A incrível Zoë Kravitz, estrela de ‘Batman‘ (2021), fez uma revelação chocante quando disse ter perdido o papel da Mulher-Gato em outro filme do Homem-Morcego devido à sua “cor da pele”. A atriz dividiu a informação com o site The Guardian, sobre como se sentiu ao ser rejeitada de ‘Batman: O Cavaleiro das Trevas‘ (2008), dirigido por Christopher Nolan.

A atriz disse ser recusada após a rotularem como muito “urbana” para interpretar a personagem: “Não sei se veio diretamente de Chris Nolan, acho que provavelmente era algum diretor de elenco, ou assistente de diretor de elenco.”

“Ser uma mulher e atriz negra, e escutar, naquela época, que não poderia participar da audição por conta da cor da minha pele foi impactante. Eles usaram a palavra ‘urbana’ para se referir a mim, isso foi realmente difícil naquele momento.” continuou a estrela de ‘Alta Fidelidade‘ (2020).

Kravitz admitiu levar um tempo para aprender a lidar com o preconceito e aceitar quem ela é: “Me senti muito insegura com meu cabelo. Alisava, colocava produtos químicos nele, depilava minhas sobrancelhas bem finas. Estava desconfortável com a minha negritude. Levei muito tempo para não apenas aceitá-la, mas amá-la e querer gritar aos quatro ventos”.


Zoe confessa ter se inspirado em seus pais, Lisa Bonet e Lenny Kravitz, para se aceitar, referindo-as a eles como pessoas que “quebraram limites de várias maneiras”: “Ambos lidavam com o fato de serem artistas que não agiam, se vestiam, pareciam ou soavam da maneira que uma pessoa negra deveria agir, em termos do que os brancos especificamente se sentem à vontade”.

Aproveite para assistir:



Ela estrelou ‘Batman‘, interpretando a Mulher-Gato ao lado de Robert Pattinson (‘Tenet‘). A performance da atriz no longa de Matt Reeves (‘Deixe-me Entrar‘) vem recebendo diversos elogios do público e da crítica. Antes da estrela, a personagem foi vivida por Michelle Pfeiffer, Halle Berry e Anne Hathaway.

Não deixe de assistir: