sábado, julho 20, 2024

Criador de ‘Uma Noite de Crime’ quase ENCERROU a franquia no 3º filme

Em entrevista ao Collider, James DeMonaco, criador da franquia ‘Uma Noite de Crime‘, revelou que quase encerrou a saga no terceiro filme.

O diretor confirmou que o desfecho de ‘Uma Noite de Crime 3‘ – lançado no Brasil como ‘12 Horas para Sobreviver: O Ano da Eleição‘ – serviria como a conclusão da franquia, que trazia a esperança de um futuro melhor com o final do Expurgo.

“[O filme ‘Uma Noite de Crime 3’] termina com o salvamento de um cara muito ruim. Eles não matam o senador que está concorrendo à presidência. Eles decidem não matá-lo. Então sempre houve essa decisão de não matar ou de salvar. Eu pensei que o terceiro filme seria o desfecho da franquia.”

Ele completa, “Minha intenção era fazer uma trilogia e encerrar a saga com a personagem da Elizabeth Mitchell se tornando presidente, se livrando do Expurgo e abrindo caminho para uma América mais esperançosa. Obviamente, nós revertemos essa decisão e a personagem foi removida do cargo, e o Expurgo foi reimplantado. Não sei se o público percebeu isso, mas estávamos tentando infundir alguma esperança nesse conceito incrivelmente niilista.”

Vale lembrar que ‘Uma Noite de Crime 6‘ já foi confirmado. Infelizmente, o desenvolvimento do filme chegou a um impasse com a Universal Pictures, que ficou “assustada” com o orçamento do projeto.

Segundo DeMonaco, o valor de produção do próximo capítulo deve ser maior para acomodar uma história maior e um pouco mais épica, que apresentará um Estados Unidos muito diferente das outras iterações.

“Eu escrevi o roteiro. A Universal viu. Há uma preocupação quanto ao orçamento, mas [o filme] definitivamente apresenta um Estados Unidos fraturado… O que eu apresento em ‘Uma Noite de Crime 6’ é um lugar em que somos todos separados pelas ideologias e pelas preferências [sic] sexuais. Então, os estados estão quebrados de várias maneiras”.

Ele continua: “está escrito, está nas mãos [da Universal]. Acho que eles estão assustados com o orçamento. Mas se eu voltasse para dirigir mais um, seria algo maior e um pouco mais épico em escopo, com essa nova América que quero apresentar e trazendo o personagem [de Frank Grillo] de volta. Então, está meio no limbo”. 

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS