percebe que as coisas não são tão simples como parecem.

THE BOYS IN THE BAND (2020)

A adaptação da peça homônima de Joe Mantello foi uma das grandes surpresas da Netflix no ano passado.Ambientada em um apartamento no Upper East Side, Michael (Jim Parsons), um homossexual cínico com um estilo de vida de realeza, dá uma festa de aniversário para seu amigo outro amigo gay, Harold (Zachary Quinto). Enquanto os primeiros convidados já chegaram e se divertem, Harold ainda não apareceu. Para surpresa de Michael, Alan (Brian Hutchison), um antigo colega de quarto de faculdade, casado, e que ele suspeita ser homossexual não-assumido, chega à festa mesmo não tendo sido convidado. Quanto Harold finalmente dá as caras, seu humor sarcástico cria grandes problemas para os presentes, precisando, cada um, confrontar algumas verdades enterradas.

FEEL GOOD (2020 – 2021)

Criada pela aclamada performer Mae MartinFeel Good tem apenas duas temporadas – e continua sendo um dos títulos mais adorados do extenso catálogo da Netflix. A história gira em torno do relacionamento entre Mae (Martin), uma comediante canadense, e de George (Charlotte Ritchie), uma mulher da classe-média inglesa que reprime a si mesma. Ambas se conhecem no clube de comédia onde Mae se apresenta e, depois de começarem a namorar, elas descobrem segredos que, diferente do que se esperava, irá uni-las em laços ainda mais fortes.


Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva