Keira Knightley é conhecida por inúmeros papéis icônicos no cinema – um deles sendo o de Elizabeth Bennet na aclamada adaptação Orgulho e Preconceito, drama romântico baseado no livro homônimo de Jane Austen.

No longa, encabeçado por Joe Wright, Elizabeth vive com sua mãe, pai e irmãs no campo, na Inglaterra. Por ser a filha mais velha, ela enfrenta uma crescente pressão de seus pais para se casar. Quando Elizabeth é apresentada ao belo e rico Darcy, faíscas voam. Embora haja uma química óbvia entre os dois, a natureza excessivamente reservada de Darcy ameaça a relação.

Wright recebeu inúmeros elogios da crítica, ainda mais considerando que o título marcou sua estreia diretorial. Knightley, por sua vez, foi ovacionada pelos especialistas e ganhou inúmeros prêmios, incluindo uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz. Como se não bastasse, a obra também fez um estrondo de bilheteria e arrecadou quase US$122 milhões mundialmente.

Para celebrar seu 16º aniversário (comemorado hoje, 11 de novembro), o CinePOP preparou uma lista com algumas curiosidades de bastidores, que você confere abaixo:



  • A princípio, Wright não estava muito afeiçoado à ideia de Knightley interpretando Elizabeth, acreditando que ela não era muito atraente. Porém, ele mudou de ideia quando a conheceu, decidindo que sua atitude tomboy seria perfeita para o papel.
  • Matthew Macfadyen, intérprete do Sr. Darcy, tem uma visão muito fraca. Durante as filmagens pela manhã, Wright ficava atrás das câmeras balançando uma bandeira vermelha para que o ator pudesse saber em que direção andar.

Aproveite para assistir:

  • Jena Malone, que é estadunidense, e Donald Sutherland, que é canadense, são os únicos atores não-ingleses no elenco. Curiosamente, ambos também viriam a trabalhar juntos na franquia ‘Jogos Vorazes’.
  • Rosamund Pike foi a primeira escolha de Wright para interpretar Jane no projeto. Ela inclusive recusou o papel de Rita Skeeter em ‘Harry Potter e o Cálice de Fogo’ para participar de Orgulho e Preconceito.
  • A vencedora do Oscar Emma Thompson fez uma reescrita do roteiro que não foi creditada ou remunerada. Ela recebeu um agradecimento especial nos créditos do longa-metragem.

  • O filme é ambientado em 1797, ano em que Austen escreveu o primeiro rascunho do romance. A decisão não é costumeira, visto que as adaptações são normalmente feitas em 1813, quando o livro foi revisado e finalizado.
  • As atrizes da família Bennet (Knightley, Pike, Malone, Talulah RileyCarey Mulligan) conheceram a casa que seria usada para o filme, em Kent, e jogaram um jogo similar a esconde-esconde – para conhecer a locação e umas às outras antes do início das filmagens.
  • Wright chamou Sutherland para interpretar o patriarca Sr. Bennet depois de assistir a ele em ‘Cold Mountain’. Sutherland lembrava o diretor de seu pai.



  • Knightley foi ovacionada pela crítica especializada e faturou uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz, como já mencionado. À época, ela se tornou a terceira atriz britânica mais jovem indicada à categoria em questão.
  • A cena final, em que os recém-casados Elizabeth e Sr. Darcy estão nos arredores de Pemberly mostrando afeição um pelo outro, foi cortada da versão britânica.
Comentários

Não deixe de assistir: