Franquia ‘Sexta-feira 13’ dividida por briga judicial

Franquia ‘Sexta-feira 13’ dividida por briga judicial

COMPARTILHE!

Quem queria ver um novo exemplar da franquia de terror Sexta-Feira 13 terá que aguardar sentado e sem pressa. Depois que a Paramount cancelou o projeto do novo filme, que se encontrava num impasse criativo sobre qual caminho a história deveria seguir, um empecilho na forma de uma briga judicial surge, colocando ainda mais na geladeira a esperança de uma nova produção protagonizada pelo assassino mais famoso do gênero.

Segundo o The Hollywood Reporter, os criadores da franquia, o diretor Sean Cunningham e o roteirista Victor Miller, ambos do filme original de 1980, estão travando uma batalha judicial pelos direitos legais. Os dois afirmam terem criado e serem donos deste produto lucrativo. Cunningham diz que Miller foi um roteirista de aluguel e que a ideia foi unicamente sua. A disputa joga mais areia nos sonhos dos fãs de assistirem outro Sexta-Feira 13 em breve.

Segundo os advogados de ambos, a proposta daria os diretos do primeiro filme nos EUA para Miller, assim como título Sexta-Feira 13. Para Cunningham iriam os diretos sobre o personagem Jason Voorhees e todos os conceitos introduzidos nas inúmeras sequências. Ou seja, dependendo da decisão do juiz em relação a este complicado caso, poderemos nunca mais ver o personagem Jason e o título Sexta-feira 13 associados novamente. O que seria muito estranho. E você, o que acha?

Fique ligado no CinePOP para novas informações sobre a novela de Sexta-Feira 13.

     


Crítica | Annabelle 2 - A Criação do Mal - Vale a pena?



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «

[AVISO] Os comentários passam por uma aprovação e podem demorar até 24 horas para serem disponibilizados no site. Comentários com conteúdo ofensivo serão deletados, e o usuário pode ser banido. Respeita a opinião alheia e comporte-se.