Em meados de 2020, o aclamado diretor Mike Flanagan revelou que continuaria a explorar o panteão literário de Stephen King com a adaptação de Revival, romance lançado em 2014. Entretanto, os planos não deram certo.

Flanagan, que já levou para as telonas os bem recebidos Jogo PerigosoDoutor Sono, revelou ao podcast The Company of the Mad que sua versão não irá mais acontecer pelo fato de outra pessoa já ter se envolvido com a história: Josh Boone (A Dança da Morte).

“[Eu e Boone] começamos a trocar e-mails, porque fui ao eBay procurar uma edição limitada de Revival – um set belíssimo, e Josh o estava vendendo. Eu comprei e ele me mandou um -emial quando a transação começou. Então falamos sobre Revival e sobre como Josh estava fazendo uma adaptação primeiro – e então eu acabei não fazendo. Então temos isso em comum: ambos nos envolvemos com essa história em particular”.

Flanagan ficaria responsável pelo roteiro, pela direção e pela produção do longa, com supervisão a encargo da Warner Bros.



A trama do livro foca no relacionamento entre um músico viciado em heroína e um reverendo misterioso com intenções secretas. O ministro é obcecado em encontrar um jeito de contactar sua esposa e filho falecidos, o que resulta em um terror inesperado.

Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva