A franquia ‘Scooby-Doo voltou com tudo após o lançamento de uma nova animação, mas os fãs ficaram ainda mais empolgados em reviver a versão live-action, que ganhou dois filmes disponibilizados somente agora na Netflix.

Agora, o roteirista James Gunn revelou que uma de suas frases preferidas de toda sua carreira foi no live-action, com uma frase de duplo sentido que escapou dos censores e da Motion Picture Association of America (MPAA), órgão que define a classificação indicativa dos filmes.

Ne cena, um Scooby-Loo ainda filhote fala: “Eu não tenho escrúpulos para esse trabalho”.


Porém, a palavra “scrote” também significa “escroto” em inglês.

“Sim, um dos meus momentos mais shakespearianos.”, afirmou Gunn.

Aproveite para assistir:

Confira:

Mas porque o terceiro ‘Scooby-Doo não foi produzido?

Apesar de hoje o público estar apreciando Scooby-Doo (2002) e Scooby-Doo: Monstros À Solta’ (2004), na época do lançamento as produções foram bombardeadas pelos críticos.


Como resultado, a sequência falhou em chamar público aos cinemas, encerrando a franquia live-action que trazia estrelas de peso em seu elenco.

O primeiro ‘Scooby-Doo foi lançado em 2002 e custou US$ 84 milhões. O filme arrecadou US$ 275,6 milhões mundialmente e conseguiu se pagar, fazendo que a sequência fosse aprovada.

Já a sequência ‘Monstros À Solta‘ foi lançada em 2004, dois anos depois, mas não gerou tanto lucro para a Warner. O filme custou US$ 80 milhões e arrecadou apenas US$ 181,2 milhões mundialmente, encerrando a franquia live-action nos cinemas.

Recentemente, o diretor James Gunn (‘Guardiões da Galáxia’) revelou que teria ficado responsável por Scooby-Doo 3‘ e aproveitou o momento para contar alguns detalhes da obra descartada.


O cineasta foi questionado sobre o plot do longa-metragem, dizendo que a turma viajaria para a Escócia.

“A turma seria contratada por uma cidade na Escócia, que reclamaria sobre um ataque de monstros. Entretanto, descobriríamos que, na verdade, os monstros eram as vítimas e Scooby e Salsicha teriam que enfrentar seus próprios medos e mudar seu sistema de crenças”, diz a postagem.

Confira:


Quando um fã perguntou porque a Warner não concluiu a trilogia, Gunn respondeu:

“Fiz um acordo para escrever e dirigir o terceiro em 2004, mas como o segundo não arrecadou o retorno suficiente para garantir um terceiro, eles acabaram descartando a ideia.”

Embora nunca saibamos o que Gunn planejou para a sequência, sua experiência nos filmes anteriores o ajudou a criar um universo único em ‘Guardiões da Galáxia‘.


Você gostaria que a Warner fizesse um ‘Scooby-Doo 3‘?

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE